Não perca a nossa BLACK FRIDAY, descontos REAIS e VITALÍCIOS de 50% OFF SAIBA MAIS!

Designer freelancer: como sair das plataformas e ser independente?

Designer freelancer: como sair das plataformas e ser independente?

23/10/2017 às 09:12Ajuda

Conheça dicas preciosas sobre como o designer freelancer pode conseguir trabalho com clientes próprios e não ficar preso às plataformas. Todos os profissionais que buscam qualidade de vida têm investido todo seu potencial em trabalhos remotos de forma freelancer. Esse tipo de trabalho não exige a obrigatoriedade de bater cartão de ponto todos os dias na empresa, além de diversas outras vantagens. Um dos profissionais que algumas empresas mais procuram é o designer freelancer, ou seja, aquele profissional versátil que presta serviço para várias empresas ao mesmo tempo. Mas se você é um designer freelancer, está preso as plataformas de trabalho e quer conquistar seus próprios clientes, continue lendo esse artigo até o final e veja como fazer isso através de algumas dicas.

O que é um trabalho remoto?

Trabalho remoto é aquele que permite ao profissional freelancer trabalhar em qualquer lugar em que ele tenha acesso a um computador e à internet. Pode ser sentado em uma cadeira na praia, em um quarto de hotel ou até em uma pousada. Todos esses lugares podem se tornar o seu escritório. Para as pessoas que fazem a opção por esse tipo de trabalho, vantagens é que não faltam como mais proximidade com a família, maior flexibilidade de tempo e um aumento na qualidade de vida em geral.

Em contrapartida, a responsabilidade com os clientes é o ponto chave da questão. Uma vez que foi combinado a entrega de um determinado trabalho, o freelancer tem que se organizar para entrega-lo dentro do prazo para seu cliente. Mas como o designer freelancer pode conseguir seus clientes?

Construa um portfólio

Essa é uma ótima dica de como o designer freelancer pode sair das plataformas e se tornar independente. Mesmo que você seja um designer iniciante, é importante reunir todos os seus trabalhos acadêmicos e profissionais já realizados em um documento conhecido como portfólio. Por meio desse material é possível apresentar a seus futuros clientes todo o seu potencial profissional para que eles vejam a qualidade do seu trabalho. Seja de forma digital ou impressa, o portfólio deve conter seus melhores trabalhos separados por categorias. Leia mais sobre outros assuntos clicando em Passo a passo para criar o seu Blog

Esteja presente nas redes sociais

Para que o designer freelancer saia das plataformas e se torne independente é necessário divulgar seu trabalho. Para isso, nada melhor do que as redes sociais. Crie perfis profissionais em todas as redes sociais e aumente os canais de comunicação dos clientes com você. Marque presença no Facebook, Instagram, Linkedln e qualquer outra rede social que tenha alguma relação com sua profissão. Invista em publicações que ofereçam algum tipo de conhecimento ao seu público-alvo e divulgue seus trabalhos. Cuidado para não confundir um perfil pessoal com um profissional e lembre-se de que nem todo mundo precisa saber tudo sobre sua vida e não misture condutas profissionais com pessoais, senão a coisa vira uma bagunça.

Aproveite todos os seus contatos

A famosa propaganda boca a boca ainda faz muito sucesso em qualquer área de atuação. Essa é outra dica para o designer freelancer sair das plataformas e se tornar independente. Aproveite seus contatos da faculdade, das empresas que você já prestou serviço ou até de outros profissionais que você já trabalhou e diga que você está em busca de trabalhos freelancer. Se você buscar apoio em sua rede de contatos, os primeiros trabalhos podem começar a surgir com indicações de conhecidos. Para ter um diferencial perante seus concorrentes, tenha um cartão de visitas e entregue-os a cada contato feito. Dê alguns cartões a mais para eles possam repassar para outras pessoas. Que tal ler nosso post sobre Dicas de SEO para WordPress

Tenha um tabela de preços dos serviços

Você deve estar por dentro dos valores praticados pelo mercado em relação aos seus serviços de designer para não cobrar caro demais ou barato demais. Realize uma pesquisa e leve em consideração sua experiência profissional e formação técnica na área para elaborar um preço que seja justo para você e para seu cliente. Faça uma tabela detalhada que contenha todos as informações relevantes e a apresente para seus clientes em potencial. Não se esqueça de colocar algumas promoções no caso da contratação de uma grande demanda de serviços. Seja claro em tudo o que disser para o cliente não ficar na dúvida e preferir contratar o seu concorrente.

Aproveite que você já leu até aqui e baixe nosso e-book totalmente grátis.

Participe de eventos da área

Essa é mais uma importante dica para o designer freelancer sair das plataformas e se tornar independente. Participe de eventos da área, pois é um local propício para se conseguir alguns trabalhos freelancer. Em eventos, estão reunidas empresas de design e profissionais, o que pode ser um prato cheio para você conhecer mais sobre a área, fazer seus contatos e, de quebra, tentar arrumar algum trabalho freelancer. Leve sempre seus cartões de visita em qualquer evento ou palestra que você participar. Se for viável, leve também seu portfólio. Muitas empresas procuram profissionais em eventos, workshops, feiras e similares. Fique esperto e não deixe de participar, combinado? Conheça mais sobre os serviços oferecidos por nossa empresa em Hospedagem com WordPress

Tenha preço justo

É claro que nem todos os clientes vão aceitar o preço cobrado por você. Antes de colocar o preço para determinado serviço, faça as seguintes perguntas: tenho capacidade total para fazer esse trabalho com a máxima qualidade? a minha formação técnica é suficiente? quanto tempo de experiência eu tenho na área?  consigo cumprir com o prazo combinado? Dependendo das suas respostas é que você pode colocar um preço justo no serviço para seu cliente. Uma boa dica, se você está iniciando na área e ainda não tem muita experiência, é cobrar um preço um pouco mais baixo afim de conquistar a confiança do cliente e conseguir o trabalho. Lembre-se de que nada é fácil no início e é preciso muita persistência de sua parte para que você seja um profissional de sucesso.

Ainda tem dúvidas sobre como designer freelancer pode sair das plataformas e se tornar independente? Sem problemas. Em nosso blog você pode ler mais sobre esse e outros assuntos. Para nós o cliente sempre vem em primeiro lugar e não medimos esforços para prestar um atendimento de qualidade.

Gostou de nosso post? Compartilhe: