Tudo o que você precisa saber sobre E-commerce e SEO

Tudo o que você precisa saber sobre E-commerce e SEO

Categoria: Loja Virtual

13/09/2016 às 17:55

Ecommerce e SEO: tudo o que você precisa saber

 

Afinal de contas, como conciliar ecommerce e SEO e fazer com que essas técnicas de otimização joguem a favor do seu comércio eletrônico?

Se você trabalha no varejo online, com certeza já ouviu falar sobre SEO e sua importância para o sucesso da sua loja virtual. Mas como funciona esse trabalho? O que exatamente é preciso ser feito? Quais resultados você terá?

Suas perguntas serão respondidas neste texto, então continue com a gente!

 

Ecommerce e SEO: uma introdução

Se você não faz ideia do que é Search Engine Optimization, ou simplesmente SEO, a gente explica.

Na verdade não tem muito segredo… Sabe quando você vai até o Google e faz uma busca? Todos aqueles resultados que aparecem a seguir são classificados de acordo com uma lógica.

São centenas de fatores considerados pelo buscador: tempo de carregamento do seu site, quantidade de visitas, responsividade, links apontando para o seu endereço, trabalho de palavras-chave, tempo médio de permanência do usuário na página etc.

Depois de fazer um cálculo envolvendo todos esses fatores, o algoritmo determina quem aparecerá ou não na primeira página do Google (no fundo a única que interessa).

Então trabalhar o SEO da sua loja virtual significa mais ou menos isso: otimizar fatores classificatórios para que os seus produtos comecem a melhorar sua classificação em pesquisas Google.

Já pensou em atingir a primeira página do Google e em pouco tempo conseguir um imenso tráfego orgânico para a sua loja virtual? Imagine só quantas pessoas não estão, neste exato momento, procurando pelo produto que você vende…

 

Medidas para otimizar uma loja virtual

Sem mais delongas, vamos tratar agora sobre as principais medidas que você precisa tomar para que o seu ecommerce fique cada vez mais preparado e melhor classificado nas buscas do Google.

É sempre bom lembrar: o SEO é um trabalho a longo prazo, não adianta fazer mudanças hoje e querer resultados amanhã. Com o passar do tempo o Google começará a “perceber” as melhorias e o recompensará por isso.

 

 

Tudo começa pelas descrições dos seus produtos.

Um dos principais erros relacionados a ecommerce e SEO é copiar a descrição de produtos dada pelo fabricante.

Isso fará com que o Google detecte suas descrições como cópias, fazendo a sua loja virtual perder muita relevância em termos de otimização.

Por isso, escreva (ou pague alguém para escrever) descrições originais. Além de ajudar no fator SEO, uma boa descrição também é essencial para convencer o cliente a adquirir determinado produto.

 

Keywords

As “keywords”, ou “palavras-chave” a serem trabalhadas no seu texto também são bastante relevantes para o sucesso de cada produto nas classificações do Google.

Como hoje em dia é o próprio Google que detecta quais são as palavras-chave relevantes de cada descrição, você não precisa ficar muito preocupado em escolher a dedo cada palavrinha e suas variações.

O mais importante é escolher um grupo de palavras-chave certeiras que tornarão seu anúncio relevante, levando para o seu site somente aqueles clientes que estão pesquisando pelo produto a ser vendido.

Lembre-se de distribuir as palavras entre Head, Middle e Long Tail.

Também é importante ser bastante específico nas descrições técnicas.

 

Plataforma

Se estamos falando de ecommerce e SEO, não teríamos como deixar de abordar o tema “plataformas”.

Ao estudar um pouco sobre a lógica do SEO, não é difícil perceber que a plataforma escolhida por você para hospedar a sua loja virtual é muito responsável pela sua classificação nos motores de busca da internet.

 

Como muitas plataformas são “fechadas”, ou seja, não permitem grandes configurações em sua linguagem de códigos, elas já precisam chegar otimizadas para os empreendedores… Isso muitas vezes não acontece, prejudicando muito a loja virtual que está hospedada ali.

Se você quer conhecer um exemplo de plataforma totalmente amigável ao Google, veja mais sobre a ISCommerce 3.0, plataforma de ponta para lojas virtuais desenvolvida pela equipe da ISBrasil.

 

Estrutura

De nada adianta ter uma plataforma otimizada e não organizar a estrutura da sua loja virtual.

Quando falamos em organização, isso significa classificar produtos, criar diversas páginas, gerar segmentação…

É preciso montar os endereços das suas páginas a fim de facilitar a navegabilidade do usuário, deixando tudo mais fácil quando ele estiver procurando por um produto específico.

Além disso, é preciso trabalhar dessa maneira para estudar quais os caminhos mais inteligentes na hora de extrair o máximo de suas palavras-chave mais importantes.

Importante: lembre-se de trabalhar com URLs amigáveis.

 

Gere engajamento

Ao colocar o seu ecommerce no ar, esforce-se sempre para buscar comentários e depoimentos dos seus clientes sobre os produtos ou serviços oferecidos por ali.

Além de ser um ótimo termômetro que mostra o que funciona ou não dentro da sua loja virtual, isso também faz com que os usuários sintam-se valorizados, passem cada vez mais tempo dentro do seu site e gerem conteúdo novo rotineiramente, uma prática importantíssima para quem está preocupado em melhorar a relação entre ecommerce e SEO.

 

Tags

Para trabalhar muito bem o SEO on page da sua loja, é necessário classificar todas as tags e trabalhar com uma boa distribuição das mesmas dentro das páginas de detalhamento dos produtos.

No momento dos cadastros, fique atento a alguns fatores:

 

  • Meta Tag Title
  • Meta Tag Description
  • Keywords
  • Tags de destaque (headlines)
  • Tags de ênfase (negritos e itálicos)

 

É assim que você otimizará o cadastramento dos seus produtos dentro do ecommerce, tirando o máximo de proveito das ferramentas que estão disponíveis.

 

Blog

Outra ferramenta que está sendo cada vez mais procurada pelos ecommerces são os blogs.

Criando um blog você conseguirá utilizar conteúdo relevante para atrair tráfego orgânico diretamente do Google. Esta é uma parte essencial do que chamamos de “Inbound Marketing” (ou “marketing de atração”).

Mas lembre-se: este também é um trabalho a longo prazo. Escolha as palavras-chave para trabalhar em cada texto e faça um bom link building. Além disso é muito importante que o seu conteúdo seja relevante e postado regularmente… Isso torna-o mais amigável ao Google.

Caso você ainda não possua um blog, pode começá-lo em questão de minutos. Contrate já uma hospedagem de sites da ISBrasil a partir de R$9,90.

Talvez você goste

Top