Diferença entre Varnish e Nginx

Diferença entre Varnish e Nginx

Categoria: Hospedagem de Sites

08/09/2016 às 14:09

Varnish e nGinx: qual a diferença? Saiba tudo!

 

Varnish e nGinx, já ouviu falar dessas aplicações? Para quem está acostumado com marketing digital e desenvolvimento de sites, os dois recursos trazem ótimos benefícios. Ambos fazem toda diferença na estrutura de um site, sobretudo para correção de problemas, proporcionando um ótimo e eficiente ambiente de acesso ao usuário.

Mas, então: qual a diferença entre Varnish e nGinx? Qual é o melhor? Para tirar essas dúvidas e te ajudar a escolher a melhor alternativa, preparamos esse artigo com todas as informações sobre os dois sistemas. Acompanhe e saiba tudo!

 

O que é Varnish Cache?

Varnish Cache é um acelerador de aplicações web que ideal para o carregamento e velocidade de um site. Também é usado como proxy HTTP reverso e inclui capacidades de balanceamento de carga, utilizando a própria memória RAM para evitar que o servidor consulte a mesma operação várias vezes.

Esse recurso usa VCL como a linguagem interna para expandir as suas características de acordo com as necessidades da aplicação, permitindo que os desenvolvedores programem conteúdos específicos, a partir do material de armazenamento em cache que será servido.

Ou seja, deixa a tarefa de decidir o que é armazenado na memória e o que é paginada para disco e sistema operacional. Isso ajuda a evitar a situação em que o SO inicia cache de dados enquanto eles são movidos para o disco pela aplicação, facilitando todas as ações e deixando o site mais rápido e sem lentidão.

Para ter uma ideia, o Varnish é utilizado por sites populares gringos, como Wired, Slideshare, SoundCloud, Weather.com, Business Insider, entre muitos outros.

É uma opção bem interessante para empresas que têm servidor dedicado. Pode ser instalado e configurado facilmente, e mesmo que você tenha dúvidas, dá para contar com o suporte de sua empresa de hospedagem para fazer tudo de forma rápida e eficiente.

Quer saber mais sobre o Varnish Cache? Leia o artigo "Como usar o Varnish Cache"  

 

O que é nGinx?

nGinx (na pronúncia, EngineX) é um servidor de alta performance web/proxy que alimenta os sites mais movimentados e pesados de tráfego do mundo, tanto que cresceu muito ultimamente. Ele inclui recursos de cache para conteúdo estático e dinâmico, além de ser configurado como proxy para outros servidores web, como o Apache, Lighttpd, Cherokee, entre outros. Além disso, é 100% compatível com tecnologias como Python, Ruby, NodeJS, PHP, etc.

Muitos sites populares usam esse recurso, como Airbnb, Dropbox, MaxCDN, Netflix, Ted, WordPress, Zynga, entre milhões de domínios. É considerado bem rápido e fácil de configurar, seguindo uma documentação e configuração específica – você também pode contar com o suporte da sua empresa de hospedagem para isso.

Saiba ainda mais no nosso Post "Nginx performance"  

 

NGinx x Varnish: dá para comparar? Qual é o melhor?

Segundo especialistas e testes de muitos sites do exterior, a comparação entre os dois recursos vale se você estiver usando a aplicação como proxy reverso. Agora, no caso de servidor web completo, com balanceamento de memória e otimização da estrutura em si, não vale considerá-los ‘rivais’.

O que se sabe é que o nGinx é considerado por muitos desenvolvedores como a solução total para todas as suas necessidades de servidor (servidor web, cache de estática e dinâmica, balanceamento de carga + proxy de e-mail) e o Varnish como outro mecanismo de proxy cache. A ideia, então, seria começar usando o Varnish para depois partir para o nGinx, no caso de um site mais robusto e que precisa de um sistema impecável e garantido – não que o Varnish não proponha isso, mas o nGinx é estruturado para grandes corporações.

Tanto um quanto o outro pode ser usado como proxy cache reverso, também para o balanceamento de carga entre dois ou mais servidores Apache que vai entregar o conteúdo dinâmico. Embora o nGinx seja melhor em tarefas estáticas, como proxy cache, o Varnish também não fica atrás.

Já no caso de uma loja virtual, que precisa para criptografar dados pessoais e informações de cartão de crédito, é necessário antes de tudo instalar um certificado SSL, para garantir que seu site é confiável e o usuário está em um ambiente seguro. O nGinx suporta SSL, SPDY e HTTP/2 por padrão. Já o Varnish não suporta SSL com SPDY ou HTTP/2 – eis uma diferença considerável.

Saiba ainda mais no nosso Post Nginx performance   

Além disso, ele gasta mais CPU e memória RAM, fato que fica latente no uso de servidores de nuvem, indo contra o objetivo de muitos programadores e desenvolvedores em garantir o baixo consumo de recursos do sistema, embora seja mais flexível.

Muita gente considera que nGinx tem uma curva de aprendizado rápida, além de ser um servidor Web nativo, enquanto o Varnish é apenas uma camada proxy cache. E como a maioria das questões e características do uso do Varnish são perfeitamente feitas pelo outro, fica a questão: será que vale realmente perder tempo com um sendo que há uma opção mais robusta, interessante e que, com certeza, será necessária no futuro, com o crescimento do site?

Nesse ponto, o nGinx torna-se uma alternativa perfeita não apenas para sites que precisam de muita estrutura de sistema, mas pode ser comum a todas as páginas, não há problema nenhum nisso. E, como não dá para ficar atrás quando se trata de tecnologia, internet e marketing digital, torna-se mais eficiente sua escolha do que o Varnish.

Bom, baseado em muitas experiências, grande parte dos desenvolvedores preferem o nGinx como servidor web, justamente pela sua versatilidade, performance e desempenho, ideal para executar todas as tarefas. Imagine o site da Netflix, uma das maiores empresas de entretenimento do mundo. É preciso contar com um sistema grandioso, que proporcione uma experiência incrível e livre de erros ao usuário, por isso eles escolheram o nGinx.

 

Então, e agora o que usar?

O nGinx é mais completo, o Varnish é um complemento para aplicações muito pesadas, por isso por padrão o nGinx é usado por defaults em nossas configurações, já o Varnish usamos em casos específicos que precisam de configurações a parte.

Como frisado, tanto o NGinx quanto o Varnish Cache tem boas funcionalidades, resta você decidir qual é melhor para as necessidades de seu site, ou, deixe nossas configurações altamente otimizadas decidir por você :)

Fique atento na plataforma, seu crescimento e quais as possíveis otimizações. Assim, você consegue ter a total certeza de qual aplicação será fundamental para seu negócio online.

Esperamos que tenha ficado claro para que serve cada recurso. Se tiver alguma dúvida, deixe um comentário no post.

Até mais!

Talvez você goste

Top