Desenvolvedor Front-End: 5 maneiras de lidar com a inadimplência

27/04/2018 às 09:44 Ajuda

Desenvolvedor Front-End: 5 maneiras de lidar com a inadimplência

Se você trabalha como desenvolvedor de softwares front-end, certamente já teve que lidar com a inadimplência de alguns clientes. Prestar um serviço e não receber por ele é algo complicado que praticamente todas as pessoas precisam lidar, vez ou outra.

Esse artigo vai te mostrar 5 formas de lidar com a inadimplência dos clientes que contrataram os seus serviços e ainda não te pagaram. Leia até o final e saiba mais sobre esse delicado assunto.

Os impactos da inadimplência 

Não existem dúvidas de que se um serviço ou produto é ofertado, espera-se um retorno financeiro. Levando-se em consideração as diversas despesas que uma empresa possui para manter-se no mercado, enfrentar dívidas e devedores não é uma tarefa fácil.

O empresário sempre deve estar preparado para enfrentar os impactos negativos que sua empresa possa vir a sofrer com inadimplência de clientes.

Os principais impactos são:  

  • Dívidas para empresa
  • Alteração no fluxo de caixa
  • Menor ciclo financeiro
  • Desestabilização no capital de giro

De qualquer maneira, é imprescindível que você saiba que se você não controlar a inadimplência de sua empresa, ela poderá ir a falência em pouco tempo. 

Acumular dívidas não é uma situação adequada para nenhuma empresa, afinal de contas, o dinheiro é que move o mundo, certo? Se isso estiver acontecendo com sua empresa, pode revelar uma má administração financeira, pouco conhecimento da própria empresa, dos clientes e até do mercado no qual a empresa está inserida.

Lidar com inadimplência é quase inevitável, mas a recorrência excessiva diz mais sobre o gestor do que sobre o próprio cliente. Leia nosso post sobre Como aumentar a conversão com o E-mail Marketing!

5 formas de lidar com a inadimplência do clientes 

Você deve ter em mente que não existe uma fórmula mágica para acabar com a inadimplência dos clientes. Algumas atitudes podem minimizar os impactos causados pela inadimplência dos devedores na sua empresa. Siga as dicas abaixo e diminua esses índices que nenhum empresário gosta de ver aumentar. 

1. Controle as inadimplências

É importante que você mantenha um controle, manual ou automático sobre todos os clientes inadimplentes. Saber quem está devendo, o quanto está devendo e há quanto tempo está devendo é essencial para o seu negócio. Isso vai permitir saber o valor total que você tem a receber. 

Estas informações irão ajudá-lo a criar estratégias mais objetivas para cada perfil de cliente. O recomendado é não tratar todos os devedores da mesma forma.

Procure saber o motivo do atraso nos pagamentos e se possível, ofereça alternativas como uma mudança na data de vencimento da fatura ou um possível parcelamento. É preferível receber atrasado do que não receber de jeito nenhum, certo?  

2. Seja flexível

A flexibilidade ajudará em todo o processo de negociação com seus clientes inadimplentes. É muito importante que você analise em qual situação cada um deles está inserido para uma abordagem diferente. Veja o que deve ser analisado: 

  • Não pagou por má fé?
  • Está enfrentando uma crise financeira?
  • Esqueceu da dívida?
  • Pretende pagar o quanto antes?

Dependendo da situação, essas informações o ajudarão a compreender quais atitudes devem ser tomadas a respeito das dívidas:

  • Multas?
  • Renegociação da data?
  • Abatimento do valor?

São questões que você deve avaliar com bastante calma e deve estar disposto a flexibilizar para não sair totalmente no prejuízo. Vale ressaltar que às vezes é melhor receber parte do pagamento do que arcar com o prejuízo integral. Conheça nosso serviço de Email Marketing

3. Dê preferência a pagamentos à vista

Sempre. Se o cliente estiver inadimplente e quer quitar a dívida à vista, não se hesite em aceitar, mesmo que você ofereça um pequeno desconto no valor total. Não é preciso mencionar por quais motivos você deve optar por pagamentos à vista, não é mesmo?

Para que isso aconteça, você deve oferecer motivos para que seus clientes comprem à vista, como um preço mais em conta ou com descontos. Receber à vista é sempre a melhor opção!

4. Alerte seus clientes a respeito dos prazos

Cobrar do cliente é essencial e se você souber cobrar da maneira certa, além de não estar sendo inconveniente, poderá evitar transtornos maiores para sua empresa. Lembre-se de que a lei o ampara nesse quesito, mas em nenhum momento esta cobrança poderá constranger o cliente.

Para evitar que isso aconteça, envie cartas, e-mails, SMS ou faça uma ligação. Há uma diversidade de opções que podem ser exploradas da melhor forma possível. Algumas sugestões de datas de cobrança:

  • 5 antes do vencimento;
  • No dia do vencimento;
  • 5 dias depois do vencimento;
  • 10 dias depois do vencimento;
  • 15 dias depois do vencimento. 

Esta maneira é eficaz para que não se tenha esquecimentos em relação à dívida do cliente. Mas sua empresa sempre deve estar atenta em relação à situação do cliente para, posteriormente, tomar as medidas necessárias. Aprimore seus conhecimentos em como ter maior resultado no email marketing

5. Tenha um sistema de gestão

Sistemas de gestão empresarial são de grande eficácia na automatização dos processos realizados em uma empresa para que você não perca tempo com atividades manuais que, além de demoradas, são passíveis de erros. E isso não é diferente com o controle de inadimplência.

Um sistema de gestão empresarial auxilia no cadastramento de clientes e na análise de nome limpo. Ele é integrado com SPC, o que possibilita o acesso à ficha do cliente.

Caso ele tenha dívidas com outras empresas, você saberá antes mesmo que a compra seja fechada. Deste modo, saberá quais medidas deverá tomar antes de fechar negócio.  Além disso, o sistema de gestão empresarial tem um módulo de cobrança e analisador de crédito.

Outra grande vantagem está relacionada ao controle financeiro. Esse sistema contribui para que sua empresa tenha noções claras e precisas sobre a situação atual, ajudando nas tomadas de decisões e planejamento estratégico.

Ainda tem dúvidas sobre o assunto? Sem problemas. Em nosso blog você pode ler mais sobre esse e outros assuntos. 

Gostou de nosso post? Compartilhe: