Como usar SEO para vender mais no seu e-commerce

08/07/2020 às 15:34 Loja Virtual

Como usar SEO para vender mais no seu e-commerce

Utilizar SEO no seu e-commerce fará sua loja virtual figurar entre as primeiras posições do Google, o que obviamente atrairá mais visitantes e potenciais compradores. Porém, em um cenário concorrido como o das vendas pela internet, se destacar?

É importante a consciência de que noventa por cento do tráfego gerado pelo Google é retido na primeira página e destes sessenta por cento apenas nos três primeiros resultados.

Uma das maneiras de alcançar essa posição é o uso de estratégias pagas pelo Google Ads. Entretanto, mesmo essa estratégia avalia a qualidade de seu conteúdo. Então como otimizar o seu texto para se posicionar de forma gratuita ou mesmo ter melhores resultados pagos com Google Ads? Trabalhando o SEO de seu site.

SEO para e-commerce

Como dissemos a maior parte do tráfego gerado pelo Google se concentra nas três primeiras posições e a única forma de alcança-las é com um excelente trabalho de otimização. Uma página bem posicionada obviamente atrairá mais leads.

Uma estratégia efetiva é o uso de um blog para promover sua loja virtual, com o uso dele você pode alcançar benefícios como:

  • Otimização das palavras chaves relacionadas ao seu produto.
  • Ganhar autoridade no nicho.
  • Usar o blog como forma de redirecionar visitantes decididos a adquirir seu produto ou para apresentar os benefícios do seu produto a um visitante que ainda não tenha se decidido.
  • Construção de um público engajado que irá se manter seguindo seu site e estará mais próximo de fechar negócio novamente.

Para trabalhar bem um blog em seu e-commerce é preciso conhecer e utilizar alguns conceitos:

arte e-commerce encontrado em páginas de busca

Jornada de Compra

Desde o momento em que o potencial cliente precisa do seu produto até o momento que ele efetivamente o adquire, ele está passando pela jornada de compra.

Inicialmente ele buscará de forma genérica pela solução ou produto que precisa, este é o topo do funil de vendas. Nem mesmo o usuário sabe exatamente o que precisa ainda neste ponto e está aprendendo sobre o assunto. Neste ponto a função do seu blog é conquistar a confiança e informar o usuário de forma que ele entenda exatamente o que precisa e que pode encontrar isso em seu negócio, dando o segundo passo na sua jornada.

Isso nos leva ao meio do funil, onde estão os usuários que já se informaram sabem bem que precisam, mas não sabem onde conseguirão. Aqui você deve apresentar os seus produtos e mostrar que você tem a solução que ele precisa.

Enfim, no fundo do funil o seu lead está próximo de adquirir seu produto e você só precisa focar em mostrar os diferenciais, testes e demonstrações da qualidade e eficácia.

SEO de produtos

Mas além do trabalho realizado no formato de blog, também é possível (e preciso) otimizar as páginas dos produtos em si. Para isso existem abordagens especificas que ajudarão os produtos da sua loja virtual figurarem entre os primeiros.

Lembra que falamos sobre a “jornada de compra”? Podemos utilizar esta ideia para nos ajudar aqui também. Em geral um lead no inicio da jornada fará buscas com palavras genéricas, chamadas de Head Tails: churrasqueira, hospedagem de sites, certificado SSL, etc.

Com essas palavras ele deve encontrar o conteúdo do seu blog para construir confiança e descobrir exatamente o que procura. Neste ponto as palavras se tornam mais longas e especificas: contratar hospedagem de sites com backup, hospedagem WordPress com cpanel, etc.

E é neste segundo ponto que o SEO de produtos trabalha. Para posicionar bem a página do seu produto com as palavras Long Tail você pode investir em algumas táticas:

  • Criar uma descrição textual dos seus produtos, breve e com uso de intertítulos (h1, h2, h3) onde você utilizará essas palavras chaves e outras relacionadas.
  • Investir no título da página/produto com palavras Long Tail
  • Utilizar otimização de imagens. Na página do produto os recursos de texto são limitados e não atraem tanto a atenção, por outro lado as imagens se destacam e é preciso investir na descrição de imagens SEO.

Descrição de produtos SEO

Trabalhar a descrição de produtos na sua loja virtual é como escrever um texto descritivo para cada produto. Este texto não precisa ser necessariamente longo, pelo contrário.

O importante é conseguir trabalhar a palavra chave e relacionadas com o uso de intertítulos que façam referência aos diferencias do produto e se manter atento para não cometer nenhum dos erros que podem afetar o seu SEO.

Descrição de imagem SEO

A descrição de imagens para SEO se apoia em três princípios: alt text, nome e legenda. Porém para o uso em um e-commerce utilizaremos especialmente o alt text e o nome da imagem.

Diferença entre alt text e nome

Embora confundidos, são dois quesitos diferentes analisados pelos bots do Google. O nome da imagem é literalmente o nome do arquivo que você utilizou. Então se você utiliza a imagem de uma churrasqueira um bom nome seria “churrasqueira.jpeg” ou “churrasqueira_preta.jpeg” e não algo aleatório como “IMG20200107.jpeg”

O alt text por outro lado é um atributo que irá descrever a imagem para as máquinas dos mecanismos de buscas, já que estas leem apenas códigos e não imagens. É importante que o alt text seja breve (no máximo oito palavras), use palavras chaves e principalmente descreva bem o produto sem ser redundante. Por exemplo: “churrasqueira metálica três alturas preta”.

arte resultados de uma estratégia SEO

Palavras chaves para e-commerce

Como você percebeu todo o trabalho do SEO tem uma base: as palavras chaves. Mass como saber quais palavras o seu cliente busca? Apenas com sua intuição? Claro que não.

Existem métodos e ferramentas próprias para isso. Um dos métodos mais efetivos e comuns é digitar uma busca genérica (Head Tail) no Google e verificar as sugestões. Mas é claro que este processo pode ser um pouco cansativo e por isso temos uma ferramenta do próprio Google: o Planejador de Palavras Chave.

Com esta ferramenta você pode obter dados como a quantidade porcentual de busca de uma palavra chave mensalmente e obter sugestões de palavras similares que também suas buscadas.

Analisar as palavras similares pode gerar descobertas interessantes de palavras com um bom fluxo ou concorrência menos acirrada.

Gostou de nosso post? Compartilhe: