NGINX: Comece a aumentar a performance do seu site

20/12/2017 às 14:09 Hospedagem de Sites

NGINX: Comece a aumentar a performance do seu site

Você acha que a performance do seu site não tem relevância? Pois pense mais uma vez, pois a velocidade do seu site pode ser o fator que define o sucesso ou o fracasso de um negócio online.

Muitos pensam que isso é uma coisa que não necessita de muita importância, que pode ser deixada de lado ou em segundo plano, mas estão errados. Existem alguns fatores que comprovam isso, como por exemplo:

O Público

O público hoje em dia não é tão paciente quando há anos atrás. Acostumados com a velocidade da vida contemporânea, as pessoas costumam sair rapidamente de sites que são mais lentos.

Em outras palavras, aqueles que não se preocupam com a velocidade saem perdendo. É só pensar no que você faria. Em uma loja virtual com um produto do mesmo preço do que na loja concorrente, por exemplo, preferiria comprar na loja mais rápida?

Provavelmente a resposta é sim, o que comprova que a velocidade pode ser determinante.

Rankeamento

Para traçar uma estratégia SEO para seu negócio online, você precisa pensar em velocidade.

Isso porque os principais indexadores da internet levam a velocidade como um dos fatores determinantes para um site ter ou não ter relevância.

Pensando nesses aspectos, você já ouviu falar de NGINX? É uma das coisas que pode aumentar a performance do seu site.

Como? É o que vamos discutir no artigo de hoje. E não se preocupe se ainda não tinha pensado em nenhum desses aspectos, nunca é tarde demais para voltar e repensar sobre a velocidade do seu site.

O que é NGINX?

Mas para saber como o NGINX pode começar a aumentar a performance do seu site, primeiramente você precisa entender do que estamos falando.

Bom, por definição, o NGINX é um software de código aberto para serviços na internet como proxying reverso, armazenamento em cache, balanceamento de carga, transmissão de mídia e muitas outras coisas.

Ele começou como um servidor projetado para o máximo desempenho e estabilidade, mas com o tempo foi ganhando outras características.

Além de suas capacidades de servidor HTTP, o NGINX também pode funcionar como um servidor proxy para e-mail (IMAP, POP3 e SMTP), como um proxy inverso e também como balanceador de carga para servidores HTTP, TCP e UDP.

Conheça o nosso serviço de Hospedagem de Site!

Pode ser que algumas dessas informações seja um tanto quanto nova para alguns que estão lendo, mas a ideia central é muito clara.

E agora que já entendemos o que é o NGINX e quais são suas principais funções vamos entender de que forma ele pode começar a aumentar a performance do seu site.

Balanço de Hardware

O NGINX torna os balanceadores de carga de hardware obsoletos. Como um balanceador de carga de código aberto de software, o NGINX, além de ser mais barato é também mais configurável do que os balanceadores de carga de hardware e foi projetado já pensando em sistemas modernos como o de nuvem, por exemplo. (Leia também: Como criar um blog).

É uma ferramenta multifuncional

Com o NGINX, você pode usar a mesma ferramenta do seu balanceador de carga, proxy reverso, cache de conteúdo e também como servidor, minimizando a quantidade de ferramentas e de configurações que o seu negócio online precisa ter.

O NGINX ajuda a começar a aumentar a performance do seu site também quando diz respeito à organização. Já imaginou poder ter o controle de tudo isso aqui citado em um único lugar?

Além de contribuir positivamente para a performance, o software também te dará mais tempo para você planjear estratégias para o seu negócio.

Mais rápido e o melhor para servir arquivos estáticos

Se você utiliza arquivos estáticos como extensões a maioria das extensões para arquivos de imagem, texto, áudio e vídeo (jpeg, jpg, mp4, pdf, mpeg, zip, png, entre tantos outros).

O NGINX permite que você acione o cache, o que resulta em uma melhoria significativa para a velocidade do seu site e, consequentemente, na satisfação dos usuários.

O plano básico de hospedagem de site é o produto ideal para quem está começando na internet. Nós temos planos a partir de R$ 9,90 (pagamento mínimo trimestral para esse plano).

Suporte

A equipe de serviço NGINX está sempre pronta para fornecer suporte corporativo aos usuários do software. Aqueles que têm sites grandes podem sempre chamar os profissionais do serviço técnico para todos os tipos de suporte técnico.

Embora seja um serviço pago, o suporte técnico daqueles que criaram o NGINX é realmente um ótimo serviço e que pode servir não só para os sites grandes, mas também para quem está começando e em busca de algo que possa melhorar o seu site em diversos aspectos. (Leia aqui: Hospedagem ilimitada existe?).

A evolução não para

Por se tratar de um software de código aberto, a evolução do NGINX é constante. Durante a última década, o NGINX esteve na vanguarda do desenvolvimento da internet moderna e ajudou a liderar o caminho de muitas coisas, como o do suporte para HTTP/2.

À medida que o desenvolvimento e a entrega de aplicativos continuam a evoluir, o NGINX continua adicionando recursos para permitir a entrega de aplicativos sem falhas, desde o suporte anunciado recentemente para a configuração usando uma implementação de JavaScript personalizada para NGINX, para suportar módulos dinâmicos.

O uso do NGINX garante que você poderá permanecer na vanguarda do desempenho da web. Em outras palavras, ter o NGINX significa estar um passo à frente no que diz respeito a velocidade e performance do seu site.

Diversos são os termos que precisamos entender quanto pretendemos montar um negócio online.

Entender sobre softwares como o NGINX e como ele pode começar a aumentar a performance do seu site é um passo importante para entender como fazer o negócio online evoluir, mas ainda existem muitas outras coisas a serem aprendidas.

Por isso, uma das mais importantes dicas para o sucesso com o negócio, seja lá qual ele for, é estar atualizado o tempo todo com as novidades, não só de softwares específicos como o NGINX, mas também com tudo o que ocorre nesse universo fascinante da internet.

Gostou de nosso post? Compartilhe: