Não caia na cilada: 7 sinais de que o freela é fria

23/03/2019 às 18:41 Ajuda

Não caia na cilada: 7 sinais de que o freela é fria

Decidir seguir uma carreira como freelancer não é simplesmente “largar tudo”. Trabalhar como autônomo exige muita disciplina, engajamento e, principalmente, força de vontade para encarar as adversidades que aparecem a todo tempo.

O profissional freelancer acaba percebendo quais são os melhores trabalhos para ele e como pode fazer com que eles valham a pena.

Mas e quanto aos que estão começando? Foi pensando neles que criamos a lista de 7 sinais de que o freela é fria. Veja aqui o que pode te ajudar a evitar uma grande dor de cabeça e fazer com que você foque em bons clientes.

Freela que exige pagamentos antecipados

Você já se deparou com algum cliente que pede um pagamento de “caução” para ter certeza de que seu trabalho seja entregue? Apesar de parecer absurdo, existem muitos que fazem isso.

E existem também muitos freelancers que, infelizmente, acabam caindo nessas ciladas com a esperança de ter um bom job, já que essas propostas normalmente são bastante tentadoras, envolvendo um trabalho fácil e que paga muito bem.

Mas apesar da tentação, sempre desconfie desse tipo de trabalho. Quando um pagamento antecipado é exigido, é um claro sinal de que o freela é cilada.

Cliente que se comunica mal

Clientes que não sabem dizer exatamente o que querem de você, normalmente acabam causando problemas. A grande questão é que você quer realizar o trabalho, mas muitas vezes, por mais que você faça diversas perguntas, a comunicação do cliente simplesmente é péssima.

E o que você deve fazer nesse momento? Não há muito o que fazer se não mais perguntas ou tentar realizar o trabalho o mais próximo possível do que você entendeu.

Um grande problema que costuma surgir nesses casos é quando o cliente exige uma série de alterações que não estavam conversadas anteriormente e você acaba tendo um trabalho dobrado.

Você conhece o nosso serviço de Hospedagem de Site? O plano básico de hospedagem é o produto ideal para quem está começando na internet, os planos são a partir de R$ 9,90 (pagamento mínimo trimestral para esse plano).

Cliente que não cumpre prazos

É certo que você, como freelancer, precisa cumprir todos os prazos que forem previamente conversados e estipulados para que você possa ter uma boa imagem dentro do mercado.

Mas quando você depende de matérias que o cliente disponibiliza ou mesmo de um feedback para realizar alterações e ele não cumpre com os prazos, o trabalho pode se tornar uma grande dor de cabeça.

Nada pior do que um trabalho que fica “preso”, não é? E esse respeito a prazos também vale para pagamentos, imagina fazer um trabalho onde seu cliente promete um pagamento e não cumpre?

Trabalho que você não vê sentido

Imagine realizar por meses ou até por anos um trabalho no qual você não vê sentido? Esse é um sinal de que o freela pode ser uma fria porque quando você chegar ao fim, de nada ele vai ter acrescentado à sua experiência profissional.

É claro que você sempre pode absorver coisas boas de tudo o que passa pela sua vida, mas é melhor quando você faz um trabalho que gosta e que pode agregar diretamente para o seu portfólio ou para avançar em sua carreira.

O cliente espera que você esteja sempre à postos

Um dos grandes problemas de trabalhar como freelancer é parecer ter disponibilidade o tempo todo para lidar com clientes, o que não é exatamente verdade.

Claro que existem muitas situações em que você acaba trabalhando fora do que é considerado horário comum, mas quando surge um cliente que te requisita até nos momentos mais inoportunos, esse é um grande sinal de que o freela é fria.

Nesse caso, uma conversa franca é o melhor a se fazer antes que a situação piore e você vire um empregado exclusivo do cliente.

Cliente que pede trabalho de teste de graça

Não leve a mal, a maioria dos trabalhos, principalmente os fixos, vão te pedir um trabalho de teste. Mas os que realmente valem a pena, irão pagar por esse trabalho.

Nossa dica aqui é bastante simples: Sempre desconfie de clientes que pedem trabalhos de graça como testes. Muitas vezes eles podem até te contratar depois, mas você sempre vai correr o risco de você não passar no teste e acabar tendo trabalhado de graça.

Ao mesmo tempo que isso é um grande problema, a melhor forma de resolve-lo é simplesmente não aceitar trabalhos dessa forma.

Clientes que sempre pedem mais

Isso tem muito a ver com um tópico que já citamos anteriormente, sobre os clientes que não sabem se comunicar muito bem.

A grande diferença desse caso é que aqui os clientes podem até se comunicar bem, mas normalmente deixam você entregar apenas o que pediram para te entregar mais trabalho pelo mesmo preço.

Essa é uma prática comum de quem pede por um serviço, mas na verdade quer algo a mais pelo mesmo preço. É necessário ficar atento e combinar muito bem com o seu cliente sobre o que vai ser entregue para que isso não se torne um grande problema também.

Esses 7 sinais de que o freela é fria são apenas algumas das várias adversidades que podem aparecer na carreira de um freelancer.

São coisas que o profissional aprende com o tempo, mas artigos como esse ajudam a ter uma ideia melhor do que ele pode esperar e de como evitar situações que possam te decepcionar.

Não fique confuso ou chateado, esse tipo de situação vai aparecer o tempo todo. É algo comum quando falamos em profissionais autônomos.

O segredo é continuar em frente, reunindo todo o seu conhecimento sobre o mercado e sobre a sua área para que esse tipo de situação seja cada vez mais raro.

Gostou de nosso post? Compartilhe: