3 hacks do Google Ads que você tem que saber

24/05/2019 às 20:14 SEO

3 hacks do Google Ads que você tem que saber

O Google Ads não é uma ferramenta fácil de usar. São muitas abas, seções, muitas métricas para acompanhar, por isso a plataforma costuma ser de difícil adaptação para quem está começando.

Quem está descobrindo o Google Ads perde muito tempo no serviço e acaba não otimizando as campanhas da melhor maneira possível.

Mesmo com toda a dificuldade, a insistência na plataforma vale a pena, o Google Ads é uma das ferramentas de mídia pagas mais eficazes.

As chances de venda da sua empresa aumentam com o uso da plataforma, mesmo com orçamentos limitados e isso faz do Google Ads um serviço indispensável para qualquer empresa.

Pensando nesses dois fatores, criamos este artigo para lhe ajudar a usar a ferramenta com mais agilidade.

Separamos alguns hacks que vão otimizar seu tempo, e principalmente, as suas campanhas, conseguindo aumentar sua produtividade e seus resultados na plataforma. Confira os hacks abaixo:

Otimize a coleta e a análise de dados usando parâmetros UTM

Os parâmetros UTM são essenciais para garantir uma forma mais otimizando de rastreamento de suas campanhas.

O uso dos parâmetros ajuda bastante a identificar dados que ficam perdidos em sua campanha. Eles podem ser úteis para identificar a origem do tráfego, taxas de conversão e rejeição de campanhas, entre outras métricas importantes.

Estes parâmetros são partes de links que facilitam o rastreamento de URLs específicas dentro de suas campanhas e podem ser vistos e analisados pelo Google Analytics.

Usar os parâmetros UTM é a forma mais simples de rastrear campanhas específicas e colher dados para analisar métricas importantes para o seu negócio com mais assertividade.

Se você está realizando um teste A/B, por exemplo, para testar vários tipos de anúncio, inserir os parâmetros UTM em suas URLs é uma excelente maneira de colher dados das métricas de direcionamento e origem de tráfego de sua campanha e ter a certeza de quais tipos de anúncios funcionam e não funcionam para o seu negócio.

É possível criar parâmetros UTM dentro do próprio Google Analytics, através da ferramenta Campaign URL Builder, basta seguir as dicas e ir preenchendo os espaços, de acordo com as informações de sua campanha.

Também é possível introduzir a URL com parâmetros UTM no Google Ads direto na URL final do anúncio. Simples e prático!

Confira também: O que é remarketing?

Configure seus próprios públicos para campanhas de remarketing

Muitos profissionais de marketing têm como seus anúncios preferidos a Rede de Pesquisa. Esse tipo de anúncio tem altas chances de compras, porque os usuários que buscam por esses termos no Google, estão procurando para compra e não mais pesquisando sobre um assunto.

Se alguém busque por “camisa branca streetwear”, por exemplo, já está buscando um produto para a compra. Quando os anúncios aparecem, as chances deles escolherem um anúncio e comprar o produto é grande.

Com isso, é possível criar os próprios públicos através da origem do tráfego de suas campanhas e definir públicos para campanhas de remarketing. Isso ajuda bastante a refinar a segmentação do público alvo de suas campanhas e potencializa as chances de venda.

No Google Ads, é bem simples criar um público para remarketing. Basta entrar em biblioteca compartilhada, depois clique em audiência e em “lista de remarketing”.

É possível criar público baseados em suas origens de tráfego. Você pode criar, por exemplo, um público que tenha visitado o seu site por dispositivos móveis e sejam da sua região.

São muitas as opções para criar um público de remarketing. Com isso, suas próximas campanhas serão direcionadas para estes públicos específicos que já tiverem alguma relação com a sua empresa, já conhecem a sua página.

É possível, por exemplo, criar campanhas para atingir os usuários que visitaram o seu site e deixaram produtos no carrinho. Isso pode ajudar a fomentar novas compras que quase foram concretizadas.

Baixe já o Ebook Como Anunciar no AdWords.

Otimize o seu tráfego para dispositivos móveis

Pesquisas recentes indicam que o acesso à internet por meio dos dispositivos móveis, principalmente pelos smarpthones, está crescendo assustadoramente e já ultrapassam o desktop.

E as pessoas não estão acessando apenas para checar e-mails e redes sociais, elas utilizam a internet para pesquisas e para compras online.

Isso dá uma ideia da importância de otimizar suas campanhas no Google Ads para dispositivos móveis. Uma boa ideia para facilitar a vida de quem vê os seus anúncios pelo celular é usar algumas extensões do Google Ads como a extensão Sitelink e a extensão Call.

Como as pessoas têm pouquíssimo tempo para checar o seu site e tudo mais, é preciso deixar o seu anúncio o mais atraente e prático possível.

O sitelink, por exemplo, é uma extensão que permite adicionar links específicos abaixo do link principal do anúncio. Isso pode ajudar a levar pessoas para páginas específicas de landing pages, otimizando a sua taxa de conversão.

Já a extensão Call adiciona um botão de telefone no canto direito do anúncio. Esse é um recurso que deve ser usado, principalmente, por quem trabalha com atendimento pelo telefone.

Dessa forma, o usuário pode ligar para seu call center com apenas um clique, tirar dúvidas e fechar novas vendas com maior rapidez e praticidade.

Estas são apenas algumas das extensões de anúncios mais úteis para otimização das campanhas para dispositivos móveis.

Conclusão

Como deu para perceber, os hacks de Google Ads podem lhe fazer economizar tempo, e principalmente, otimizar as chances de venda dos seus anúncios. Isso é muito importante para potencializar as taxas de conversão de suas campanhas, mesmo com limitações no orçamento.

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog. Conheça o nosso serviço de Google AdWords.

Gostou de nosso post? Compartilhe: