5 dicas de planejamento para designers freelancers

09/01/2020 às 09:52 Ajuda

5 dicas de planejamento para designers freelancers

Flexibilidade de horários, liberdade na escolha de clientes, poder trabalhar em qualquer lugar do mundo.

Essas e outras vantagens fazem parte do dia a dia dos designers freelancers, porém, muitos desafios também aparecem para quem optar por ser gestor da própria carreira.

Algumas das coisinhas chatas de quem escolhe esse caminho é o fluxo de pagamentos pelos serviços.

Esse dinheiro pode variar ao longo do mês, o que exige habilidade para administrar a si mesmo e evitar problemas de orçamento.

Mas como em tudo na vida, exercitar o planejamento é também uma excelente maneira de ganhar experiência.

O trabalho, inclusive, pode fluir com mais liberdade, de acordo com as necessidades do próprio designer.

Se você já tomou ou pretende tomar a decisão de ser freelancer, fique por dentro das 5 dicas de planejamento para designers freelancers que preparamos pra você dar aquela guinada na sua carreira e aproveitar ao máximo seu tempo.

Prepare um bom portfólio

Reúna os seus melhores trabalhos, aqueles dos quais você se orgulha de ter produzido e que vão encantar os clientes assim como encantam a você mesmo.

Seu papel como designer é principalmente visual e por isso é essencial ter os seus best jobs sempre à mão.

É importante investir seu tempo na produção de um belo e chamativo portfólio. Use sua criatividade para torná-lo ainda mais atrativo e interessante.

Fique atento a cada detalhe. Revise seus trabalhos e use-os como um cartão de visitas irresistível.

Apresente trabalhos variados, com um leque de opções diferentes para públicos variados. Isso demonstra a seu cliente que você é versátil e adaptável.

  • Se você ainda não possui um portfólio apresentável, faça trabalhos voluntários. Ofereça sua mão a amigos e familiares. ONGs, instituições filantrópicas, projetos sociais, outras entidades não lucrativas frequentemente estão em busca de voluntários que possam desenvolver sua identidade visual e conseguir apoio de patrocinadores.

Inclusive, participar de trabalhos de cunho social é uma iniciativa bastante valorizada. Os melhores trabalhos de faculdade também podem ser aproveitados em seu portfólio.

Com o tempo, seu nome começa a ganhar visibilidade e você receberá indicações de clientes para novos jobs.

Você já conhece o nosso serviço de Hospedagem de Site? O plano básico de hospedagem é o produto ideal para quem está começando na internet, os planos são a partir de R$ 9,90 (pagamento mínimo trimestral para esse plano).

Invista em treinamentos e qualificações

O avanço tecnológico nessa área é intenso e constantemente traz novas possibilidades de atuação e criação.

Portanto, é essencial investir uma parte do seu tempo para se atualizar com as novas tecnologias, softwares, tendências e mercados que surgem a todo momento.

Fazer cursos online é uma excelente maneira de dar aquele upgrade no seu currículo, muitas vezes sem gastar um único centavo.

Tutoriais no YouTube existem aos montes. Escreva uma lista de programas e temas de que você precisa se atualizar e dedique um tempo de seu dia para cada um dos itens.

Blogs especializados em design e páginas de redes sociais também ajudam no aprendizado livre.

Enquanto você está conectado, está ampliando seus conhecimentos e, assim, desenvolvendo novas habilidades. Sem dúvidas, uma das melhores dicas de planejamento para designers freelancers.

Trabalhe sua presença online

Com o portfólio elaborado, é hora de mostrar seu trabalho e nada melhor do que a internet para isto. As possibilidades do universo online são infinitas.

Há um vasto número de canais, redes sociais e grupos abertos para a participação de novos membros que poderão expor seus trabalhos, desenvolver networking e, claro, fechar negócios.

  • O LinkedIn é a rede mais conhecida e pode ser um excelente ponto de partida. A rede permite construir um networking bem interessante, sendo um espaço propício para trocas de informações e contatos entre profissionais.

É possível inserir uma quantidade bastante detalhada de informações, como habilidades, formação e o próprio portfólio. Seu nome ganha visibilidade à medida em que você passa a interagir com outros profissionais, participar de discussões, escrever artigos, entre outras possibilidades.

  • Já o Facebook traz uma visibilidade muito mais abrangente. Você pode participar de comunidades de freelancers como o “Tá a fim de um freela?” e o “Freela”. Diariamente propostas de trabalho são publicadas e você pode fazer o contato direto com os clientes. Fanpages como Behance e o Dribbble funcionam como portfólio online.
  • A rede social do momento, Instagram, também é bastante eficiente na divulgação de trabalhos e até para estabelecer contato com clientes. O Pinterest, rede social de imagens, é outra fonte valiosa na hora de divulgar peças, assim como para buscar inspiração e novas ideias.

Você também pode se interessar: Hospedagem de site gratuita

Outra dica é buscar as redes sociais específicas em contratar designers, como a Workana, 99freelas e We Lancer.

Você cria seu perfil e tem acesso ao ambiente online com outros profissionais e propostas de trabalho. Alguns recursos especiais podem ser acessados nos planos premium.

Criar um site próprio ajuda a transmitir profissionalismo, competência e credibilidade. As plataformas mais populares são o Wordpress, Wix, Carbonmade, entre outras. Elas dispõem de planos gratuitos e pagos, com diferentes ferramentas de utilização.

Planeje sua rotina de trabalho

Entre as nossas 5 dicas de planejamento para designers freelancers, essa é com certeza uma das mais importantes.

Ter o tempo inteiramente livre para se dedicar ao trabalho pode ser uma armadilha se o profissional não souber aproveitar bem suas horas, especialmente quando se está no início.

Muitos designers começam sua jornada freelancer em paralelo ao trabalho fixo. É preciso uma dose generosa de disciplina e organização.

Planejamento é imprescindível. Faça uma análise do seu ambiente atual e pergunte a si mesmo: quantas horas você irá dispor para atender os clientes (online e presencial)? Você está em busca de novos clientes?

Quanto tempo você tem para captar novos trabalhos, criar conexões e fechar negócios?

Além disso, é fundamental prestar atenção às distrações do seu dia a dia que podem diminuir ou mesmo boicotar seu ritmo de trabalho, como redes sociais, WhatsApp, TV, sites de entretenimento, entre outros.

Tenha disciplina e responsabilidade no uso dessas mídias e aproveite bem seu tempo e sua energia.

Organize suas finanças

Não tem para onde fugir: as contas vêm no final do mês e é preciso ter sempre dinheiro no caixa, ponto. Para evitar problemas, organize suas despesas em uma planilha ou um caderninho.

Ter em mente todas as suas obrigações financeiras vai te ajudar a dar uma noção dos esforços que você precisa empregar todos os meses.

Leve em consideração o quanto você deve cobrar para cada cliente. Não existem regras fixas para freelancers, mas uma boa dica é pensar sobre o grau de dificuldade do projeto, orçamento do cliente e sua expertise de mercado (experiência na área).

Observe todos esses fatores na hora de fechar negócios. Planeje bem em quanto tempo você pode entregar o trabalho pronto e a renda que virá em seguida.

Com calma e organização pessoal, é possível ter uma vida financeira saudável.

Leia também: Passo a passo para criar um blog

E aí, o que achou das nossas 5 dicas de planejamento para designers freelancers? É claro que elas não são as únicas, mas temos certeza de que elas podem te ajudar muito.Se tiver alguma dúvida, é só deixar aqui nos comentários!

Gostou de nosso post? Compartilhe: