Saiba quais foram as atualizações mais recentes de SEO

20/12/2017 às 21:30 SEO

Saiba quais foram as atualizações mais recentes de SEO

Nem é preciso mais falar do quanto o SEO se tornou importante para o crescimento de sites na internet, não é mesmo? Porém, é preciso acompanhar as mudanças e acompanhar as tendências para conseguir aplicar as técnicas de forma mais eficiente.

A maioria das pessoas não conseguem manter os bons resultados de tráfego orgânico por muito tempo em seus sites porque não conseguem acompanhar as principais mudanças ou não se atentam a elas. Isso é erro de quem precisa das ferramentas de SEO para alavancar uma estratégia de marketing digital.

No mundo do marketing, o SEO é um dos canais que mais sofreu atualizações nos últimos tempos. Se você trabalha com marketing já sabe que bastante coisa mudou. Para quem tem menos conhecimento sobre o assunto, é preciso contextualizar a situação. O SEO é um grupo de estratégias que focam na otimização do seu site nos organismos de buscas, gerando mais visitas, sem que você tenha que gastar nada para isso.

Porém não é simples manter uma boa estratégia de SEO, suas ações precisam sempre se adaptar com o passar do tempo. Devido as mudanças em mecanismos de buscas, principalmente no Google, as técnicas de SEO se transformaram e aplicar apenas palavras-chave e meta descrição não irá colocar mais o seu site no topo.

Os algoritmos do topo passaram a ser mais espertos para elevar conteúdos realmente relevantes para seus usuários, e isso vai muito além de uma boa palavra-chave. O que não quer dizer que você deve largar tudo o que aprendeu de lado e deixar de aplicar as técnicas mais antigas, pelo contrário, você precisa saber apenas quais são os novos elementos que surgem para otimizar um conteúdo na internet.

Cada vez mais os usuários estão ditando o que deve ser feito no mundo do marketing, por isso uma estratégia que foque apenas em um bom ranqueamento não será suficiente para atrair um grande volume de visitas. As mudanças no SEO tradicional estão diretamente ligadas as mudanças comportamentais dos internautas.

O mobile, por exemplo, é uma das principais tendências do marketing atual. Com o crescimento da tecnologia 4G no Brasil, a maioria das pessoas já acessam a internet pelo celular. Parte das transações comerciais pela web também são realizadas através de dispositivos móveis. Já é cada vez mais normal realizar comprar, pesquisar sobre qualquer assunto, entre outras coisas pelo smartphone. Os usuários também estão utilizando termos mais longos e específicos, por estarem mais antenados e já saberem quais são suas necessidades.

Com as recentes atualizações, quais são as tendências do SEO?

Internautas no comando

Como já falamos acima, cada vez mais os usuários têm o poder sobre o ranqueamento no Google e em outros sites de busca. Todas as atualizações nos algoritmos do Google são focadas em gerar uma melhor experiência para os internautas.

Por isso, é preciso dar mais valor ao usuário na hora de aplicar SEO em seu site. Tenha um layout responsivo e bem intuitivo para facilitar a navegação. E claro, trabalhe o máximo possível seus conteúdos. Não busque por criar uma grande quantidade de conteúdos sobre assuntos variados, mas que tenham relação entre si. Em vez disso, crie menos conteúdo, mas foque ao máximo em solucionar as necessidades dos clientes.

Produzir conteúdo de qualidade é obrigação

Não adianta mais fazer um conteúdo “meia boca” e aplicar técnicas de SEO para ranquear bem no Google. Os sites de buscas estão bem mais espertos quanto a isso. Então, além de aplicar todas as técnicas de SEO possíveis para otimização, é essencial que você crie um conteúdo de qualidade, com informações relevantes, bem organizado.

Com pouco tempo para checar textos, é preciso aplicar a escaneabilidade adotando subtítulos, listas quando necessárias. A linguagem deve ser mais direta para atrair a atenção de potenciais clientes ao conteúdo.

Confira também quais são os melhores plugins para WordPress.

Dê fim aos conteúdos duplicados

O Google está cada vez mais chato nessa questão. É preciso supervisionar para evitar a criação de conteúdos iguais ou bastante semelhantes, por isso a adoção de uma estratégia com a produção de um número menor de conteúdos é recomendada.

Fique ligado em filtros de lojas virtuais e tags que podem aumentar o risco dos algoritmos do Google considerem que seus conteúdos são duplicados. Use a canonical tag, o redirecionamento 301 para evitar cometer esse tipo de erro.

Palavras-chave estão perdendo força

Os termos estão ficando um pouco menos valorizados dentro de uma estratégia de SEO. Isso porque muitas palavras-chave passaram a ser consideradas como sinônimos pelos mecanismos de busca. Mesmo assim, você deve continuar se preocupando em definir a melhor palavra-chave possível para seus conteúdos.

Aquela preocupação com o posicionamento das palavras-chave em título, subtítulo, meta descrição e ao longo do texto estão com menos importância para o Google. A tendência é que no futuro, as palavras-chave sirvam apenas para guiar o conteúdo, levando mais em conta uma linguagem mais objetiva nos textos e também no título, subtítulos e outros pontos.

Mensagens de voz em alta

Com a utilização crescente de smartphones, as mensagens de voz são mais utilizadas pelos usuários. Quase metade dos internautas utilizam o recurso para fazer pesquisas, de acordo com o Google. A tendência é que os números cresçam no próximo ano. Por isso, é importante que seus conteúdos sejam otimizados para serem encontradas através desse tipo de busca.

Links contextuais ou link earning ganham força

O link earning é considerado a evolução do link building. Uma boa troca de links agrega valor ao seu conteúdo, ao seu site e claro ao usuário. Porém, todos links que não forem bem segmentados devem ser evitados.

O ideal é conquistar links de maneira natural, que sejam coerentes com o conteúdo, se encaixando no contexto do assunto tratado no texto. Esse tipo de link ganhará uma relevância maior em 2018.

Utilize um layout responsivo

O Google tem deixado de lado, sites que não tenham layouts responsivos, ou seja, não se adaptam a todos os tamanhos de tela. É essencial num mundo em que os acessos à internet por smartphones e tablets utilizar um bom layout que seu site seja visualizado com tranquilidade em dispositivos móveis.

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog e baixe o Ebook Tudo sobre SEO para WordPress. Conheça nosso serviço de Hospedagem de site com WordPress

Gostou de nosso post? Compartilhe: