Negócios em alta que Podem Bombar em 2018

03/04/2018 às 21:40 Novidades

Negócios em alta que Podem Bombar em 2018

A chegada de 2018 acende o sonho de muitos brasileiros em ter o seu próprio negócio. Com isso, começa a busca por tendências e novidades sobre os empreendimentos. Isso até faz sentido, pois a economia começa a dar sinais de melhora e o poder de compra das pessoas está aumentando.

Outro ponto positivo deste ano é o interesse cada vez maior de grandes empresas por negócios nascentes, aumentando suas chances de sucesso.

Esse artigo vai trazer quais são as 7 tendências de negócio que estão em alta em 2018 para você se adequar o mais rápido possível e fazer seu negócio prosperar de vez.

Aluguel de energia solar para grandes redes

Como você deve ter percebido, a sustentabilidade é uma tendência para este ano no mundo.  As empresas podem economizar muito dinheiro ao adotarem a reutilização de seus recursos.

Pequenos negócios que promovam essa eficiência também podem obter sucesso com essa nova tendência de mercado.

O empreendedor que tiver essa visão para empresas maiores e pensar em como ajudá-las a obter eficiências, substituindo custos fixos por variáveis, pode ter um diferencial grande no mercado e sair na frente dos concorrentes.

Economia colaborativa e no propósito

Já faz alguns anos que os negócios de economia colaborativa fazem grande sucesso. Mesmo que os negócios mais conhecidos sejam gigantes, ainda existe espaço para negócios pequenos desse nicho que pratiquem tal conceito.

Um bom exemplo são os negócios de alimentos orgânicos ou sem glúten, que utilizam uma cultura de reaproveitamento e compra de pequenos produtores e a troca de excedentes.

Essa tendência do compartilhamento se une a outra, que são os empreendimentos que tenham um grande propósito e são apoiados na sustentabilidade do planeta.

Esse tipo de negócio está surgindo como se fosse uma missão da sua empresa em atender esse segmento específico de mercado. Esses empreendimentos devem ter os objetivos direcionados e ligados à questão do impacto ambiental e social de nossas ações. Leia nosso post sobre Como criar um blog

Mundo dos Imóveis

Os anos de crise trouxeram resultados relativamente ruins para o mercado imobiliário. Mas esse cenário parece que mudou no início de 2018. Com perspectivas mais positivas, ideias de negócio que apostam em trazer uma melhor experiência para quem procura comprar uma casa ou apartamento têm tudo para dar certo nesse e nos próximos anos.

A nova tendência é usar a big data para acompanhar os clientes e, além de oferecer imóveis mais adequados aos seus perfis, sugerir a ponte com corretores quando eles avançarem mais na intenção de compra.

Esse é um negócio que analisa um grande volume de dados por meio da tecnologia, trazendo mais eficiência ao setor.

Resolva os problemas dos brasileiros com as finanças

Outro negócio em alta que promete bombar em 2018. As fintechs fizeram grande sucesso ano passado. Algumas empresas como o Nubank foi um tremendo estouro no Brasil e tornava-se cada vez mais referência em soluções inovadores de serviços financeiros.

Mesmo assim, existe ainda muita burocracia nesse setor e as empresas que apostarem em preencher tais lacunas podem fazer muito sucesso. Esse tipo de mercado está muito aquecido nas fintechs, com oportunidade em nichos de mercado específicos.

Ofereça serviços ao invés de produtos

O mercado de prestação de serviços cresce cada vez mais no Brasil e essa alta afeta não apenas o próprio mercado, mas também o comércio e a indústria. Pode-se notar um crescimento transversal dos serviços.

Eles entram na indústria quando se fala em internet das coisas e estão presentes no comércio quando o assunto é oferecer atividades complementares aos clientes. O setor de serviços promete uma alta em 2018 e nos próximos anos. Aprimore seus conhecimentos em vantagens de Criar um Blog  

  Este mercado é ideal para quem procura abrir um negócio próprio. Você pode abrir um empreendimento usando toda a experiência já adquirida, desde que você traga elementos de diferenciação no serviço em si ou na prestação dele.

Revolucione setores que já estão em alta

Outra grande tendência de negócio para 2018. Trazer novas tecnologias para os setores mais tradicionais do país, que já apresentam bons resultados há anos, mas que poderiam melhorar, é uma excelente façanha.

Um bom exemplo é o agronegócio. É um setor que durante toda a crise econômica, manteve-se estável no Brasil. Mesmo assim, esse setor cada vez mais se digitaliza e emprega inovações na gestão e no próprio processo do campo.

A tendência é que isso fique cada vez mais forte. Inovar é preciso, sempre!

Traga eficiência com a inteligência artificial

Assim como o blockchain, outra tecnologia que será tendência em 2018 é a inteligência artificial.  Algumas startups já adotaram essa tecnologia há poucos anos, mas agora pode-se ver produtos com operações mais consolidadas e robustas. Conheça nosso serviço de Hospedagem de Site

Seu futuro negócio com inteligência artificial pode apostar na customização de produtos de acordo com o perfil do cliente, no modelo B2C, ou no trabalho com um grande volume de dados sobre clientes de empresas no modelo B2B.

No primeiro caso, um exemplo de negócio é a startup de investimentos. No segundo, um destaque é a startup de análise de processos jurídicos.

Conclusão

A palavra de ordem para o ano de 2018 é inovação. As tendências que você conheceu se distanciam do básico e privilegiam a tomada de riscos, já que trata-se de um ano com tantas expectativas positivas. Mas sempre vale ressaltar que não é preciso pensar no impossível para se abrir um negócio.

Às vezes, as inovações estão mais próximas do que você imagina. Sua empresa pode ser uma simples inovação nesse processo, mas que faça diferença no setor.

Mesmo assim, é preciso pensar constantemente em como ser inovador e não apenas para ser diferente, mas para ser mais eficiente diante dos problemas que existem no seu nicho de atuação.

Ainda tem dúvidas? Sem problemas. Em nosso blog você pode ler mais sobre esses e outros assuntos.

Gostou de nosso post? Compartilhe: