Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK

Porque utilizar VPN no Home Office?

01/09/2020 às 10:39 Ajuda

Porque utilizar VPN no Home Office?

Se você está trabalhando em home office, seja devido a pandemia ou apenas porque este sempre foi seu modelo de trabalho, é imprescindível o uso de uma boa rede de VPN.

Desde o inicio das atividades de trabalho remoto devido a crise da COVID-19 foram emitidos diversos comunicados alertando as empresas e profissionais autônomos a respeito da vulnerabilidade das redes domésticas, bem como o aumento expressivo de malwares de todo tipo.

Por que utilizar VPN no home office?

Virtual Private Network ou Redes Privadas Virtuais, são tipos redes que permitem uma conexão remota segura entre duas máquinas, seja de uma empresa e seu funcionário ou de um profissional autônomo e se cliente.

Para o uso seguro dos colaboradores de uma empresa, toda comunicação deve ser feita a partir de uma conexão criptografada ou utilizando algum tipo de protocolo de tunelamento entre o servidor e os usuários. No nosso exemplo, entre uma empresa e seus colaboradores.

Protocolo de Tunelamento

Uma excelente forma de garantir a segurança da informação nesta situação é apelar para o uso dos chamados protocolos de tunelamento. Mas do que se trata isso?

Um protocolo de tunelamento tem como principal função ocultar dados importantes de modo que seja impossível seu acesso até estes cheguem ao usuário final.

Claramente, o objetivo de aplicar um protocolo de tunelamento no trabalho remoto é criar uma dificuldade a mais para que cibercriminosos não tenham acesso a dados importantes dos seus clientes ou da sua empresa.

Mas os protocolos de tunelamento são apenas uma camada de proteção, na verdade apenas a primeira camada. Pense nisso, se sua empresa lida com vários tipos de dado diariamente como: orçamentos, balanços, contatos de fornecedores, documentos, etc. Esses dados podem ser de interesse de alguém, seja da concorrência ou apenas de um hacker mal intencionado.

No caso da perda de algum desses dados, você pode sofrer consequências séria e até mesmos prejuízos.

Logo, para evitar qualquer dor de cabeça desnecessária, quanto mais segurança melhor.

Pensando nisso, é recomendado aplicar uma camada de encriptação aos dados trocados entre colaborador/usuário e empresa/servidor.

Essa encriptação de dados funcionará de forma semelhante ao certificado SSL, aplicando um código em cima dos dados, de modo que só possam ser lidos pelo destinatário correto.

Assim, em caso de perda de dados, ao menos você poderá ficar tranquilo pois os dados não poderão ser acessados facilmente.

Conheça os tipos de VPN

Porém, para poder aplicar uma VPN de forma correta em seu ambiente de trabalho home office, é preciso conhecer os principais tipos de VPN e entender qual melhor se adapta ao seu cenário. Vamos lá?

VPN PPTP

PPTP é abreviatura para Poitn to Point Tunneling Protocol. A partir do nome já é possível entender por alto seu funcionamento: criar um túnel e capturar dados.

Embora esse nome seja bastante longo, esse é o tipo de VPN mais comumente utilizado, tanto por usuários empresariais como por usuários domésticos.

Entretanto, é importante lembrar que este tipo de VPN não oferece a vantagem da criptografia.

VPN Site a Site

Esta modalidade de VPN também é comumente chamada de VPN roteador a roteador e seu uso é muito comum exatamente no meio corporativo para conectar a rede da sede a diversas filiais ou a diversos colaboradores no caso de trabalho remoto.

A partir da internet, esta VPN cria uma série de ligações entre vários locais da rede e mantêm uma comunicação privada e segura entre todos os pontos conectados.

Além disso, este tipo de VPN oferece a possibilidade de encriptação ligadas em ambos os lados.

VPN L2TP

A VPN L2TP foi desenvolvida pela Microsoft e em geral trabalham em parceria com algum protocolo de segurança, visando oferecer uma VPN mais segura.

Existem muitas semelhanças entre as VPNs L2TP e PPTP, como por exemplo a ausência de criptografia em ambas e também o uso protocolo PPP.

Por outro lado, este tipo de VPN oferece confidencialidade e integridade na troca de informações (princípios básicos de segurança da informação)

IPsec

IPsec significa Protocolo de Internet Seguro ou IP secure e é um considerado um protocolo de VPN excelente na proteção de dados na internet por uma rede IP.

O seu funcionamento é bem simples de entender: a partir de um túnel pré configurado em um local remoto da internet, ela permite realizar o acesso a um local central ao mesmo tempo que protege a troca de informações do IP.

Isso é feito com verificações sessão a sessão e criptografia individual das informações enviadas e recebidas.

Além disso, a rede IPsec oferece possibilidade de tunelamento, bem como modo de transporte de dados.

Na primeira modalidade, o tunelamento, a toda informação é criptografada no pacote de dados completo. Já no modo de transporte apenas a mensagem dentro do pacote de dados será criptografada.

Mas, a principal vantagem aqui é a possibilidade de aliar esta VPN a outros protocolos de segurança criando um sistema de segurança de ponta.

Porque utilizar VPN no Home Office

Além da óbvia segurança de dados confidencias que acontece durante o trabalho, o uso de uma VPN também pode proteger contra os mais diversos tipos de softwares maliciosos que coletam informações.

A internet está lotada de cibercriminosos que utilizam keyloggers para tentar sequestrar dados corporativos em troca de resgate de informações. E em é home office a maioria dos profissionais não possuem uma máquina dedicada ao trabalho, utilizando sua máquina de lazer para ambas as atividades.

Assim sendo, além de todos os malwares já presentes na internet, o colaborador ainda estará sujeito aos malwares que possivelmente já estariam em sua máquina antes, devido a algum mal habito no uso da máquina pessoal. Aliás, a maioria dos ataques acontece por maus hábitos do usuário.

Gostou de nosso post? Compartilhe: