5 tendências do e-commerce para ficar de olho em 2020

22/04/2020 às 11:13 Loja Virtual

5 tendências do e-commerce para ficar de olho em 2020

O mercado de compras online segue em transformação constante com a introdução de novas tecnologias, ferramentas de comunicação e marketing e mudanças nos mecanismos de busca.

Hoje o e-commerce enfoca suas ações na busca pela melhor experiência do cliente (customer experience), o que significa que as páginas precisam proporcionar ao usuário não apenas a motivação para comprar, mas para retornar ao site em função de sua boa usabilidade e, claro, confiabilidade.

Por isso, separamos 5 tendências do e-commerce para ficar de olho em 2020. Quer saber quais são? Leia até o fim de descubra!

Um pouco mais sobre tendências do e-commerce  

Inovação, visão de futuro e flexibilidade são palavras-chave para os empreendedores virtuais e podem significar a diferença entre quem vai sobreviver e quem vai ficar de fora desse segmento.

Segundo levantamento divulgado recentemente pelo BigData Corp, em parceria com a PayPal Brasil, houve um salto de 37,59% no número de lojas online, o maior avanço desde 2014.

Hoje, são contabilizados 930 mil sites voltados ao comércio eletrônico, ainda de acordo com a pesquisa.

O estudo ainda indica que o tempo médio de vida de um site de compras, antes de 90 dias, em 2015, passou atualmente para um ano e quatro meses.

E se a tendência de crescimento segue, é hora de sua loja virtual ficar por dentro das novidades que prometem movimentar esse mercado ainda mais.

Conheça as 5 tendências do e-commerce para ficar de olho em 2020

1. Estratégia Customer Centric 

Esquecer dos clientes é o caminho certo para o fracasso, ainda que essa premissa soe cliché.

Quando a empresa não ouve quem busca sua marca ela acaba desenvolvendo produtos errados, faz investimento em recursos ineficientes e o resultado é a perda da fidelidade dos consumidores.

É pra isso que existe a estratégia Customer Centric, ou seja, centrada no cliente. 

Seu foco é guiado no fornecimento de uma estratégia positiva antes e depois da venda, com o objetivo de aumentar a lealdade dos compradores e impulsionar o posicionamento da empresa.

A centralização inicia já na formulação da cultura da empresa e, na prática, ocorre dessa forma: 

  • preveja necessidades do cliente
  • busque por feedbacks constantes
  • invista em encontrar seus clientes pessoalmente
  • atenda com proatividade
  • implante novas experiências que encantem seu cliente

2. Realidade virtual

Há muitos clientes que pensam duas vezes em buscar uma loja virtual a depender do tipo de produto do qual precisam. O maior desafio para esse tipo de empreendimento é superar a barreira de o cliente ver o produto para poder comprá-lo, além de reduzir a taxa de troca e devolução.

Com a realidade virtual ou aumentada, esse problema pode ser contornado ou mesmo resolvido pois permite ao cliente experimentar visualmente os produtos.

Há empresas que já estão a desenvolver apps para permitir visualizar o produto no ambiente ou ainda no usuário. 

Um exemplo interessante é a venda de óculos e de móveis: o cliente pode experimentar os óculos em seu rosto de onde ele estiver ou posicionar o móvel no local desejado de sua casa ou escritório antes de concluir a compra.

Campanhas de marketing podem ser desenvolvidas a partir desses recursos, com tecnologia similar aos filtros de Instagram, como fez uma marca de refrigerantes: o usuário interagia com uma animação ao aproximar o smartphone para a lata.

Imagine fazer uma visita a um apartamento ou condomínio sem sair de casa ou ver detalhes de um produto em 360? Essa tecnologia permite e é tendência em 2020 para compras online. 

Você também pode se interessar: Passo a passo para montar sua loja virtual

3. Pesquisas de voz

Cada vez mais as pessoas usam a pesquisa por voz no buscador do Google em dispositivos móveis. Esse tipo de utilização segue ganhando popularidade pela sua rapidez e conveniência, com resultados mais precisos.

Quanto mais otimizado for o conteúdo do seu e-commerce, especialmente para mobile, melhor sua empresa poderá se posicionar nos assistentes virtuais do Google, Amazon, Apple e Microsoft. 

Na prática ocorre dessa maneira: você acaba de chegar em casa e percebe que o ar-condicionado está quebrado. Em vez de digitar no Google, “eletricistas”, você fala: Ok Google, me indique um bom eletricista perto de onde eu moro”.

Caso seu site seja relevante, ofereça conteúdo específico de qualidade, como uma página de serviço para consertos de emergência, é bastante provável que sua empresa apareça entre as primeiras da pesquisa. 

Nesse sentido, há diferenças entre as pesquisas de texto e de voz que podem afetar o seu SEO (sigla para Search Engine Optimization – em português, Mecanismo de Otimização de Busca, estratégias para facilitar ao usuário encontrar sua marca em buscadores como o Google e o Bing). 

A pesquisa por voz apresenta algumas características especiais:

  • perguntas específicas
  • linguagem informal
  • maior velocidade na procura: enquanto uma pessoa pode digitar, em média, 40 palavras por minuto, ela pode falar cerca de 150 palavras nesse mesmo intervalo.
  • Preste atenção nesse dado: 49% dos usuários de smartphone usam assistentes de voz, como Alexa, Siri e Google. Fique de olho e aproveite bem as vantagens desse recurso.

4. Aplicativo próprio para a loja

Um aplicativo móvel para sua loja virtual é estratégico pois ajuda a ter uma melhor visão das preferências e atividades de seus compradores, com relatórios analíticos acerca da experiência do usuário e de suas decisões na hora da aquisição.

Outras vantagens de se ter um app é um melhor aproveitamento dos recursos do aparelho móvel, como localização, pagamentos, notificações e mais conveniência para o usuário.

Cerca de 78% dos brasileiros com aparelhos móveis preferem comprar por aplicativos, um número maior do que a média global, como aponta uma pesquisa da Wordplay.

Leia também: Por que ter uma loja virtual?

5. Chatbots

Dúvidas frequentes e comuns podem ser solucionadas com um FAQ interativo. Além disso, os robôs funcionam 24 horas, todos os dias, o que reduz consideravelmente o tempo de espera do consumidor e a quantidade de profissionais no atendimento.

Alguns processos simples e rotineiros, como a troca da senha do cartão de crédito, podem ser automatizados. Ganha-se tempo e eficiência.

Gostou de conhecer essas 5 tendências do e-commerce para ficar de olho em 2020? Então facilite ao máximo a experiência do usuário em sua loja virtual com essas tendências e aumente as chances de fidelização à sua marca.

Gostou de nosso post? Compartilhe: