4 Dicas de Segurança que todo Programador precisa exercitar

05/11/2018 às 18:29 Ajuda

4 Dicas de Segurança que todo Programador precisa exercitar

A vida de um programador definitivamente não é fácil, ainda mais quando se trabalha por conta e para diferentes tipos de clientes.

Além de precisar atender a exigências de diversas formas, cumprir prazos e ter tempo para estudar mais na sua área, você também precisa ter um cuidado especial com a segurança do trabalho que você realiza.

Nada pior do que programar um site e não ficar atento a algumas questões de vulnerabilidade que podem comprometer o cliente e, consequentemente, o seu próprio trabalho.

Foi pensando nisso que hoje fizemos uma lista com 4 dicas de segurança que todo programador precisa exercitar. Se você ainda não as conhece, confira agora e comece a utiliza-las!

Não confie demais em senhas

Nessa nossa primeira dica de segurança que todo programador precisa exercitar, falaremos da tão polemica questão da senha. Afinal, até que ponto podemos confiar?

Bom, todo mundo conhece o problema com senhas, mas ninguém conhece uma solução melhor do que elas. As pessoas esquecem suas senhas, escolhem aquelas que são simples demais e as reutilizam repetidas vezes. No entanto, nenhuma outra solução é tão flexível ou simples.

É sempre possível adicionar ainda mais segurança com hardware especial que bloqueia as chaves criptográficas, por exemplo. O grande problema é que eles são caros e fáceis de perder, o que acaba gerando um outro tipo de problema.

Existem também sites que rastreiam os endereços IP que você usa para entrar em seus serviços. Se você abordar o sistema a partir de endereços desconhecidos, eles enviam um e-mail para confirmar se é realmente você.

O próprio Google já faz isso há algum tempo.

Nenhuma dessas opções é perfeita, mas elas são melhores do que apenas depender de uma senha.

Você precisa saber que uma sequência de letras tem suas limitações, mesmo que algumas tenham a mistura certa de letras maiúsculas e minúsculas, números e sinais de pontuação. Encontre alternativas para melhorar a segurança.

Leia também: Hospedagem ilimitada existe?

Limite privilégios

Outra coisa que você tem que ter em mente é que nem todos que vão utilizar o sistema conhecem tão bem a linguagem como você, ou seja, eles podem acabar cometendo erros que para você seria uma coisa simples, mas que pode acabar se tornando um pesadelo para as empresas.

Deixar algumas “portas abertas” para facilitar o seu trabalho pode ser uma boa ideia, mas é sempre necessário lembrar que muitas pessoas que não conhecem o trabalho podem acabar passando por essa porta.

E embora deixar determinadas portas abertas seja uma maneira simples de lidar com tarefas futuras e evitar a criação de bloqueios para usuários e funcionários do sistema, as portas abertas costumam ser o primeiro caminho que é abusado.

Um bom princípio é dar ao código e às pessoas a menor quantidade de privilégios necessários para realizar o trabalho. Isso pode evitar muitas dores de cabeças futuras.

Já conhece o nosso serviço de Hospedagem de Site? O planos básico de hospedagem é o produto ideal para quem está começando na internet, com preços a partir de R$ 9,90 (pagamento mínimo trimestral para esse plano).

Teste nossa Hospedagem de Site por 30 dias sem nenhum custo. Aproveite a chance e confira todos os beneficios que você pode ter!

Crie fail-safes internas

Uma fail-safe é uma falha de segurança criada propositalmente para caso gerar uma resposta se ocorrer outro tipo de falha.

É um recurso muito utilizado em diversos setores e pode ser uma excelente dica de segurança que todo programador precisa exercitar.

Ao trabalhar no desenvolvimento de um site ou de um aplicativo, é importante entender como os procedimentos de negócios funcionam em conjunto com o aplicativo ou o site.

Por exemplo, negócio online que lida com o recebimento de mercadorias, é fundamental que um usuário possa verificar as mercadorias recebidas em relação às mercadorias que foram solicitadas.

Em muitos casos, isso não será a mesma pessoa, principalmente em empesas maiores. Criar fail-safes internos ajuda a reduzir os prejuízos que seu cliente pode ter com essas mercadorias materiais.

É uma forma de garantir a segurança e um bom projeto dentro e fora da internet.

Tenha a segurança como um hábito

Podemos afirmar que essa nossa última dica é a mais importante para que todo programador entenda a importância da segurança no seu trabalho.

Desenvolva uma cultura da segurança como valor interno. Crie o hábito de fazer isso ser uma prioridade para você. Muitas vezes os clientes não irão perceber o quão seguro estão com o seu trabalho, mas pode ter certeza de que, se eles estiverem inseguros, eles não irão gostar nem um pouco.

Então, se esse é sua obrigação, faça com que a segurança seja uma prioridade para você.

Além disso, também é importante adotar uma cultura de segurança que evolua ao longo do tempo com novas tecnologias (e quando novos processos são desenvolvidos para atender às necessidades de cada cliente).

Incentivar o seu cliente a criar esse tipo de hábito também é uma estratégia bastante interessante. Primeiramente porque mostra o seu comprometimento com a segurança do seu trabalho, além de ajuda-los a lidar com questões que poderão surgir ao longo do caminho.

Nada melhor do que estar totalmente esclarecido e deixar o seu cliente completamente satisfeito, não é?

Leia também: Vantagens de criar um blog

E aí, o que achou das nossas 4 dicas de segurança que todo programador precisa exercitar?

Saber proteger o site do seu cliente da maneira correta não significa apenas fazer um trabalho bom, mas também garantir que a sua carreira possa ser elevada, além do negócio do seu cliente.

É claro que todos nós somos passiveis de erros e que, eventualmente, eles acabam acontecendo.

Porém, diferente de pequenos erros são desatenções que podem acabar gerando prejuízo financeiro e profissional.

Seguir essas dicas vai com certeza te ajudar a subir na sua carreira de maneira sólida e sem preocupações.

Pesquisa, estude e sempre busque por mais dicas como essas para que você possa estar em constante evolução.

Gostou de nosso post? Compartilhe: