O que é mapa de empatia e como implementar em minha empresa

08/10/2018 às 10:09 Ajuda

O que é mapa de empatia e como implementar em minha empresa

O mapa de empatia pode facilitar o entendimento da sua audiência e é por isso que ele vem sendo tão valorizado no mundo do marketing atualmente.

Como a projeção de ICP (perfil de cliente ideal, em português) não costuma ser tão precisa, essa técnica pode ajudar sua empresa a resolver esse problema e atingir em cheio os clientes.

Como já se sabe, neste ano se intensificou a necessidade dos profissionais de marketing em criar e aproveitar meios para melhorar a experiência dos clientes.

Garantir a satisfação e atender as reais necessidades são as ideias centrais do mercado atual.

Com a criação de um mapa de empatia, é possível analisar o comportamento de seus clientes, traçando perfis aprofundados destes e assim gerar uma experiência mais proveitosa.

A ideia é que você consiga mapear todos os pontos importantes para acertar em cheio seu cliente.

O que é um mapa de empatia?

A ideia central do mapa de empatia é dar a possibilidade de entendimento do cliente para sua equipe de marketing.

Esse entendimento engloba todos os pontos importantes para detalhar o comportamento do usuário, como por exemplo, objetivos, desafios, necessidades, entre outras coisas.

Em meio a esse quadro, você também deve relacionar esses pontos com seus próprios objetivos e desafios para traçar um caminho a fim de tratar o que cliente como eles desejam e dar o que eles precisam.

O mapa de empatia é uma ferramenta que visa melhorar o engajamento de uma empresa com os clientes e acelerar o crescimento de pequenos e médios negócios no mercado atual.

Com a necessidade de traçar o perfil de cliente ideal para vender mais, é preciso focar em todos os pontos para fortalecer a comunicação da sua marca.

Essa estratégia é muito válida para que você aperfeiçoe sua equipe de atendimento mudando a cultura organizacional da sua empresa.

Também é possível otimizar a criação de produtos e serviços, oferecendo algo de mais qualidade e que tenha mais valia para os clientes.

Esse método vale para qualquer tipo de empresa, de qualquer setor, independente se você tem uma loja virtual ou física, uma startup, um portal de conteúdo, etc.

Como montar um mapa de empatia?

Para formar um mapa de empatia é preciso responder algumas perguntas e correlacionar as respostas. A

ssim como um mapa astral, por exemplo, é preciso cruzar informações para obter os resultados certos.

Baixe o nosso Ebook “Fidelizando clientes com E-mail Marketing”

A primeira pergunta a ser feita é: O que o cliente pensa e como ele se sente?

Essa pergunta faz com que você consiga conhece-lo melhor e é essencial para o entendimento do comportamento do seu cliente.

Ter uma noção das opiniões pessoais do seu cliente e dos sentimentos que ele nutre sobre a vida lhe possibilitar compreender o por que que ele persegue objetivos, por que enfrenta certos desafios, etc.

Dessa maneira é possível questionar o cliente, coloca-lo em dúvida e instigar o seu interesse com mais eficiência, já que você estará por dentro das preocupações e das ambições do consumidor.

Confira também: Como fidelizar clientes através de e-mail marketing?

A segunda pergunta é: O que ele consome?

Em relação não só as compras e serviços que utiliza, é preciso montar a cultura de consome que seus clientes promovem.

Nesse ponto, é importante saber o que eles assistem, quem são seus principais ídolos, quem são suas marcas favoritas, quais atividades ele mais gosta, etc.

Todas essas informações são cruciais para definir um ou mais perfis de clientes ideais.

Sabendo o que seu cliente consome é possível traçar meios como adoção de uma linguagem ou de um estilo mais personalizado.

Quanto mais você souber o que ele consome, mas entenderá sobre a sua vida. E isso é fundamental para preparar campanhas e conteúdos que atinjam em cheio a curiosidade e o interesse do cliente.

A terceira pergunta é: Como ele lida socialmente?

Essa pergunta serve para obter informações sobre o ambiente em que seu cliente está inserido.

Entender como ele se relaciona com pessoas, sejam elas amigos, conhecidos, família, etc.

Questionar e aprender sobre o ambiente familiar que seu cliente possui é essencial para dar a ele algo que ele está familiarizado.

Com isso, é possível entender como chamar a atenção dele e impactá-lo de maneira positiva com campanhas em diferentes formatos.

A quarta pergunta é: O que seu cliente pensa e como ele influencia a sociedade?

Neste ponto, é possível definir o por que seu cliente se comporta de tal maneira e como isso pode influenciar os demais consumidores.

Analisar o discurso sustentado pelos usuários, incluindo informações sobre consumo e estilo de vida é essencial para traçar o caminho de comunicação correto com o cliente.

Para isso é preciso conhecer mais a fundo as histórias vividas por seus clientes, a fim não de julga-las, mas de compreende-las, entender como você pode usar a favor do seu negócio.

A quinta e última pergunta deve ser: Quais são as reais necessidades do cliente?

Com todas as informações conseguidas nas perguntas acima, você deve focar em entender quais são as dores e as necessidades que seus clientes possuem.

Dessa maneira, é possível que você consiga criar meios de atende-los através de produtos e atendimento personalizado.

Essa é a maneira mais eficaz de dar ao seu cliente o que ele realmente quer.

Muitas empresas não levam a sério o mapa de empatia e acabam perdendo a chance de entender a fundo o comportamento do cliente e assim criar soluções voltadas especificamente para ele, o que é essencial num mercado que prioriza a experiência do cliente.

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog. Conheça o nosso serviço de E-mail Marketing.

Gostou de nosso post? Compartilhe: