Por que devo utilizar o LinkedIn?

Por que devo utilizar o LinkedIn?

Categoria: Blog

14/10/2016 às 13:17

Por que devo utilizar o LinkedIn?

 

Se você vem se perguntando bastante sobre como usar o LinkedIn, provavelmente já percebeu que esta é uma rede social que pode trazer excelentes resultados caso você opte pelas estratégias corretas. Seja para conseguir um emprego novo, montar uma equipe qualificada, fazer networking ou simplesmente “estar no radar” de pessoas importantes, a rede social é uma ferramenta profissional que não pode mais ser ignorada. Foi por esse motivo que resolvemos dedicar o texto de hoje ao assunto. Além de tratar das diversas vantagens do LinkedIn, ainda vamos dar dicas sobre como tirar o melhor proveito possível de todo o seu potencial.

Você está preparado (a)? Então fique com a gente!

 

O LinkedIn funciona?

Assim como em todo negócio, o aspecto mais importante do LinkedIn são as soluções que ele oferece. Nenhuma rede social tornara-se tão relevante ao público caso não funcionasse. Portanto, deixe o ceticismo do lado para chegar a uma conclusão bem simples: se não está dando certo para você, provavelmente é porque algo está sendo feito da maneira errada.

 

Para que serve o LinkedIn?

Antes de falarmos sobre como usar o LinkedIn, nada mais justo que explicarmos o porquê dele ser tão importante.

E na verdade é bastante simples. O LinkedIn é uma rede social voltada para a sua carreira. Bem, até aí nenhuma novidade.

A questão é que, possuir um bom perfil no LinkedIn, com todas as informações solicitadas, faz com que você passe a ter um “currículo” na plataforma, que, diga-se de passagem, é cada vez mais buscada por empresas brasileiras que estão procurando por novos talentos para compor suas equipes.

Em um mundo no qual tecnologia e conteúdo andam juntos, o currículo convencional já não é mais o suficiente. Os recrutadores querem “pessoas do mundo real”, com dores, alegrias e histórias para contar… E o LinkedIn te dá a oportunidade de mostrar tudo isso.

 

Como usar o LinkedIn? 7 Boas práticas para a plataforma

Por ser bastante diferente de outras redes sociais como Facebook e Instagram, o LinkedIn nem sempre é compreendido pelos profissionais.

Confira abaixo uma série de boas práticas que vão ajudar você a explorar todo o potencial da rede!

 

Tenha um perfil completo

Se vai entrar, entre de verdade! Ou seja: não crie o perfil para abandoná-lo horas depois…

Acredite: se fizer isso, não haverá resultados. A própria ferramenta é bastante intuitiva no aspecto de apontar o que falta para você ter o que o LinkedIn chama de “Perfil Campeão”.

Complete as informações conforme forem sendo solicitadas e veja a magia acontecer. Um perfil completo chama mais atenção e é o primeiro passo para que as oportunidades batam à sua porta.

 

Faça networking

Outro aspecto importante que precisamos abordar ao falarmos sobre como usar o LinkedIn é o networking. Um dos pontos chave para o sucesso da rede social, o relacionamento interpessoal através da ferramenta pode abrir muitas portas no futuro.

Trate de procurar colegas de trabalho (do presente e do passado), conectar-se a eles e quem sabe até mandar um pequeno recado de boas-vindas. Lembre-se: um bom networking pede por pequenos contatos recorrentes (afinal de contas, procurar as pessoas apenas quando se está desempregado é fácil, certo?).

 

Crie conteúdo

Como já dissemos acima, o conteúdo é a alma do negócio.

A melhor maneira de gerar valor para as conexões da sua timeline do LinkedIn é através de conteúdo.

Escreva sobre sua área de atuação, carreira, empreendedorismo, compartilhe oportunidade. Enfim, qualquer conteúdo relevante é mais que bem-vindo! Além de passar a ser visto com outros olhos pelas suas conexões da rede social, você pode acabar parando nos textos de destaque da plataforma, o que certamente chamará a atenção de milhares de usuários do mundo inteiro para o seu perfil.

Dica: você pode publicar conteúdo diretamente na plataforma, o que dispensa a utilização de um blog.

 

Aposte em um perfil direto

Quando estiver montando o perfil, lembre-se que gestores e recrutadores não têm muito tempo para ficar estudando cada candidato na rede social. Por isso, utilize poucas palavras em sua descrição para definir quem você é.

É a sua única chance de chamar a atenção de um recrutador e fazê-lo gastar mais tempo navegando por suas experiências anteriores.

Mas é importante reforçar um aspecto: ser direto no perfil significa sintetizar sua descrição, não o perfil como um todo. Em áreas como “Experiência” e “Trabalhos voluntários” você pode (e deve) gastar o verbo para fazer autopromoção!

 

Recomende e seja recomendado

Assim que fizer o seu primeiro login na rede social, o sistema solicitará que você informe algumas competências das quais tem domínio sobre. Cada usuário pode adicionar até 50 competências e é muito importante que você pense bem sobre o assunto.

Depois de preencher esse campo, lembre-se de pedir para que seus amigos e contatos profissionais recomende-as, pois isso é um forte indício de que eles possuem confiança em você (o que deixa recrutadores mais inclinados a considerarem o seu perfil para uma oportunidade de emprego).

Como não existe almoço grátis, é recomendado que você também distribua boas recomendações às suas conexões.

Mas lembre-se: o seu nome está em jogo. Procure ser o mais honesto possível na hora de fornecer as pontuações dos usuários.

 

Tenha conexões

Durante a semana, também vale dedicar alguns minutos do seu tempo para adicionar novas conexões, pois isso aumenta as interações da sua rede e a torna mais forte.

Além de colegas de trabalho, que tal procurar por pessoas influentes que atuam na mesma área que você, conectar-se com elas e poder dar uma espiada no que estão compartilhando? Lembre-se: um artigo pode mudar a sua vida!

 

Seja sociável

E nossa última dica sobre como usar o LinkedIn não poderia ser outra… Afinal, do que adianta centenas de conexões importantes se você não se conecta verdadeiramente a nenhuma delas?

O que recomendamos é que você participe de comunidades, interaja, tire dúvidas, pergunte, distribua likes, sugestões, críticas construtivas etc. No fim do dia, o LinkedIn é uma rede social que proporciona uma série de experiências interessantíssimas dos pontos de vista pessoal e profissional. Mas assim como no mundo real, quem não é visto não é lembrado!

Até Mais!

 

 

Talvez você goste

Top