Marketing com influenciadores digitais: saiba como fazer

13/11/2018 às 19:26 Marketing

Marketing com influenciadores digitais: saiba como fazer

O que mudou com a internet.

Com o deslocamento das práticas comerciais do meio físico ao virtual, o marketing digital pode ser entendido como um conjunto de procedimentos de redimensionam a ideia de publicidade e das relações de compra e venda.

Se antes estávamos todos em frente à TV expostos às propagandas e às chamadas aos seus programas, atualmente, e cada vez mais, lidamos com o amplo universo das plataformas e das redes sociais:

  1. Velocidade e concomitância: é permitido que as coisas nos cheguem de maneira imediata e que lidemos com muitas delas ao mesmo tempo;
  2. Hipertextualidade: o uso dos hiperlinks é responsável pela navegabilidade de uma página a outra, é o nosso deslocamento;
  3. Multimídia: textos, imagens, vídeos e sons se mesclam, e a nossa gama de resultados é muito mais vasto em uma busca simples;
  4. Interatividade: as relações entre as pessoas se dão em tempo real;
  5. Personalização: os produtos e os serviços são apresentados e oferecidos a públicos que, de fato, desejam-no.

Entre as estratégias de marketing de sucesso, o e-mail marketing é uma das maneiras de chegar bem rápido aos seus consumidores.

A partir de R$45,00 com 10.000 disparos, é possível personalizar o serviço de acordo com sua demanda! 

E os influenciadores digitais?

Nesse contexto, o marketing digital é uma estrutura flexível e que acompanha o dinamismo desse tipo de mídia, de modo que, entre suas diferentes estratégias para colocar em contato produtos e serviços e seus potenciais consumidores, estão os influenciadores digitais, uma das maneiras mais de se vincular sua marca ao público-alvo para o consumo.

Desde a divulgação de marca à fidelização do cliente, os influenciadores digitais funcionam como uma espécie de ponte em que as chances de se atingir o cliente ideal são bem mais amplas do que antes.

O fluxo de indivíduos que circula, curte, compartilha e comenta nas redes sociais e o tempo que passa nesse ambiente são incontáveis, consequentemente, sua exposição às publicidades e as possibilidades de consumo, também. Levando-nos a pensar em todos os motivos para ter nossa empresa na internet.

Ao que tudo indica, os influenciadores digitais resgatam algo que havia se perdido com o fim das relações presenciais de antes: a pessoalidade.

Pois, é como se cada um deles falasse diretamente com seu público, humanizando e aproximando seus relatos, logo, os seus consumos. Esse profissional está a um clique do público, é um amigo!

O poder desse grupo de pessoas reside exatamente nessa relação de confiança e respeito então construída. A fidelização do cliente é facilitada quando, na verdade, ele é um fã desse profissional.

Como o nome já diz, os influenciadores digitais interferem na tomada de decisões de seus seguidores, seja por uma opinião expressa, sejam por seu estilo de vida ou de consumo.

Seus conteúdos geralmente são disseminados nas redes sociais mais conhecidas e eles se separam em nichos específicos, o que também viabiliza o alcance de públicos consumidores mais assertivos e constantes.

Por que firmar parcerias com os influenciadores digitais?

  1.  Seu público é fanático! É fiel e engajado, trata-se de uma ligação dificilmente rompida. Com confiança e autoridade, o público para para ouvi-los e seguir suas dicas. Diferente, por exemplo, de anúncios que podem ser facilmente pulados ou excluídos;
  2. Se um influenciador digital diz que sua marca é boa, que ele já testou os seus produtos e serviços e os aprovou, isso é suficiente para a crença dos seguidores. Esse é o momento em que o profissional se torna alcançável, ele não é mais uma pessoa do outro lado da tela, mas alguém, cujo produto consumido pode ser consumido por qualquer um que o assiste, cria-se um vínculo;
  3. Os influenciadores digitais elevam seu ROI e dão visibilidade para sua marca!

Curiosidade: Como os influenciadores digitais ganham dinheiro?

  1. 1 - Posts patrocinados;
  2. 2 - Participação em eventos e como palestrantes;
  3. 3 - Venda de produtos físicos;
  4. 4 - Parcerias com outros influenciadores, as famosas collab;
  5. 5 - Anúncios.

O que é marketing de influência?

É exatamente o entendimento das atividades do influenciador digital como estratégia de marketing na internet.

Dessa maneira, o importante aqui é o nome e o peso de sua influência de quem divulga seu produto ou serviço.

Essa medida pode ser obtida não somente com o número de seguidores ou curtidas, mas pelo:

  1. Tamanho de sua audiência;
  2. Engajamento;
  3. Relevância para o nicho.

É preciso levar em conta também essas três palavrinhas: relevância, alcance e ressonância.

A primeira cuida da real proximidade de sua marca ao profissional; a segunda, da quantidade de clientes atingidos e, a terceira, atenta-se para o nível de engajamento esperado.

A junção dessas métricas define o sucesso da parceria, por isso, há diferentes tipos de influenciadores digitais, sempre sendo relevante associar as características de sua marca ao perfil daquele profissional.

Além do mais, é preciso que você responda:

  1. Você quer despertar a consciência do público para os valores e princípios de sua marca?
  2. Você quer converter imediatamente a publicidade em vendas?
  3. Onde você se encaixa? Em um nicho muito específico como “resenha de acessórios de determinada marca de celular” ou em algo mais geral: “viagens pelo mundo”?

Quer saber mais sobre o mundo do marketing digital? Baixe Grátis o nosso e-book!

Como fazer parcerias com os influenciadores? Dois exemplos.

1 – Contratação:

Você contrata um influenciador digital cujo nicho de atuação seja afim à sua marca.

Essa relação consiste basicamente em pagar o profissional para divulgar seus produtos e serviços nas redes sociais.

Vale lembrar que esse tipo de parceria sempre deve ser sinalizado ao público, pois, pode soar como forçado, artificial e injusto, nada legal para sua empresa e nem para o profissional.

Por exemplo, se alguém que que tem um canal de culinárias vegana, com receitas veganas se vende a um frigorífico e passa a fazer propagandas de carne, isso não pareceria nada honesto, não é mesmo?

2 – Os mimos:

Você envia seus produtos ou serviços ao influenciador digital como um presente, ficando implícito que ele deverá dar algum tipo de publicidade àquele recebimento, mas sem nenhum compromisso de expressar sua opinião a respeito.

Não se gasta nada nessa estratégia, a não ser o envio; mas não se garante uma divulgação tão direta.

Já sabidas as vantagens (público segmentado, audiência engajada, produção de conteúdo terceirizada e facilidade para medir os resultados), a escolha do melhor influenciador digital para sua marca, deve passar por:

  1. Selecione o influenciador que fala diretamente com o público que você quer alcançar;
  2. Escolha o profissional que tenha maior engajamento e entre em contato formalmente com ele (geralmente, eles têm assessoria para isso);
  3. Nesse contato, deixe bem claro se tratar de uma parceria, em que os dois saem ganhando;
  4. Disponibilize-se para dar suporte na criação de conteúdo. É preciso que ele conheça a fundo sua marca e seus princípios, de modo que seu trabalho fique mais espontâneo e positivo;
  5. Alinhe sempre o que você tem em mente, mas respeitando o perfil do influenciador;
  6. Documente as conversas e redija um contrato. Isso é sempre importante para os direitos da marca e do profissional.

Concluindo:

Não é mais possível que ignoremos a relevância dos influenciadores digitais, não é mesmo? Sua função é uma espécie de evolução no que diz respeito à criação de conteúdo e das relações sociais no meio digital.

Cada vez mais confiáveis, eles são capazes de ditar comportamento e interferir no poder de compra de seu público, assim como o contrário, podem convencê-lo do boicote ou ojeriza à determinada marca, tamanho é seu poder de convencimento.

A maneira de se comunicar desses influenciadores é única e, ao escolhê-los para sua parceria de marketing, sua marca deve sempre estar atenta às afinidades que ambas têm, sempre em busca do melhor alcance de seus potenciais clientes e sua conversão em consumidores de fato.

Entre as vantagens do marketing de influência, estão o fato de mais clientes receberem sua mensagem e de a credibilidade do influenciador ser transmitida para sua marca.

De um modo geral, firmar parcerias com pessoas consagradas no meio digital para propagar positivamente sua marca é o foco do marketing dos influenciadores.

E se trata de uma cultura em que a qualidade de sua oferta é automaticamente atrelada ao prestígio que aquele profissional tem, quando seus seguidores reproduzem seus hábitos, seus consumos.

 

Gostou de nosso post? Compartilhe: