Porque o seu site pode estar em risco com a versão desatualizada do php?

Porque o seu site pode estar em risco com a versão desatualizada do php?

24/08/2017 às 16:00WordPress

Seja qual for o projeto, você não pode deixar de lado a segurança da sua aplicação, se você usa o php como sua base para todos eles, sabe que sempre são lançadas correções e atualizações de segurança dos frameworks, por exemplo, e você é sempre orientado a seguir a atualização de todos eles sempre. Mas isso não se resume apenas a aplicação, mas se você está em um servidor desatualizado, os problemas podem ser ainda maiores, vamos reunir algumas dicas que você precisa saber para evitar problemas para você ou seus clientes.

Estamos sempre escrevendo sobre as vantagens do php e a importância de ter uma rotina de desenvolvimento adequada, como por exemplo a importância da manutenção dos seus sites php, ou a compatibilidade do seu site php com seu provedor de hospedagem, dessa forma você podefazer tudo para que sua aplicação não sofra com problemas que podem tomar seu tempo e parar suas atividades diárias, mas não só sua aplicação precisa estar segura, você precisa de uma hospedagem de site de confiança e que preze a prioridade nas atualizações de serviços e servidores.

Verifique a versão do seu PHP

Se você está usando o PHP 7, sinta-se feliz por estar com tudo atualizado e rodando com excelentes resultados nos testes de performance mais atuais, porém você precisa ter absoluta certeza de que não está com versões muito antigas e até mesmo se o seu site está preparado para ser executado corretamente nas versões mais novas do php, nesse caso teremos duas coisas a serem verificadas. No site ofical do php.net você pode encontrar a página Supported Versions, nela estão listadas as versões mais recentes do PHP e seu status atual de desenvolvimento, mas o que isso significa?

Temos essas três situações, onde verde é a versão corrente e que recebe atualizações de melhoria, correção e segurança, laranja indica as versões que não estão mais em desenvolvimento mas recebem correções de segurança e vermelho indica as versões completamente paradas, o que chamam de "End of life", são as versões inseguras e com performance reduzida, se comparadas as versões atuais.

Portanto vale a pena verificar qual versão do PHP você está executando e saber quando é a hora de realizar uma mudança. Você pode acompanhar também um gráfico com o calendário de atualizações e status de cada uma das versões.

Se você tem qualquer versão abaixo da 5.5 está com grandes chances de ter problema uma hora ou outra, já para a versão 5.6 você tem atualizações de segurança garantidas até o final de 2019, mas já é bom começar a planejar a migração o mais breve possível, afinal de contas a versão 7 está muito melhor.

Quais os problemas que você pode ter?

Vamos tentar resumir alguns dos problemas que você pode ter só por estar em um provedor com versões desatualizadas do php, lembrando que são apenas alguns dos problemas.

- Seu site pode ser invadido com mais facilidade, por esse motivo são lançadas as correções de segurança, sesua versão é desatualizada provavelmente possui as falhas que são a porta de entrada para pessoas mal intencionadas.

- Você pode estar gastando muito mais para ter performance aceitável, mas a culpa disso pode ser por versões antigas do php que não estão otimizadas para algumas das novas funções que muitos gerenciadores de conteúdo trazem atualmente, então você acaba precisando pagar mais caro para aguentar a carga que o seu site está gerando.

- Seu site pode parar de funcionar a qualquer momento, principalmente se você usa gerenciadores de conteúdo que estão em contante desenvolvimento, alguns dos recursos podem parar de funcionar a qualquer momento por não serem mais suportados por versõesantigas do php.

- Seu site pode ser usado para fins ilicitos, quando invadido, um site pode ter seu conteúdo apagado, redirecionado ou até mesmo estar intácto visualmente mas repleto de links maliciosos, arquivos comprometidos e estar espalhando esses problemas de alguma forma, o que além de resultar em problemas de segurança, desempenho e algumas vezes punições no Google.

Como solucionar esse problema?

A resposta é muito simples, buscar um novo provedor de hospedagem que oferece versões mais atuais do php e livre você dessas ameaças que podem por em risco o seu negócio a qualquer momento. Vários são os serviços que podem te oferecer mais recursos e atualizações, como é o caso de um Cloud Gerenciado, além de versões atualizadas do php, você conta com diversos outros recursos que vão te ajudar a manter mais foco no seu negócio do que na sua estrutura de hospedagem.

Se você não sabe como começar essa mudança, procure seu provedor e inicie sua migração, na ISBrasil por exemplo você pode testar o serviço de hospedagem de site por 30 dias, sem qualquer custo, tudos os servidores estão atualizados para a última versão do php além de trazerem centenas de configurações e melhorias que você não encontra em outros servidores.

Conclusão

Você agora já sabe dos problemas que pode ter quando está com seu php desatualizado, podem ser pequenos problemas ou até mesmo podem tirar seu site do ar e acabar influenciando negativamente o seu negócio, então fique atento as dicas e não perca nossos próximos artigos.

Gostou de nosso post? Compartilhe: