3 dicas para sair do vermelho em 2020 com tecnologia

16/04/2020 às 11:10 Ajuda

3 dicas para sair do vermelho em 2020 com tecnologia

João estava planejando uma viagem para a Europa em 2020. Desde 2018, ele reserva um dinheirinho todos os meses para realizar esse sonho: cruzar vários países com sua família e ter férias guardadas para a memória.

Quando João finalmente consegue pagar o pacote de viagens, à vista, algo fora do previsto leva tudo por água abaixo: seu filho mais novo adoece e ele terá que pagar o tratamento com urgência.

Sem dinheiro nas reservas, ele faz um empréstimo no banco com alta taxa de juros. As mensalidades começam a atrasar, pois ele não consegue arcar essa obrigação.

O resultado é o temido “vermelho” nas contas e uma preocupação a mais para o pobre pai de família.

A situação de João pode ser a mesma ou parecida com a de milhões de pessoas ao redor do mundo. E se você passa por um momento semelhante, ou simplesmente quer evitar problemas que tirem seu sossego, aproveite: o ano ainda está no primeiro semestre por isso vamos mostrar como a tecnologia pode ser uma aliada valiosa nessa tarefa.

Confira agora as 3 dicas para sair do vermelho em 2020 com tecnologia

Com planejamento e boas decisões, 2020 pode vir com um saldo positivo em sua conta-corrente. Fique de olho nessas três dicas que vão ser bastante úteis para você sair do vermelho e evitar novas dores de cabeça.  

O nosso Serviço de E-mail Marketing é apartir de R$45,00 mensal com 10.000 disparos (cada plano tem sua quantidade de disparos correspondentes). Confira agora todas as vantagens que ele pode trazer para você!

1. Organização financeira já!

Diversos sites de confiança oferecem orientações para uma melhor gestão das finanças pessoais, como o do Banco Central, que oferece dados sobre sua situação bancária.

Na página Minha Vida Financeira são disponibilizados relatórios sobre diversos assuntos: empréstimos e financiamentos contratados; contas bancárias e certidão negativa; operações de câmbio; cheques sem fundos; e dívidas com o governo federal.

Dentre as variadas dúvidas que podem ser esclarecidas, estão: “Soube que tenho uma dívida com um banco. Quero saber que dívida é essa e com qual banco”. É possível também ter acesso ao BC pelo aplicativo BC+Perto, um recurso tecnológico que fica sempre à mão.

Ainda no website, a página Cidadania Financeira oferece suporte para o usuário de acordo com o seu perfil. Há três tipos: Quero me planejar; Estou endividado; e Quero aprender a poupar e investir. No segundo caso, o site orienta a tomar consciência das dívidas através de uma lista para em seguida partir para a ação e finalmente escapar do vermelho.

Uma das dicas é envolver a família na tarefa de se livrar dos débitos, no planejamento e no controle de despesas. Estabelecer prioridades na hora dos gastos é uma dica de ouro, evitando contrair mais dívidas.

O nosso personagem, o João, fez certo: adquiriu o hábito de comprar à vista. Guardar o talão de cheque e o cartão de crédito em casa, para dificultar seu uso, é uma boa estratégia.

Se você quiser se aprofundar ainda mais no assunto, o site também oferece gratuitamente um curso on-line de Gestão de Finanças Pessoais.

Baixe já o nosso Ebook "Como fidelizar clientes com E-mail Marketing".

2. Mude seu estilo de vida

A solução das dívidas do fim do mês passa por uma inevitável mudança de hábitos, como foi citado. E um dos principais vilões do orçamento é o carro.

Assessores de investimentos apontam os chamados “gastos fantasmas”, ou seja, aqueles que vêm embutidos no momento de aquisição de um veículo: seguro, manutenção, IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores), e, principalmente, estacionamento e combustível.

Você também pode se interessar: Dicas rápidas para fazer um e-mail marketing de sucesso

Uma opção simples é vender o carro, ou trocar por um modelo mais popular. Com esse dinheirinho é possível quitar débitos com maior rapidez. Um casal precisa de dois carros? Vender um dos automóveis pode trazer um alívio e tanto nas contas.

O bom e velho cartão de crédito segue também como outro simpático vilão, pois é uma tecnologia que contribui para o acúmulo de contas. Especialistas recomendam atitudes mais drásticas com o “dinheiro de plástico” caso o uso recorra, como trancar o cartão em um lugar distante e de difícil acesso, evitando gastos supérfluos.

A calculadora na mão é um bom e velho recurso na hora de calcular se dá pra comprar um apartamento, mudar para um bairro mais caro, fazer aquela viagem ou qualquer outra decisão importante e com impacto significativo no orçamento. A mudança para uma localidade mais abastada pode trazer mais peso no carrinho do supermercado. 

Preste atenção nos seguintes sinais de alerta de que seu padrão de vida não cabe no seu bolso:

  • Se o chuveiro da casa quebra ou é preciso fazer o conserto de um eletrodoméstico, a conta do mês não fecha.
  • Se os gastos tidos como supérfluos foram cortados, nada é gasto em lazer e, ainda assim, você entra no cheque especial todo mês.
  • A possibilidade de demissão do emprego provoca calafrios, porque você sabe que não terá nenhuma reserva e suas contas podem cair no vermelho.

3. Faça uma renda extra

Esta é, sem dúvidas, uma das principais dicas de como sair do vermelhor em 2020 com tecnologia. Se você reviu seu orçamento, suas despesas e receitas, e mesmo assim sua situação não melhorar, então é o momento de realizar uma atividade como fonte de renda adicional. A dica é: repense de que forma você pode aproveitar seu tempo livre para ganhar mais.

Um hobby ou habilidade podem acabar por se tornar um passatempo lucrativo e, quem sabe, até se tornar um negócio. Fotografia, culinária, música, maquiagem, artesanato.

Há uma gama de opções variadas que podem ser oferecidas como serviços remunerados. Considere também a carreira de freelancer: fique de olho nos sites com demandas de trabalhos de acordo com sua especialidade e seu grau de experiência na área.

Com as novas tecnologias de comunicação, é possível trabalhar em casa, com apenas o uso de computador ou celular.

Leia também: Como aumentar o sucesso com e-mail marketing

Leve em conta as nossas dicas para 2020 e previna-se da insônia na hora de dormir.

Gostou de nosso post? Compartilhe: