Você conhece a história do design no Brasil? Saiba mais

30/10/2019 às 09:14 Novidades

Você conhece a história do design no Brasil? Saiba mais

Saber executar com excelência o seu trabalho é um pré-requisito para qualquer área. Porém, estamos sempre em busca de sermos profissionais melhores e com mais conhecimento.

E isso, inevitavelmente, acaba esbarrando na história da nossa profissão. Qualquer um que queria ter mais conhecimentos precisa ter essa base para entender os caminhos que já foram seguidos, por que determinados movimentos aconteceram e como isso afeta os dias de hoje.

Você conhece a história do design no Brasil? Se não, não tem problema. Hoje vamos dar um panorama geral sobre ela para que você possa compreender como essa profissão funciona. Confira agora!

A pré-história do design no Brasil

Para entendermos a história do design no Brasil, é essencial conhecermos o que veio antes e quais as condições possibilitaram que essa área aflorasse em nossas terras. Por isso, é necessário falarmos do que chamamos aqui de pré-história do design no Brasil.

No século XIX, a revolução industrial tinha feito com que as formas de produzir ficassem muito mais eficientes tanto no número de peças produzidas quanto no tempo em que elas eram feitas.

Foi durante essa época que máquinas de impressão começaram a evoluir também, ampliando as possibilidades criativas em volta desses aparelhos.

Assim como em outras partes do mundo, antes de existir a profissão de designer, existiam outras áreas que acabaram dando origem a ela, como a arquitetura e o desenho industrial, por exemplo.

Essas duas áreas, especificamente, tiveram muita influência para que o design pudesse nascer não só no Brasil, como em todo o mundo. Além disso, a evolução das máquinas, como já citamos, estava ocorrendo de modo cada vez mais acelerado. E a combinação desses dois fatores fez com que o design, inevitavelmente, chegasse ao nosso país.

Conheça o nosso serviço de Hospedagem de Site. O plano básico de hospedagem é o produto ideal para quem está começando na internet, com preços a partir de R$ 9,90 (pagamento mínimo trimestral para esse plano).

A chegada do design no Brasil

Foi através de técnicas como a xilogravura, por exemplo, que os primeiros rótulos e, por consequência, os primeiros trabalhos de design no Brasil, começaram a aparecer no início do século XX.

É claro que isso não foi uma invenção daqui, já que outras partes do mundo já utilizavam desse tipo de técnica, mas mesmo assim esse é um movimento que carrega muitas particularidades daqui.

Primeiramente porque a necessidade de criar rótulos que chamassem a atenção do público se deu primeiro na indústria agrícola.

Isso fez com que as vendas fossem facilitadas, já que imagens chamativas e criativas cativavam mais clientes. Em pouco tempo, esse tipo de técnica se tornou uma obrigação para qualquer um que quisesse vender um produto no Brasil, claro que sempre influenciado pelo que vinha de fora também.

Você também pode gostar: Hospedagem de site gratuito

A evolução da área

Ao longo do século XX, o Brasil e o mundo passaram por transformações muitas vezes bruscas.

Elas ocorreram por conta de eventos históricos importantes, como as duas guerras mundiais que influenciaram o mundo inteiro, além da ação de movimentos sociais que fizeram com que a área de publicidade e propaganda repensasse seu público-alvo constantemente.

Podemos citar como um dos maiores exemplos aqui o movimento feminista nos Estados Unidos e na Europa do pós-guerra, que também influenciou o Brasil e fez com que diversos produtos do design fossem pensados exclusivamente para as mulheres.

A profissão designer só foi reconhecida oficialmente no Brasil depois do ano de 1995, com a criação do PBD (Programa Brasileiro de Design). Desde então, os profissionais da área se reúnem para discutir os futuros e os caminhos que a profissão pode seguir.

Não podemos deixar de citar a grande revolução tecnológica pela qual passamos e ainda estamos passando desde o fim dos anos 90.

A chegada da internet, assim como sua evolução, possibilitou que o trabalho dos designers fosse expandido de uma maneira nunca antes imaginada. Hoje em dia é muito mais comum vermos cursos de design em faculdades cheias de alunos do que há 20 anos atrás, por exemplo.

Por isso, é possível afirmar que a área tem um futuro próspero pela frente, mas não podemos deixar de compreender que a contexto histórico sempre afeta essa área e, por essa razão, é sempre importante estarmos atentos ao que acontece a nossa volta. É também assim que nos tornarmos profissionais melhores.

Nomes importante na história do design no Brasil

Se você quer se aprofundar ainda mais na história do design no Brasil, é importante conhecer alguns nomes que tiveram participação direta nos movimentos que citamos no artigo de hoje.

Alguns dos principais nomes são:

Eliseu Visconti

Foi um dos pioneiros não só do design no Brasil, mas também no ensino da área.

Criou o primeiro curso de design no país, ainda na década de 1930, como uma extensão universitária na Universidade do Rio de Janeiro.

Aloísio Magalhães

Foi um dos principais criadores de identidade visual do Brasil no século passado.

Trabalhou no desenvolvimento de diversas marcas, com destaque para a TV Globo, empresa na qual desenvolveu alguns de seus principais trabalhos.

Sua importância na história do design no Brasil foi tão grande, que o dia do seu nascimento é declarado o dia do design no país, 5 de novembro.

Leia também: Como criar um blog

Conclusão

Entender a história do design no Brasil significa saber em que momento da sua profissão você vive e, principalmente, como você está ajudando essa história a ser escrita.

Ter esse tipo de conhecimento é importante sim para você executar melhor suas tarefas e ter uma noção melhor do mercado de trabalho, mas também tem a ver com você entender os motivos de realizar certos tipos de trabalho.

Não tem a ver só com o que você executa no dia a dia, mas a importância disso para a vida de todas as outras pessoas no mundo.

Isso faz com que você tenha consciência de que realiza algo que vai muito além de um trabalho e dá motivação para continuar. E afinal, é isso que todos nós precisamos.

Gostou de nosso post? Compartilhe: