O que fazer para voltar a vender para clientes de e-mail marketing?

14/05/2019 às 09:05 Email Marketing

O que fazer para voltar a vender para clientes de e-mail marketing?

O e-mail marketing é um dos canais de nutrição de leads e vendas mais efetivos das empresas. E quando ele não consegue mais gerar resultados como gerava, a equipe de marketing entra “em desespero”.

Afinal, como assim sua base de e-mail não compra mais seus produtos? É sobre isso que falaremos neste artigo.

Devido a boa efetividade, o e-mail marketing é uma das principais ferramentas de marketing. O serviço costuma trazer um número grande de clientes por um investimento baixo. Isso é tudo o que qualquer marqueteiro sonha em fazer.

Agora, se chegou no momento em que parece que as coisas emperraram e você não está mais conseguindo fechar vendas através desse canal, saiba que você está no lugar certo. No texto, daremos dicas de como reavaliar e remontar uma estratégia de e-mail marketing.

Talvez seja preciso revisar a sua estratégia e modificar alguns pontos ou mesmo recomeçá-la novamente do zero. Confira nossas dicas abaixo:

Como revisar a minha estratégia de e-mail marketing?

A primeira a fazer quando se nota que o e-mail marketing não promove mais vendas como antes é: revisar o que está sendo feito.

E para isso, é preciso revisitar as métricas obtidas com a ferramenta nos últimos meses. Somente assim você pode entender o que vem causando a baixa nas vendas.

 No e-mail marketing são métricas importantes: taxa de abertura e de cliques, hard bounce, descadastro e marcação de e-mail como spam. Com esses dados é possível identificar os problemas que citaremos abaixo:

  • Os clientes não abrem mais meus e-mails: Esse problema pode ser identificado quando a taxa de abertura de e-mails está muito baixa. Depois de descobrir isso, você precisa encontrar a raiz do problema.

Geralmente, isso acontece quando o assunto dos e-mails é pouco atrativo e não consegue despertar o interesse dos clientes. Uma boa dica para tentar resolver esse problema é realizar testes A/B.

Envie o mesmo conteúdo para as pessoas e segmente o assunto em dois ou três títulos diferentes, tentando criar algo totalmente diferente do atual. Essa é uma maneira de voltar a estimular o engajamento com a sua base de e-mails.

Confira também: O que é E-mail Marketing e como criar o seu?

  • Os clientes não clicam nos meus e-mails: Você chegou a sua taxa de abertura e o valor está normal, mas quando viu a taxa de cliques tomou um susto! Geralmente, isso acontece quando o cliente não gosta do conteúdo do e-mail.

Ele pode ter se decepcionado por não ser o que ele esperava. Isso é um grande problema porque você não está conseguindo entregar o que promete no assunto do e-mail.

O conteúdo no e-mail pode ser modificado. Você pode realizar testes modificando a estrutura dos e-mails, apostando em outros formatos.

Além disso, é importantíssimo apostar em CTAs mais chamativos com expressões no imperativo que façam o cliente clicar e ir ao seu site realizar uma compra.

  • Os clientes até clicam nos meus e-mails, mas não compram meus produtos: E quando o cliente chega até o seu site via e-mail marketing, mas não compra nada? Dói no coração, não é? Esse também pode ser um problema ligado a promessas não cumpridas.

Às vezes você prometeu um desconto nos produtos, mas não percebeu que houve algum erro e mesmo assim disparou o e-mail. E quando seus clientes clicaram para comprar, não puderam comprar com o desconto prometido.

Por outro lado, esse é um problema que pode estar ligado diretamente ao seu site e não ao e-mail marketing. É importantíssimo utilizar o e-mail marketing para conversar com os clientes e descobrir os motivos que eles não fecharam uma compra.

Teste 30 dias de E-mail Marketing.

Como recomeçar do zero no e-mail marketing?

Se os problemas da sua estratégia de e-mail marketing são muitos dos que falamos acima, talvez seja mais fácil recomeçar do zero do que consertar problemas pontuais.

Isso inclui repensar o posicionamento, a linguagem da sua marca com os clientes e fazer um novo estudo sobre a sua audiência.

Busque limpar da sua base de e-mails, os usuários menos engajados e recomeçar uma estratégia de crescimento de base com novas landing pages, por exemplo.

Refaça todo o seu planejamento de e-mail marketing, crie novas listas de hiper segmentação.

Adotar um novo planejamento de e-mail marketing pode demorar um tempo, mas será uma saída mais equilibrada para que a sua estratégia volte a dar resultados no curto e no médio prazo.

Dica extra: aposte em outros canais

Se você só usa o e-mail marketing como canal de vendas, saiba que você está fazendo isso errado e perdendo grandes oportunidades de vendas.

É essencial que a sua empresa use as redes sociais para vendas, por exemplo. Apostar no Messenger do Facebook, no LinkedIN, nas mensagens diretas do Instagram, entre outros pode recuperar as vendas perdidas no e-mail marketing.

Veja bem! Não estamos falando para você abandonar o e-mail marketing, mas para estar atento a outras possibilidades.

Lembre-se que você já tem uma base de e-mails, então é possível usá-la também fora do e-mail marketing.

Você pode, por exemplo, criar campanhas de remarketing nas mídias sociais. Afinal, muitos dos usuários cadastrados na sua base de e-mails possui perfis nas redes sociais.

Essa pode ser uma maneira diferente e trazê-los de volta para a sua empresa.

Dessa é possível reengajar muitos clientes que já tinham desistido do seu negócio e sem focar apenas no e-mail marketing, diversificando os canais de sua estratégia de marketing digital.

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog. Conheça o nosso serviço de E-mail Marketing.

Gostou de nosso post? Compartilhe: