Como deixar meu site mais seguro contra invasores

Como deixar meu site mais seguro contra invasores

02/08/2017 às 09:00Hospedagem de Sites

A segurança é uma das maiores preocupações de todos aqueles que possuem um negócio online. O ataque de hackers, invasão de malwares e tudo que pode afetar negativamente os sites na internet, muitas vezes nos fazem perder horas de sono pensando em como nos proteger. Essa é, infelizmente, uma realidade que nos cerca todos os dias e cada vez mais temos que nos atualizar se queremos nos livrar dos famosos hackers, já que eles também se atualizam o tempo todo.
Pensando nisso, nós separamos uma lista dos principais elementos para você entender como deixar o seu site mais seguro contra invasores. Dessa forma, os seus conhecimentos sobre a proteção do seu negócio online podem se expandir e fazer com que você possa evitar muitos problemas que possam acontecer.

Preste atenção em seu site

A primeira coisa e a mais importante da lista é você. Não importa quais sejam as técnicas ou qual o software que você usa, você precisa estar o tempo todo atento ao que acontece dentro do seu negócio online. Isso significa que qualquer pequena alteração dentro dos seus posts, dos produtos em que vende ou em qualquer outro elemento do seu site ou blog, pode ser um problema. Conhecer todos os elementos e saber como eles estão encaixados e organizados ali dentro é a melhor forma de perceber que algum ataque está acontecendo. Para quem quer ter um negócio online, isso é essencial. A primeira proteção contra os invasores é você, pois é você quem vai tomar todas as principais decisões para se proteger de tudo o que pode afetar o seu site no dia a dia.

Veja também nosso post: Os principais erros em SEO

Mantenha seus programas atualizados

Pode parecer óbvio, mas garantir que você mantenha todo o software atualizado é de extrema importância para manter seu site seguro. Isso se aplica tanto ao sistema operacional do servidor quanto a qualquer software que você esteja executando em seu negócio online. Quando brechas de segurança do site são encontradas em qualquer software, os hackers são os primeiros a saberem, lembre-se disso. Se você estiver usando software de terceiros em seu site, como WordPress, por exemplo, você precisa ter todos os pacotes de segurança necessários para aquele determinado software. A maioria dos vendedores tem uma lista de endereços detalhando quaisquer problemas de segurança do site. O WordPress sempre notifica as atualizações do sistema disponíveis assim que você faz o seu login.

Crie senhas fortes

A verdade sobre as senhas é que elas precisam ficar cada vez mais complexas com o passar do tempo. Já não é de hoje que apenas letras ou apenas números já não oferecem mais a segurança necessária para suas senhas, mas hoje em dia as coisas estão um pouco mais complexas e as senhas podem exigir diferentes tipos de caracteres. A regra básica aqui é: Se você tem todas as teclas do teclado, use-as. Se ficar com medo de esquecer, anote em um papel com caneta e o guarde em um lugar seguro, mas tenha uma senha que seja difícil de ser decifrada. Softwares que produzem e guardam suas senhas podem ser uma boa alternativa. Os bons normalmente são pagos, mas não são muito caros e oferecem diversos tipos de serviços para a proteção exclusivamente da sua senha. Muitos acham que isso não é tão importante, mas só o fato de existirem softwares que protegem as “chaves” do seu negócio online, já prova o contrário.

Cuidado com os uploads

Permitir que os usuários façam upload de arquivos para o seu site pode ser um grande risco de segurança do site, mesmo que seja simplesmente mudar uma foto de perfil. O grande problema é que qualquer arquivo carregado, por mais inocente que possa parecer, pode conter um script que, quando executado em seu servidor dedicado, abre completamente seu site. É aí que mora o perigo. Para deixar o seu site mais seguro contra invasores, se você possui um formulário de upload de arquivos, você precisa tratar todos esses arquivos como suspeitos. Se você permitir que os usuários façam upload de imagens, você não pode confiar na extensão do arquivo ou no tipo dela para verificar se o arquivo é uma imagem, pois estes podem ser facilmente falsificados. Mesmo abrir o arquivo e ler o cabeçalho, ou usar funções para verificar o tamanho da imagem não é o suficiente. A maioria dos formatos de imagens permite armazenar uma seção de comentários que pode conter o código PHP que pode ser executado pelo servidor.

Então como você pode deixar o seu site mais seguro contra invasores por arquivos? A solução mais recomendada para esse tipo de problema é impedir o acesso direto aos arquivos carregados em conjunto. Desta forma, todos os arquivos carregados em seu site são armazenados em uma pasta fora do acesso direto do servidor. Se seus arquivos não forem diretamente acessíveis, você precisará criar um script para buscar os arquivos da pasta particular.

Procure ajuda profissional

Muitas vezes se não conseguimos compreender o funcionamento de determinadas ferramentas, a solução é procurar ajuda com profissionais que trabalham exatamente para se livrar de hackers e ataques. Mas é importante lembrar que isso deve ser feito como uma última opção, se o seu site já estiver sendo atacado ou correndo um risco iminente de um ataque. A ajuda profissional solucionar o problema do ataque e te direcionar para que ele não aconteça mais. E aí, conseguiu entender as maneiras mais eficientes de deixar o seu site mais seguro contra invasores?  Lembre-se que a sua atenção é o elemento mais importante para que nada de ruim aconteça com o seu negócio online, seja ele um blog, um site ou uma loja virtual. É sempre importante seguir os passos recomendados pelo texto, mas também é essencial que você conheça as ameaças com as quais está lidando para a prender a se proteger da melhor forma.
Problemas com hackers são tão antigos quanto a própria internet, então não se desespere que acontecer com você, acontece com todos nós. O importante é entender como resolver esses problemas e se livrar dos diversos tipos de ataques que rondam os nossos negócios todos os dias. Veja também Meu site está lento! O que fazer?

Gostou de nosso post? Compartilhe: