O que é lean canvas e como montar um para seu negócio

13/11/2018 às 09:34 Loja Virtual

O que é lean canvas e como montar um para seu negócio

Com a crise econômica que atinge o Brasil, o empreendedorismo se tornou uma das opções mais viáveis para os brasileiros conseguirem ganhar dinheiro e manterem uma certa qualidade de vida.

Com isso, veio a necessidade de aprendizado na montagem de estratégias de negócios como o lean canvas.

Os modelos de canvas, plano de negócios e lean canvas servem para dar um norte a ideia de negócio. É neles que você analisa e valida a sua ideia.

Esse processo tende a atrasar a abertura de uma empresa, mas isso é bastante válido, já que você entrará no mercado muito mais embasado e com sua ideia melhor formatada.

Depois do surgimento do plano de negócios, que é um documento bastante extenso, surgiu o Business Model Canvas, que é um modelo mais conciso onde é possível colocar os principais pontos para a criação de uma empresa em apenas uma página.

E depois disso, surgiu o Lean Canvas, um modelo baseado no Canvas, mas que tem características próprias, tendo como intenção ser ainda mais prático e objetivo.

Enquanto no Canvas, o empreendedor deve detalhes várias informações sobre diversos fatores importantes, no Lean Canvas é possível simplificar a definição.

Esse modelo é considerado excelente para startups e que coloca uma ideia sobre teste, testando hipóteses de implementação, o que dá mais garantia e segurança ao empreendedor sobre a validação da sua ideia.

Como montar um Lean Canvas para o meu negócio?

Assim como o Canvas, o Lean Canvas também é dividido em nove pontos, organizados em blocos de uma única folha.

O objetivo é ter um modelo que torne ainda mais fácil e conseguir economizar e organizar ideias ainda mais rápido e com a maior assertividade possível.

Confira abaixo um resumo sobre cada um dos nove pontos do Lean Canvas:

Problema

Cada negócio, independente de porte e segmento, possui vários perfis de clientes.

E conhecer profundamente os perfis mais comuns de clientes do seu negócio é requisito básico na hora de montar o seu negócio.

Depois de uma pesquisa para recolher dados e encontrar padrões de comportamento em seus clientes, é hora de destrinchar quais são os principais problemas que eles possuem. Dessa maneira, você pode formatar soluções ideais para as necessidades mais urgentes.

Nesta parte do bloco, você deve descrever os três principais problemas de seus clientes.

Isso fará com que você coloque cada um deles como suas prioridades na hora de criar novos produtos e oferecer serviços personalizados.

Isso ajuda bastante a ter competitividade no mercado. Lembre-se sempre que é preciso resolver problemas para ter valor e para isso será necessário entender quais são os problemas para saber se você pode resolvê-los e de qual forma.

Confira também: Melhor hospedagem de site.

Segmento de Clientes

Como dissemos acima, quando pesquisamos quem são nossos clientes, encontramos vários perfis diferentes.

E ter uma noção real da segmentação de seus clientes é importantíssimo para validar e alterar pontos em sua ideia.

Sem saber quais são os segmentos de clientes que compraram de sua empresa ou consumirão seu conteúdo, fica muito difícil entrar no mercado com uma ideia sólida de negócio.

O mais recomendado é que inclusive sejam feitos inclusive um lean canvas para cada segmento de cliente, isso pode ajudar a detalhar mais os problemas que devem ser resolvidos.

Teste 30 dias de Hospedagem Empresarial.

Proposta de valor única

Este é o bloco central do Lean Canvas, sendo um dos principais pontos do seu negócio. Nele, você deve colocar os principais argumentos que validam sua ideia.

Assim, você saberá como você pode gerar valor, conseguindo convencer os clientes a comprarem de sua empresa mais facilmente.

E nesse ponto que você deve pensar nos seus diferenciais competitivos. Pense, como e onde você pode se diferenciar de seus principais concorrentes de mercado.

Isso fará com seu negócio seja atrativo para o seu público-alvo.

Solução

Outro ponto central do Lean Canvas é a solução. Essa é a chamada “galinha dos ovos de ouro”.

E para saber qual é a solução que a sua empresa lançará no mercado, é preciso antes conhecer profundamente seus potenciais clientes.

Para isso, foque nos problemas que seus principais tipos de perfis possuem. Isso coloca este ponto diretamente ligado ao bloco de problema e segmento de clientes. 

É preciso criar soluções simplificadas, baseadas em dados de clientes, para isso é preciso conversar com potenciais clientes.

Métricas-chave

Para medir se a sua ideia está sendo implementada de uma maneira correta e está tendo os resultados esperados é preciso definir alguns indicadores principais.

Essas métricas-chave são importantíssimas para conseguir identificar o que deu e não deu certo em seu negócio.

É preciso definir as métricas e monitorá-las de perto para entender como seu negócio está indo e saber como otimizar a estratégia.

As ações de marketing e vendas de sua empresa devem ser baseadas nos resultados obtidos nas métricas-chaves, elas devem permear sua atuação no mercado.

Canais

Definir os canais de comunicação do seu negócio é importantíssimo para atingir potenciais clientes e criar uma presença online forte no mercado.

Neste ponto, você deve listar os canais gratuitos e pagos que sua empresa irá usar para atender, educar o mercado e vender suas mercadorias.

Estrutura de Custos

Neste ponto, é preciso listar todos os custos de produção e operação de sua empresa.

Faça uma lista com todos os gastos fixos e variáveis para saber qual é o capital inicial necessário para começar o seu negócio e de quanto você precisará para mantê-lo.

Fluxo de Receita

Nessa parte do bloco, a ideia é que você liste as fontes de receita. No início de um negócio, sabemos o quanto é difícil torna-lo rentável.

É por isso que você já deve ter uma estrutura montada para oferecer produtos e serviços, garantindo que hajam fontes de receita.

Vantagem Injusta

Esse é o ponto mais difícil do Lean Canvas. A ideia é que você pense em vantagens exclusivas da sua empresa.

Em outras palavras, liste o que apenas sua empresa irá oferecer de diferente das demais.

Exemplos de vantagens injustas são produtos inovadores com tecnologias ainda pouco conhecidas, formato de atendimento exclusivo, etc.

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog. Conheça o nosso serviço de Hospedagem Empresarial.

Gostou de nosso post? Compartilhe: