Saiba o que sites que nunca foram penalizados pelo Google tem em comum

03/04/2019 às 18:56 SEO

Saiba o que sites que nunca foram penalizados pelo Google tem em comum

Sabemos o que não fazer para não termos nossos sites penalizados pelo Google, não é? Tem vários textos no blog sobre isso. Neste artigo, vamos abordar esse assunto de um jeito diferente.

A ideia é mostrar o que sites que nunca foram penalizados tem em comum. O que estes sites fazem para serem “amados” pelo Google? Vamos saber!

O primeiro ponto a ter em mente é o objetivo principal do Google. O que o buscador quer? Será que apenas fazer a parte técnica do SEO nos coloca e nos mantém no topo? O Google é extremamente técnico? A resposta é não.

O objetivo principal do Google é o mesmo que temos em nossos sites: agradar os usuários, clientes, etc. Assim, como queremos aumentar nosso tráfego, o Google também deseja isso.

Então, a dica para não ser penalizado e que muitos sites estão se preocupando é: otimize a experiência do usuário.

Mas como fazer isso? Como eu posso ter certeza de que os usuários estão gostando do meu site? Bom, é simples!

Existem um conjunto de métricas que podem indicar o tamanho da satisfação do usuário, além de claro, sempre ser possível colher o feedback deles para melhorar o seu site.

Confira abaixo quais métricas podem lhe ajudar a entender o usuário e lhe afastar de qualquer penalização do Google:

Versão mobile

Essa não é uma métrica, mas é uma necessidade atual. Pesquisas mostram que a maioria dos consumidores brasileiros já acessam a internet através de seus smartphones.

Isso indica que um site para ser bem visto pelo Google deve ter uma versão mobile como sua principal.

No fim do ano passado, o Google já ressaltou que dará prioridade nos resultados de buscas aos sites que melhor se adaptarem ao mobile.

Essa é uma dica fundamental para que o seu site “caia nas graças” do Google. Os sites que não foram penalizados pelo Google, geralmente são sites com versão própria para mobile.

Taxa de rejeição

A primeira métrica que deve ser analisada por você é a taxa de rejeição. O Google dá mais relevância aos sites como uma taxa de rejeição baixa.

No geral, o ideal é que a métrica esteja no máximo nos 50%.

O que é taxa de rejeição? Para quem não sabe, a taxa de rejeição é uma métrica que mede o número de visitantes do seu site que saem após visualizarem uma única página.

Isso indica para o Google que há problemas no seu conteúdo, no layout do seu site, etc.

Número de visitantes repetidos

Em confronto com a métrica acima, quanto maior o número de visitantes repetidos do seu site, maiores são as chances de ir bem no Google.

Sites que nunca foram penalizados pela plataforma tem em comum, o fato de terem um bom percentual de fãs, ou seja, usuários que os acessam recorrentemente.

O recomendado é que o número de visitantes repetidos do seu site esteja entre 15% e 45%. Um percentual dentro disto indica ao Google que as pessoas estão gostando do seu site.

Isso traz mais autoridade para a sua marca na internet e relevância na hora dos resultados de busca.

Confira também: Vantagens do Cloud Server.

Número de visualizações por página

Essa métrica é mais uma que traz muita relevância ao seu site. Sites que não são penalizados pelo Google tem em comum, o fato de terem uma rejeição baixa, uma taxa boa de visitantes recorrentes que culmina num maior número de páginas visualizadas por sessão.

Quanto maior for a média de páginas visitadas pelos visitantes do seu site a cada sessão, maior será a sua relevância no Google.

Isso indica a plataforma que as pessoas se interessam bastante no conteúdo que você está criando na internet. O recomendado é que seu site tenha uma média de 2 a 6 páginas visitadas por sessão.

Tempo médio de sessão

Um bom tempo médio de sessão também indica que os usuários estão gostando do seu site. Para o Google, o site que conseguem manter os usuários por, pelo menos, 1 minuto e meio no seu site é um site mais relevante.

O ideal é que você se mantenha acima dos 2 minutos de média, e claro, busque chegar a 5, 10 minutos, o que apesar de ser difícil, não é impossível.

Isso indica ao Google que as pessoas gostam do seu conteúdo. E assim como as outras métricas que já citamos, afasta o seu site de uma penalização, mostrando a plataforma que você não pratica nenhuma forma de manipulação para atrair pessoas para o seu site.

Conclusão

Como vimos, para não ser penalizado e aliado a isso ser um sucesso no Google, um site não pode apenas pensar tecnicamente em SEO.

É lógico que é importantíssimo os ajustes e palavras-chave, tags, meta-descrição, entre outras, mas não é preciso mostrar que você não tenta manipular o buscador, mas que o seu site é focado no usuário.

 A melhor dica que podemos dar é que você crie conteúdo para os usuários e não para o Google. Sempre ponha o usuário na frente! Quando for criar um conteúdo, pense no que os visitantes do seu precisam, o que eles e como eles querem.

Ter um conteúdo voltado para o usuário e não para chegar ao topo do Google é o que faz a diferença para aliar sucesso a falta de penalizações dentro do buscador.

Invista em um conteúdo para quem consome o seu conteúdo.

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog. Conheça o nosso serviço de Cloud Gerenciado.

Gostou de nosso post? Compartilhe: