Permalinks: o jeito certo de estruturar uma URL

27/04/2019 às 12:59 SEO

Permalinks: o jeito certo de estruturar uma URL

Muitos sites novos costumam demorar bastante tempo para conseguirem ranquear na primeira página do Google.

Com as mudanças recentes no algoritmo da plataforma, parece que alcançar os primeiros lugares do ranking está cada vez mais difícil. Mesmo assim, ainda existem alguns elementos que podem facilitar esse trabalho, um deles é o permalink.

Muitas pessoas não sabem o que são permalinks e nem como eles podem contribuir para a estratégia de SEO de um site e por isso vamos falar sobre ele neste artigo.

Sem mais delongas, vamos explicar o que é permalink e dar dicas de como estruturar suas URLs para alcançar o topo do Google.

O que é permalink?

Permalink é a URL completa, aquele que os usuários veem na barra de endereço de seus navegadores quando acessam um site.

Como o nome já evidencia, essas URLs são permanentes e mantém uma estrutura, independente do conteúdo e das atualizações de página.

Neste sentido, o permalink é o seu endereço virtual, pense em algo como o seu endereço físico, por exemplo, ele nunca muda, a não ser que você mude para outro lugar.

Com o permalink acontece o mesmo, ele só muda se mudar o endereço do seu site, mas ainda assim mantém uma certa estrutura da URL anterior.

Podemos dividir a estrutura do permalink em algumas partes, são elas:

  • Protocolo (HTTTPS)
  • Domínio (www.suaempresa.com.br)
  • Port (geralmente esse elemento é ocultado na URL)
  • Nome do arquivo ou post (/blog/hospedagem-de-site)
  • Outros parâmetros (depende de cada página, podendo estar ocultos ou não)

Em resumo, para definir um bom permalink, você deve escolher como e quais dos elementos que citamos acima devem estar sempre nas URLs do seu site.

É aí que entram nossas dicas de otimização do permalink para a criação de URLs atrativas e que potencializem o ranqueamento no topo do Google.

E por que a URL é importante para o Google? Bom, para o Google a estrutura de URLs, o permalink é um fator de ranqueamento.

A forma como você define a estrutura das URLs do seu site são consideradas na hora de composição dos resultados de busca.

Como a URL tem como objetivo apontar para o usuário, sobre o que é o conteúdo da página, mostrando em qual site ele está, em qual categoria e em qual conteúdo, o permalink é importantíssimo no SEO e é considerado um fator que pode otimizar a experiência do usuário em um site.

Abaixo, vamos lhe dar algumas dicas para que você consiga estrutura permalinks da maneira correta e assim ter mais um fator de relevância para o Google, confira:

Formate a sua estrutura

Quem mantém um site no WordPress, com certeza, já notou que a plataforma dá várias opções de estrutura de URL.

Mas como definir o permalink? Como seria a estrutura padrão correta para o meu site?

Nossa dica: Crie sua estrutura de URL pensando na arquitetura do seu site. Como assim? Bom, quando criamos um site, desejamos otimizar a experiência do usuário.

A arquitetura de site chega com a intenção de criar uma estrutura de páginas que se interliguem e assim seja fácil para o usuário encontrar o que está procurando.

Dessa forma, você criará um padrão de permalink e consegue montar um formato hierárquico dentro do seu site.

As URLs devem seguir o mesmo padrão para que a navegação de visitantes no seu site flua naturalmente.

Confira também: Vantagens do Cloud Server.

Palavras-chave na URL

Pronto! Você montou uma estrutura de permalink para o seu site. Agora, é hora de pensar como você vai incorporar as palavras-chave do seu conteúdo na URL para otimizar sua estratégia de SEO e tornar a sua página mais relevante para o Google.

As palavras-chave devem ser introduzidas na parte do nome do post dentro da URL.

E para aumentar as chances de ranqueamento, você deve usar tanto palavras-chave de cauda longa como termos mais curtos.

Sempre defina a sua URL após uma pesquisa de palavras-chave. Busque por termos que tenham um bom volume de buscas e uma competição branda para chegar mais rápido a primeira página do Google.

Assim, além de inserir no corpo do texto, usar a palavra-chave na URL trará ainda mais relevância ao seu conteúdo.

URLs curtas

Mesmo que você utilize palavras-chave de cauda longa, sempre busque comprimir a URL na versão mais curta possível.

Isso facilita bastante para o usuário e ajuda no SEO do Google. O comprimento básico de uma URL de bom ranqueamento é de cerca de 59 caracteres.

Para facilitar, além da contagem de caracteres, você também deve definir um número médio de palavras que a sua URL deve possuir.

Nós recomendamos que ela tenha no máximo, oito palavras.

Essa combinação de estrutura, uso de palavras-chave e a busca por URL menores tendem a influenciar positivamente o ranqueamento no Google.

Geralmente, URLs mais longas, por mais que estejam otimizadas com a palavra-chave acabam sendo ignoradas pelo Google.

Como o principal fator de ranqueamento é a experiência do usuário, o buscador tem priorizado as URLs mais curtas e informativas, que conseguem traduzir o conteúdo da página com um número pequeno de palavras e caracteres.

Isso nos traz a uma dica extra:

O título de uma página deve ter, em média, 65 caracteres. Isso é um pouco mais do que os 59 caracteres recomendados pelo Google.

Então, calma! Não é preciso encurtar o seu título, mas sim sua URL. E não há nenhum problema nisso!

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog. Conheça o nosso serviço de Cloud Gerenciado.

Gostou de nosso post? Compartilhe: