O que as empresas devem esperar do Facebook

29/04/2018 às 10:20 Redes Sociais

O que as empresas devem esperar do Facebook

As redes sociais são indispensáveis nos dias de hoje. É difícil imaginar uma pessoa que não possua nenhum tipo de contato, mas mais difícil ainda é uma empresa sobreviver sem conseguir migrar para as diferentes plataformas e se conectar com o público nas diferentes redes sociais existentes.

E que a verdade seja dita, o Facebook é sem dúvida a maior delas.

Tanto para os usuários comuns quanto para empresas, essa é a rede social que proporciona mais contatos, mais chances de conversão, enfim, é a mais importante.

E o que fazer quando há uma mudança tão drástica no que é o principal veículo de vendas de muitos? Será que isso vai afetar os negócios de todos? Até que ponto vale a pena continuar por lá?

Hoje discutiremos sobre o que as empresas devem esperar do Facebook depois das grandes mudanças que estão ocorrendo esse ano.

Para quem não sabe do que estamos falando, é sobre o anuncia que Mark Zuckerberg fez em janeiro desse ano, quando publicou um texto em sua página oficial sobre a valorização do pessoal em cima das empresas. Uma verdadeira mudança drástica no algoritmo da plataforma. Leia parte de seu pronunciamento:

“Criamos o Facebook para ajudar as pessoas a se manterem conectadas e nos aproximar das pessoas que são importantes para nós. É por isso que sempre colocamos amigos e familiares no centro da experiência.

Pesquisas mostram que fortalecer nossos relacionamentos melhora nosso bem-estar e felicidade. Recentemente, recebemos comentários de nossa comunidade de que o conteúdo público - postagens de empresas, marcas e mídia - está excluindo os momentos pessoais que nos levam a nos conectar mais uns com os outros. ”

Mas apesar da grande preocupação das empresas com essas mudanças, existem algumas coisas que elas precisam saber antes de se desesperarem.

É claro que as coisas não vão ser as mesmas, mas isso não significa que elas vão mudar para pior. Além de também ser uma chance de melhorar o seu trabalho.

Você conhece o nosso serviço de Revenda de Hospedagem? Com ele, você tem um plano inicial de R$29,90 mensais. Confira! 

O pessoal vem em primeiro lugar

Conversas entre amigos, coisas que as pessoas realmente gostam, como páginas com conteúdo relevante para elas, serão priorizadas.

A estratégia que você precisa adotar, agora mais do que nunca, é saber fazer um bom conteúdo voltado para as redes sociais. Isso vai priorizar quem fala sobre determinados assuntos além de vender.

Se a sua loja online foca apenas na venda e ainda não produz nada, é hora de começar a entender isso não só como uma forma de agradar seus clientes, mas também como um veículo de fidelização.

Conteúdo em vídeo pode ser uma boa saída também, para quem ainda não produz. Conseguir gerar compartilhamentos através desse tipo de conteúdo é mais fácil, atraí as pessoas, faz com que elas se identifiquem com o que você está dizendo e cria uma conexão.

A sua página deixa de ser apenas uma página de empresa, você se torna um grande interesse para ela.

A dica aqui então é: Invista em diversos tipos de conteúdo. E invista bem. Os resultados com certeza vão aparecer. (Leia: Hospedagem barata compensa?).

O Facebook ADS

Os anúncios no Facebook não vão desaparecer. Isso é um fato. Porém, seu orçamento de marketing provavelmente precisará aumentar. Essa é a notícia rui.

Mas, os anúncios no Facebook não são uma coisa ruim se você está obtendo uma boa conversão com eles.

Como já dissemos anteriormente, as páginas vão sentir a necessidade do alcance orgânico, por isso o espaço publicitário será ainda mais difícil de ser conquistado e custará mais do que custava antes.

Sobre as empresas que vendem com um tráfego muito maior do Facebook do que de qualquer outra plataforma, o lucro delas vai necessariamente cair? Quando falamos sobre o que as empresas devem esperar do Facebook, essa ainda é uma incógnita.

Porém, o mais provável é que uma estratégia de anúncios sólida e consistente será importante para qualquer página comercial no Facebook, assim como é hoje em dia.

O que, na prática, significa que você pode continuar tendo os mesmos lucros que tinha antes.

Temos que pensar também que o ADS é de onde vem boa parte do dinheiro do Facebook e eles não iriam simplesmente deixar de ganhar milhões só para fazer os usuários mais felizes.

Portanto, a estratégia usada agora pode ser até adaptada, mas é difícil dizer que os resultados e os seus lucros vão diminuir. (Leia também: O que você precisa para ter uma revenda de hospedagem?)

Conclusão

É impossível prever tudo o que vai acontecer nas redes sociais e dizer exatamente o que as empresas devem esperar do Facebook depois dessa grande mudança.

Mas podemos afirmar algumas coisas, como o fato de que essa é a principal rede social do mundo hoje em dia e eles não estão dificultando o acesso das empresas aos clientes, apenas tentando priorizar o que eles consideram mais pessoal para seus usuários.

Os anúncios do Facebook não vão acabar e o máximo que podemos dizer é que talvez você tenha que gastar mais com eles.

Outra afirmação é que a produção de conteúdo vai ser mais valorizada, então corra atrás disso. Textos, fotos, vídeos, aposte em atrair o público de uma maneira orgânica e você verá que os resultados irão aparecer.

Lembre-se: O Facebook não é o único caminho para se anunciar e ele não deve ser o seu único meio de atrair conversões, ainda que seja o maior em alguns casos.

Boas estratégias de marketing sabem que é necessário estar em outros lugares ao mesmo tempo, não só por causa das mudanças, mas também porque todo o público não está concentrado só em um lugar.

Outras redes sociais são importantes, mecanismos de busca, planejamento SEO e tudo o que envolve o marketing digital te ajudo nesse aspecto.

Portanto, não se assuste com as notícias do que as empresas devem esperar do Facebook, mesmo que elas soem ruins para você em um primeiro momento.

Gostou de nosso post? Compartilhe: