Erros que Acabam com o Engajamento da sua Fan Page

Erros que Acabam com o Engajamento da sua Fan Page

26/09/2017 às 15:33Marketing

A uma marca que resolve migrar seus negócios para o mundo virtual não basta apenas ter um site de sucesso, mas é preciso que ele agregue ao negócio, um perfil nas redes sociais, como é o caso de ter uma fanpage no Facebook.  Quando se cria uma página direcionada à visibilidade e à disseminação positiva de seu conteúdo, em favor da venda de seus produtos e serviços, a expectativa é de que novos clientes sejam fidelizados e de que os antigos fiquem ainda mais satisfeitos, pois, esse é o foco do marketing digital no seu e-commerce.

O Facebook contém muitas ferramentas em seu favor e que estão constantemente em atualização. Reações, comentários, compartilhamentos e curtidas indicam o sucesso de sua fanpage, já que estão diretamente relacionados a sua taxa de conversão; caso isso não esteja acontecendo, é preciso prestar atenção se você não está errando em algum aspecto. Pode não ser apenas um problema de planejamento, de qualidade do conteúdo, de falta de investimento ou qualquer outro detalhe que passou despercebido; você pode saber mais sobre como satisfazer os seus clientes, adquirindo gratuitamente o e-book

1 – Persona ignorada: para toda publicação na fanpage de sua empresa, a persona a que se destina deve ser considerada. Uma linguagem próxima e uma abordagem direcionada a seu público é fundamental para o engajamento da marca. Pensar em perfis e interesses distintos na hora de elaborar o seu conteúdo é fundamental para a venda online. Além do mais, conhecer o seu público é a maneira mais básica de pensar em ações direcionadas a ele, e que extrapolam a página do Facebook. Por exemplo, a elaboração de um Email Marketing para seus clientes é uma forma de comunicação e de disseminação de seu conteúdo, para saber mais sobre a oferta desse serviço, sua ação é personalizada e atende diretamente às necessidades de seu e-commerce;

2 – Seguidores ignorados: se o Facebook é uma rede social, as pessoas que interagem na fanpage devem ser lembradas. Se os seguidores comentam, curtem ou compartilham o seu conteúdo, é preciso respondê-los, seja no próprio corpo da mensagem, seja pela mensagem privada. Atente-se às dúvidas, elogios e sugestões dos seguidores e repense seus métodos a partir disso, essa é a contrapartida de sua marca;

3 – Postagens com críticas e reclamações excluídas: comentários negativos não são aprazíveis, mas não podem ser ignorados e muito menos apagados. Ter o bom senso e a capacidade de filtrar a fundamentação desses textos deve fazer parte dos princípios de sua marca. Seja profissional com os clientes insatisfeitos, busque suas razões e resolva o problema do jeito mais conveniente para os dois lados. Essa postura não apenas atribuirá familiaridade e credibilidade à sua marca, como também fará com que o cliente atendido a divulgue positivamente em suas redes sociais, recomendado seus serviços e elogiando a sua contrapartida. Fazer da reclamação um meio de se aperfeiçoar é o grande segredo, uma empresa que está disposta a ouvir seus consumidores e sanar suas questões é uma empresa de sucesso;

4 – Tratar sua empresa como o centro do universo: a publicação de muitas postagens exaltando sua marca e seus produtos nem sempre é algo atrativo para o público. É possível fazer um post com autopromoção, todavia, ele deverá vir agregado a algo que satisfaça e acrescente aos clientes. Pode ser educativo, engraçado, informativo ou curioso, desde que desperte a atenção e as curtidas dos usuários. Disputar o feed de notícias de seus seguidores é algo muito difícil, se não há conteúdo relevante, ele não vai para o topo, logo, não gera engajamento. A regra é básica: 80% das postagens vem com conteúdo mais voltado para o consumidor e 20% mais comercial;

5 – Chuva de postagens: é muito chato para seus seguidores ter postagens seguidas de sua fanpage na timeline. Esse excesso provoca o efeito contrário do engajamento, pois, os usuários desabilitam o recebimento de suas notificações e a visualização de suas postagens. Esse tipo de spam no Facebook desperdiça tempo e conteúdo de seu marketing, pensar na qualidade e menos na quantidade é fundamental nessa hora, seguindo a dica de 5 conteúdos relevantes por semana;

6 – Publicações com formatos engessados: publicações que só têm foto e link sempre junto à postagem não dá a empresa a possibilidade de saber se outros formatos gerariam mais fidelização, pois, nada foi comparado. Os públicos são diversificados, com gostos e usos diferentes na rede social. Há quem prefira os vídeos e há quem prefira os textos, é preciso lhes dar uma opção e testar o que funciona melhor em sua fanpage;

7 – Excluir a experiência mobile: a maior parte das pessoas se conecta imediatamente à internet pelo celular ou tablet. Não pensar nesse público e não configurar suas postagens de modo que o acesso desse perfil seja agradável é dispensar engajamento;

8 – Falta de timing e de feeling: uma fanpage é um lugar de discussão e de repercussão, saber a hora certa de lançar uma polêmica, um meme ou uma notícia é crucial para agregar fidelizações. Apresentar sua marca, seus produtos e serviços a partir de um assunto em voga é interessante e criativo, e mostra que você está antenado nas principais notícias;

9 – Não investir em anúncios: ainda que acha o crescimento de forma orgânica, o investimento financeiro em anúncios no Facebook é uma ótima opção de alcance, pois, essa é uma rede social que prioriza o faturamento e uma boa experiência para os seus usuários. A ferramenta de anúncios do Facebook é válida pela segmentação que ela oferece, podendo suas publicações serem diretamente direcionadas para um perfil específico e, logo, gerar um engajamento assertivo. Esse tipo de investimento torna a campanha de sua marca muito mais produtiva;

10 – Não acompanhar seus resultados: há várias maneiras de monitorar e medir a eficiência das ações de marketing em sua fanpage. Saber se o engajamento é bom ou não pode ser respondido por esses números. Na aba dedicada às informações das atividades da página estão disponíveis e abarca os dados de engajamento, as conversões em campanhas de anúncios, o perfil de seus seguidores, entre outras coisas. Essas informações te ajudam a segmentar as postagens que mais funcionam e a redefinir as suas prioridades de publicidade da empresa. Ignorar essas métricas é estagnar a sua possibilidade de engajamento. Veja também como fidelizar clientes com email marketing e saiba como estar sempre junto com seus clientes.

Gostou de nosso post? Compartilhe: