Joomla x Wordpress: qual ferramenta é melhor?

18/02/2018 às 09:10 WordPress

Joomla x Wordpress: qual ferramenta é melhor?

Atualmente os CMSs, plataformas de gerenciamento de conteúdo, estão em alta no mercado digital. Muitos empreendedores veem potencial neste tipo de serviço para montar sites atrativos para seus clientes.

Escolher o melhor CMS para o seu site pode ser uma opção viável, dependendo do tipo de projeto que será desenvolvido. É importante levar em conta na hora da definição, quais são as suas necessidades antes de criar seu site através de uma opção ou outra.

O que é CMS?

É uma plataforma de gerenciamento de conteúdo. O sistema deve garantir toda a funcionalidade de um site, sendo o motor para que o projeto opere com qualidade, tendo um bom desempenho. Essa ferramenta ajuda os leigos em programação a criarem um site com uma interface visual profissional.

Dependendo da plataforma, é possível criar um site com um layout elogiável sem digitar nenhuma linha de código, produzindo um site de forma rápida. Estes sistemas têm como principal característica, o uso de plugins que ajudam a implementações funções necessárias para sua página.

É possível através dos plugins, por exemplo, escolher um tema profissional, personalizar um template e otimizar o seu site com técnicas de SEO. Outro motivo que destaca o crescimento dos CMSs no mercado é que a maioria deles é gratuito. Neste texto, falaremos de dois: WordPress e Joomla. Ambos os serviços são bastante úteis para uma diversidade de projetos e são facilmente integrados a servidores de hospedagem.

WordPress

O WordPress é a plataforma CMS mais conhecida no mercado digital. Segundo pesquisas recentes, mais de um terço criados e mantidos através de gerenciadores de conteúdo, foram criados pelo serviço.

O sistema já existe a 15 anos e antes tinha como seu principal foco de uso, os blogs, porém com a disseminação, muitos sites de notícias e de grandes empresas, começaram a utilizar o WordPress devido a sua facilidade.

Por ser o mais popular, obviamente o WordPress é o CMS que possui mais plugins e temas disponíveis. A variedade é bem grande, o que melhora ainda pelo serviço ter uma comunidade bastante ativa, o que ajuda na resolução de problemas e conhecimento de novas ferramentas para sites e blogs.

Editar e atualizar o site é bastante fácil e rápido e por isso, a maioria dos internautas e empreendedores preferem criar seus sites e blogs pessoais através do WordPress. O serviço é recomendado para sites mais simples, que não precisem de tantos cuidados técnicos, mas que queiram passar o mínimo de profissionalismo, tendo um visual limpo e organizado. A plataforma é ideal para os iniciantes.

Joomla

O Joomla tem 13 anos no mercado digital. O serviço é considerado um intermediário entre o WordPress e o Drupal, por ser uma plataforma que une diversos recursos a uma facilidade de edição.

Para quem não conhece o Drupal, ele também é um CMS, mas por ter recursos mais avançados, é indicado para quem já tem conhecimento em programação e por isso não tem uma aceitação muito grande no mercado.

Com isso, o Joomla faz essa ponte, sendo um meio termo entre a complexidade do Drupal e a simplicidade do WordPress, sendo bastante eficiente e também contando com diversos temas e plugins. O serviço é mais recomendado para quem deseja criar uma loja virtuais ou sites institucionais.

Quais são as semelhanças e diferenças entre as plataformas?

A primeira e principal semelhança entre estes serviços é que ambos são gratuitos. Criando seu site através das plataformas, você só terá que contratar um serviço de hospedagem e também alguns plugins, caso seja necessário.

É importante frisar que no Joomla, os plugins são chamados de extensões, mas no fim os elementos têm o mesmo objetivo, sendo recursos adicionais que podem deixar o seu site ou blog mais atrativo. Em relação ao número de plugins disponíveis, o WordPress é bem superior ao plugin. Cerca de 45 mil plugins estão disponíveis na plataforma contra apenas 7 mil no Joomla.

Confira também quais são os melhores plugins para WordPress.

Apesar da diferença em números, ambos possuem plugins diversos que atendem a várias necessidades. Outra semelhança entre as ferramentas, é que apesar de gratuitas e de terem plugins gratuitos, alguns plugins são pagos, alguns são bastante caros inclusive, mas na maioria das vezes, geram um bom retorno de investimento.

Ambos os serviços também são fáceis de serem instalados e integrados com qualquer plano de hospedagem e também permitem aos usuários fazer uma boa personalização nos temas. A diferença neste caso é que enquanto o WordPress tem um diretório de temas prontos disponível para os usuários, o Joomla não faz isso. Para achar um tema, na plataforma é preciso procurar na internet e fazer o upload dentro da ferramenta para poder customizá-lo.

Mesmo com essa desvantagem, quando o assunto é personalização, o Joomla é mais vantajoso. O serviço é mais flexível e dá uma maior liberdade aos usuários na hora deles editarem o conteúdo, com mais opções de personalização para o seu site.

Isso é importante, já que por conta das maiores possibilidades de edição e manipulação do layout, é possível dar um upgrade no seu site no futuro, sem muitas dificuldades. É possível, por exemplo, mudar o ramo do projeto, adicionando ou retirando funcionalidades e editando o layout de ponta a cabeça.

Por mais que para fazer uma edição mais rebuscada seja mais difícil, com um pouco de tempo o usuário pegará a “manha” do Joomla e atualizar o site de forma prática e rápida. No WordPress, ao escolher um tema, o seu site fica preso aquele formato, sem muitas possibilidades de mudança.

Qual é o melhor?

Depende do tipo de projeto que você quer desenvolver. Como já ditos acima, o WordPress é melhor para blogs e sites mais simples. O Joomla é mais abrangente para grandes portais de notícias, fóruns e lojas virtuais.

No mais, ambos os serviços são fáceis de serem utilizados e são bastante eficientes. O ideal é contratar um plano de hospedagem que suporte as duas plataformas para poder testar qual é a melhor para o seu site.

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog e conheça nossos planos de Hospedagem WordPress.

Gostou de nosso post? Compartilhe: