5 dicas para um projeto de design funcional

11/05/2019 às 14:15 Ajuda

5 dicas para um projeto de design funcional

Muitas pessoas acreditam que a participação de um design dentro de um projeto seja apenas estética. Criar um novo logo, uma identidade que combine com a marca e com o público ou uma combinação harmoniosa de cores, porém hoje em dia é exigido do design muito mais do que uma participação estética.

E é aí que entra o design funcional. Você ainda não sabe o que é isso? Não se preocupe, nesse post vamos tratar exatamente sobre esse assunto e ainda daremos 5 dicas para um projeto de design funcional.

Você vai perceber como a participação de um designer com experiência nesse assunto pode fazer toda a diferença na criação e desenvolvimento de alguns projetos.

Você já conhece o nosso serviço de Hospedagem de Sites? O plano básico de hospedagem é o produto ideal para quem está começando na internet, os planos são a partir de R$ 9,90 (pagamento mínimo trimestral para esse plano). Confira as vantagens!

O que faz um designer?

Antes de começarmos é importante esclarecermos alguns pontos, como qual a real função de um profissional dessa área e o que é o tal design funcional.

Um designer pode ser encontrado em diversas áreas, como, por exemplo, no setor gráfico, criando logotipos e trabalhando com tipografia e no meio digital, criando novos sites e aplicativos.

A sua principal função é pensar e desenvolver a estética desses produtos, mas mais do que isso, ele também precisa pensar a sua funcionalidade, e é justamente aqui que o design funcional entra.

O que é design funcional?

Como pudemos ver a função do designer não é apenas trabalhar com a questão estética. Design funcional significa criar produtos que sejam objetivos, fáceis de serem utilizados e que atraiam os usuários.

O apelo visual também é importante, desde que o manuseio e funcionamento atenda às necessidades do cliente.

Afinal, quando produzimos algo para outras pessoas o esperado é que ela consiga usar por conta própria, porque de nada adianta ter um produto final visualmente bonito se ele não funciona adequadamente.

Conheça abaixo as 5 dicas para um projeto de design funcional e entenda como aplica-las nos seus projetos fará toda a diferença no resultado final.

  • ·Foque na usabilidade
  • ·Acessibilidade é importante
  • ·Design responsivo
  • ·Design envolvente
  • ·Acessível em todos os navegadores e sistemas operacionais

Foque na usabilidade

A chave para o design funcional é fazer com que, o que quer que seja desenvolvido pelo designer, seja facilmente utilizado pelo cliente.

Ninguém quer perder tempo decifrando um produto, um website ou um aplicativo, hoje em dia a necessidade é a praticidade e a objetividade.

Entregue algo bem elaborado esteticamente, mas que acima de tudo seja fácil de ser usado. Identifique o público-alvo e estude o seu comportamento e quais as suas intenções ao utilizar esse produto.

Leia também: Passo a passo para criar um blog

Acessibilidade é importante

Mais uma vez, independente do que seja desenvolvido, é importante pensar na acessibilidade. Essa dica é muito importante para um projeto de design funcional.

Esse produto será disponibilizado para o público? Se a resposta for positiva pense em como esse projeto pode ser utilizado por pessoas com necessidades especiais.

Fonte ampliada, por exemplo, é uma maneira excelente de fazer com que um site possa ser acessado e usufruído por pessoas com baixa visão. Se você ainda não tem muito conhecimento sobre esse tipo de design não deixe de ir atrás!

Quando desenvolvemos um novo produto precisamos analisar bem o público-alvo que o utilizará. Um produto de qualidade é aquele que pode ser acessado por qualquer pessoa que tenha interesse.

Design responsivo

O design responsivo durante um tempo era uma opção, mas atualmente é indispensável. Mais pessoas estão acessando e consumindo conteúdos através dos mais diversos dispositivos, seja tablets, smartphones ou computadores.

O mesmo acontece com os sistemas operacionais e navegadores da web. Por isso, quando for desenvolver um produto digital você precisa garantir que ele estará pronto para ser aberto e funcionar corretamente em qualquer um desses aparelhos e navegadores.

Mensagens de feedback

As mensagens de feedback também são dicas muito importantes para um projeto de design funcional.

São aquelas mensagens que aparecem para informar o usuário de que tudo está funcionando corretamente, ou que há algo de errado.

Muitos sites e aplicativos desconsideram essa etapa, porém é importante para quem está usando saber o que está acontecendo durante a sua navegação.

Você clicou para avançar para uma próxima página, por exemplo, nada acontece, será que isso está funcionando corretamente? Uma mensagem nesse momento dizendo que a página está carregando resolveria esse problema.

Design envolvente

Por fim, o design envolvente também é importante, mas o que isso significa? Significa que o seu produto deve chamar a atenção do usuário.

O bom design atrai os usuários, seja por meio do apelo visual, da sensação de facilidade em usar esse produto ou apenas por pura curiosidade.

Ou seja, os usuários são naturalmente atraídos por designs bonitos, mas também podem se sentir atraídos pela funcionalidade e facilidade de uso. Um site ou um aplicativo, por exemplo, podem ser esteticamente feios, mas ainda podem ser considerados os melhores pelo seu público-alvo.

Você também pode se interessar: Hospedagem de site gratuito

Conclusão

E aí, o que você achou dessas 5 dicas para um projeto de design funcional? Já aplica alguma delas nos seus projetos. Existem diversos motivos para você começar a fazer isso o quanto antes.

Trabalhar com design funciona é priorizar a navegação e a experiência do usuário no lugar da arte e da estética, que muitas vezes podem ir contra o que o cliente realmente espera. Com essas 5 dicas você vai saber exatamente qual caminho seguir para não se perder nessa nova empreitada.

Antes de iniciar um novo projeto converse com o cliente e saiba exatamente o que ele espera do seu serviço.

Tenha como prioridade atender, da melhor forma, as necessidades de quem te contrata.

Gostou de nosso post? Compartilhe: