O valor da flexibilidade para um freelancer

12/01/2020 às 08:19 Ajuda

O valor da flexibilidade para um freelancer

Maria tinha que todos os dias acordar às 5h30 da matina, engolir alguma coisa como café da manhã, tirar o carro da garagem e enfrentar quase duas horas no trânsito para estar no trabalho pontualmente às 8h.

No final do expediente, por volta das 17h, uma nova maratona a esperava para chegar em casa e, no outro dia, começar tudo de novo. Até a hora em que Maria sofreu um estresse agudo e decidiu que era o momento de repensar sua vida. Ela então passou a ser autônoma e adotou uma forma de trabalho que muita gente, em busca de flexibilidade e qualidade de vida, vem aderindo cada vez mais: o freelancer, ou profissional liberal.

Se você se reconhece como Maria e pretende ou já é um freelancer, sabe que ter horários flexíveis para poder organizar a vida à sua maneira é uma das principais vantagens de trabalhar com esse modelo.

As facilidades do mundo digital possibilitaram bastante a popularização desse estilo de trabalho, que já existe desde o século XIX. Diversas profissões aproveitam as novas possibilidades de comunicação através da internet como redatores, fotógrafos, designers, músicos, programadores, jornalistas, pintores, profissionais do marketing, revisores, entre muitos outros.

Leia também: Passo a passo para criar um blog

A flexibilidade de produzir seu trabalho onde quiser, na hora que quiser, no entanto, implica na necessidade de um senso de organização imenso.

As horas passam muito rápido e o risco de se distrair pode comprometer a conclusão do serviço dentro do prazo concordado.

É preciso então usar bem esse tempo valioso para se conseguir êxito a longo prazo e firmar-se como profissional respeitado e bem cotado. Ou seja, assim como ocorre com quem trabalha no modelo tradicional, com CLT, a construção de uma imagem é um elemento essencial e decisivo para que mais pessoas procurem o seu nome e sua carteira de trabalhos cresça. 

Separamos aqui alguns tópicos importantes para falar sobre o valor da flexibilidade para o freelancer. Quer saber quais são eles? Confira agora no texto!

Trabalhar de qualquer lugar

Essa aparece como a principal vantagem para o freelancer. O profissional pode escolher sair de casa para trabalhar em um café, bar, restaurante, ou simplesmente ficar no conforto de seu lar.

Caso escolha trabalhar em casa, certifique-se de que você possui uma estrutura de trabalho estimulante e produtiva, com uma internet de qualidade e um espaço exclusivo para seu ofício.

Além de ter um espaço de trabalho mais conveniente, o freelancer possui o benefício de escolher o melhor horário do dia para sua produção.

A imagem romântica do escritor de frente para uma praia, ocupado na redação de seu texto, pode ser uma realidade. O freelancer pode conciliar viagens, feriados, finais de semana e outras pausas sem perder o ritmo de produção de seu conteúdo.

A dica é manter a disciplina e reservar um horário mais tranquilo de sua viagem para incluir, na sua programação, as demandas de trabalho. Assim, você evita o acúmulo de tarefas e mantém-se em dia com suas metas.

Outra maneira para não atrasar seu ritmo de produção é reservar algumas horas a mais de trabalho antes da aguardada viagem.

Você já conhece nosso serviço de Hospedagem de Site? O plano básico de hospedagem é o produto ideal para quem está começando na internet, os planos são a partir de R$ 9,90 (pagamento mínimo trimestral para esse plano).

Morar no exterior

Quando falamos em valor da flexibilidade para o freelancer, falamos em todos os sentidos, inclusive o geográfico. Muitos freelancers aproveitam a possibilidade de viajar e continuar trabalhando para se tornarem nômades digitais, como redatores, designers e programadores.

Como em tudo na vida, e ainda mais na vida de autônomo, o importante é planejar seus custos. Pense que seu salário será convertido para a moeda do país onde você está, como o Euro e o Dólar.

Além disso, a conversão implica no pagamento de impostos no envio de dinheiro para o exterior, como o IOF. E já pensou em viajar pelo mundo e, no meio de sua trip, simplesmente não conseguir encontrar um local propício para trabalhar? Pois é, essas coisas podem acontecer.

Portanto, pesquise direitinho se o local para onde você vai viajar possui espaços como cafeterias ou lanchonetes. De olho no crescimento desse modelo de trabalho e nas demandas que ele pode trazer, sites como o DesksNear.Me indicam a localização de escritórios e sala de trabalho compartilhados mais próximos de onde você está. 

Diploma ou não?

Muitos serviços de freelancer não exigem diploma, mas a habilidade de desempenhar uma tarefa com competência.

Fotógrafos, designers, programadores e redatores podem atuar como autônomos sem que possuam uma graduação completa. Já em outras formações, como engenharia ou contabilidade, só é possível trabalhar com o diploma de um curso reconhecido.

No entanto, por mais que não exista uma exigência legal de diploma para determinadas atividades, como as da área de comunicação, o próprio mercado filtra quem tem competência ou não.

Em função disso, profissionais não graduados podem encontrar mais dificuldade para obter demandas e passam a cobrar preços inferiores para se manterem competitivos no mercado.

Desse modo, um diploma ajuda a comprovar que você possui uma competência a mais para aquela tarefa. Todas essas questões acabam entrando no assunto do valor da flexibilidade para o freelancer. Afinal, até que ponto vale mesmo a pena?

MEI e freelancer

Para quem se dedica exclusivamente à profissão de freelancer e busca mais segurança jurídica, formalizar-se é a melhor saída.

O MEI, ou Microempreendedor Individual, é a modalidade oferecida pelo governo brasileiro para regularizar a atividade dos empresários que trabalham apenas para si.

Entre outras vantagens, a categoria possibilita o registro no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), que dá ao freelancer a chance de emitir nota fiscal e ficar certinho junto à Receita Federal.

O imposto pago pelo profissional é o Simples Nacional, que o isenta de uma série de encargos como Imposto de Renda, PIS, Cofins, IPI e CSLL e ainda reduz consideravelmente a papelada.

Todo o processo pode ser feito online pelo Portal do Empreendedor.

Profissões em alta

Gosta de escrever? Presta atenção a detalhes nos textos? Curte redes sociais? Então há um bom número de oportunidades esperando por você e ser flexível nos seus talentos pode ser um diferencial competitivo no mercado.

Para os redatores, a demanda por conteúdos escritos é tamanha que uma boa dica é se especializar em um ou dois assuntos. Um bom redator deve dominar a norma culta da língua e ainda utilizar esse conhecimento para revisar outros textos.

Também é possível usar as habilidades de escrita para redes sociais e ainda livros digitais. Faça um bom proveito dos seus talentos para aumentar as chances de novos trabalhos.

Você também pode se interessar: Hospedagem ilimitada existe?

Quando você entende o valor da flexibilidade do trabalho freelancer, pode realmente dar um start em uma carreira promissora e em crescente expansão.

Gostou de nosso post? Compartilhe: