3 boas práticas de compras para aumentar os lucros

28/04/2020 às 11:10 Marketing

3 boas práticas de compras para aumentar os lucros

Aumentar a lucratividade de forma sustentável na hora de adquirir insumos, com vista no longo prazo, deve ser objetivo de todo empreendedor. O setor de compras é uma peça altamente sensível à estratégia financeira da organização, pois representa mais de 50% do total das suas receitas.

Para uma empresa obter retorno e produzir riqueza, precisa estar em sintonia constante com o fluxo de entrada e saída dos bens necessários à sua produção.

Separamos hoje para você 3 boas práticas de compras para aumentar os lucros. Quer saber quais são elas e como podem te ajudar? Confira!

Um pouco mais sobre boas práticas de compras para aumentar os lucros 

O total de lucro representa o sucesso monetário da empresa. De modo simples, é o resultado entre tudo que o empreendimento vendeu e precisou gastar para isso.

Por exemplo, se, dentro de um período de um mês, a venda obtida foi de R$ 1.500,00 e precisaram ser gastos R$ 1.000,00, o lucro gerado foi de R$ 500,00.

Há negócios estáveis, com lucratividade permanente, enquanto outros estão mais sensíveis a fatores externos que geram sazonalidade.

E em tempos de significativas flutuações de câmbio e riscos globais, todo cuidado é pouco e um bom ponto de partida para evitar perdas que estão ao alcance da estratégia empresarial é definir a margem de lucro.

Com base nesse dado, é possível ter uma referência se houve ganhos ou prejuízos dentro de um intervalo específico, além de analisar os prováveis fatores que desencadearam essa movimentação.

Seja ela negativa ou positiva, o dado auxilia a definir os próximos passos.

O nosso Serviço de E-mail Marketing é apartir de R$45,00 mensal com 10.000 disparos (cada plano tem sua quantidade de disparos correspondentes) Confira agora todas as vantagens que ele pode te trazer!

Quais são as 3 boas práticas de compras para aumentar os lucros?

1. Reduza custos para ampliar receitas

A margem de lucro estabelecida é uma informação valiosa para determinar a importância do setor de compras, traçar um raio x sobre os tipos de insumos e ainda definir os ganhos indiretos, com aquisições mais em conta.

Uma boa forma de entender isso é voltar ao exemplo do início: se as despesas equivalem ao valor de R$ 1.000,00 e identificamos que metade disso foi na obtenção de materiais, ou seja, R$ 500,00, uma simples redução de 10% representa uma economia de R$ 50,00.

A margem de lucro, desse modo, teria o aumento de 5%. Embora pareça pouco, perceba que houve um ganho sem a necessidade de reajustar preços ao consumidor: um ponto sensível e com resultados nem sempre positivos.

A medida ainda não levou ao corte na cadeia de suprimentos, o que poderia alterar mecanismos de logística e processos operacionais com um maior grau de complexidade.

Outra maneira de otimizar esse trabalho é verificar se existem insumos similares por preço menor.

No entanto, preste atenção aos seguintes pontos:

Evite mudanças bruscas, faça a transição com calma. Mudanças muito rápidas podem ter impactos negativos na sua imagem com o cliente.

Viabilize uma alternativa funcional para o serviço ou insumo cortado ou substituído. Por exemplo: caso você dispense o atendimento telefônico, ofereça o e-mail, mas certifique-se de que a comunicação com o cliente permanecerá com qualidade igual ou superior.

Leia também: Como fidelizar clientes através do e-mail marketing?

2. Otimize as informações gerenciais

Implementar um Sistema de Informações Gerenciais, do inglês Enterprise Resource Planning (ERP), é uma medida eficaz para que todos os setores da empresa visualizem e compreendam o fluxo de processos relacionados à tecnologia, serviços e recursos humanos.

Desse modo, equipes de outras áreas poderão colaborar entre si e compartilhar a responsabilidade pela margem de lucro idealizada.

Na prática, as informações gerenciais estarão facilmente expostas, com dados, gráficos, tabelas, relatórios, em um painel desenvolvido pelo departamento de compras. 

Alguns dos benefícios alcançados são: 

Benchmarking:

A transparência das informações contribui para a identificação de oportunidades que aumentem a eficiência no corte de gastos.

É possível comparar preços de itens como uniformes, matéria-prima, material de escritório, alugueis de lojas, entre outros. 

Revisão de gastos:

Você frequentemente pausa pra avaliar e reavaliar quem são seus fornecedores? O que está sendo comprado deles? Quais os gastos despendidos?

Buscar reduzir o número de fornecedores ajuda a reduzir o número de ordens de compras e recibos, o que facilita e acelera substancialmente a administração.

Reforço na concorrência:

A pesquisa de mercado, desde que com dados de fácil compreensão e compartilhamento, estimula o setor de compras da empresa a melhorar a competitividade entre diferentes fornecedores.

Compradores também terão acesso a outras informações importantes para a estratégia empresarial, como prazos, diferentes condições de pagamentos e qualidade de produtos.

Desse modo, é possível ter mais clareza sobre o que de fato serve para os objetivos da organização.

3. Invista em tecnologia

Essa talvez seja a principal boa prática de compras para aumentar os lucros. Além do ERP, implementado através de um registro visual de fácil leitura, outra maneira de aperfeiçoar as compras e reforçar lucros é devidamente integrá-lo ao uso de plataformas tecnológicas de e-Procurement.

O termo é dado para o processo de automação de todas as etapas necessárias para compras B2B, sendo mais abrangente que o e-commerce, pois abarca desde a pesquisa de fornecedores até a compra.

Recursos de e-sourcing ajudam na seleção de fornecedores, enquanto soluções de e-learning ensinam clientes a manusear produtos de modo automatizado e intuitivo.

Outros benefícios do e-Procurement estão no oferecimento de produtos alternativos, descontos e classificações.

Entrar em contato com uma empresa especialista em produtos tecnológicos que potencializem a gestão de compras e desenvolva soluções de acordo com as necessidades específicas para sua marca é uma boa estratégia para evitar desperdícios e potencializar a lucratividade de seus produtos.

Você também pode se interessar: Dicas para fidelizar clientes com e-mail marketing

E aí, o que achou dessas 3 boas práticas de compras para aumentar os lucros? Sabe de alguma outra que também possa ajudar? Então comente aqui e compartilhe também sua experiência!

Gostou de nosso post? Compartilhe: