O que é e como implementar uma estratégia de marketing offline?

30/03/2019 às 20:04 Marketing

O que é e como implementar uma estratégia de marketing offline?

O marketing offline em meio a estratégia de marketing digitais é uma ligação do novo marketing pós era digital e o marketing tradicional.

Para implementar uma estratégia de marketing offline, sua empresa deve usar canais e apostar em estratégias de marketing tradicional para promover produtos e reconhecimentos de marca.

Esse tipo de estratégia pode parecer batido, porém dependendo do tipo e do tamanho de negócio é válido utilizar esses canais tradicionais em parceria com estratégias de marketing online para potencializar os resultados da sua empresa no mercado.

O que é marketing offline?

O marketing offline é o “novo nome” do marketing tradicional, basicamente esse tipo de marketing consiste em utilizar canais tradicionais para promover produtos e serviços.

Então, os materiais e canais que fazem parte do marketing offline já existiam antes da era digital, e mesmo com a transformação digital não sumiram do mercado.

Os principais tipos de canais e materiais para marketing offline são: anúncios em jornais, revistas, televisão, rádio, outdoors, panfletos, folder, catálogos, banners, mala direta, entre outros.

E como já sabemos, todos estes meios eram os únicos que existiam antes da era digital e todo projeto de marketing e publicidade era focado neles.

Confira também: Por que ter uma loja virtual?  

É lógico que esses meios tradicionais perderam espaço com a disseminação da internet no Brasil, mas eles não desapareceram como era esperado e muitos nem sequer caíram em desuso. Ainda vemos TV, recebemos panfletos na rua, recebemos mala direta em casa, lemos um jornal, etc.

E ao contrário do que pode parecer, o marketing offline continua vivo e pode ser um excelente aliado dentro da sua estratégia de marketing, para junto com outros canais potencializar as vendas e trazer reconhecimento e credibilidade para sua empresa no mercado.

O marketing offline pode ser bastante efetivo principalmente para empresas que possuem um público dividido em diversos perfis.

Quem precisa divulgar um comércio local, por exemplo, pode distribuir folders e conseguir mais visitas para o negócio do que a criação de uma página no Facebook.

Já em meios como TV e rádio, por exemplo, muitos supermercados, empresas de tecnologia e outras empresas que comercializam produtos e serviços de diversas áreas, podem ter em anúncios nesses meios uma maneira de atrair mais público.

Isso acontece por que o público que assiste TV e ouve rádio é bem amplo e pode ser interessar por diferentes produtos.

Marketing Offline x Marketing Online

Tanto o marketing online como o marketing offline possuem o mesmo objetivo: gerar reconhecimento para a empresa e aumentar as vendas.

A principal diferença entre elas não é o uso de canais digitais e tradicionais e sim a segmentação que pode ser feita.

Por que depois da era da internet surgiram tantos negócios de nicho?

É simples! Com os canais digitais se descobriu que divulgar para um público amplo como acontece num comercial de TV não é tão vantajoso e que na web criar um negócio de um setor específico facilita a divulgação e o crescimento mais rápido de uma empresa.

A segmentação do marketing online consegue controlar quem irá assistir o anúncio, em qual horário, enfim você passa a ter o controle de tudo.

Ao anunciar no rádio, na TV ou no jornal, por exemplo, o máximo que você consegue controlar é o veículo de comunicação e horário que o anúncio será transmitido ou será colocado (no caso de um jornal).

Porém, não é por que o marketing offline possui certas dificuldades que ele não gera resultado.

Dependendo do caso da empresa, como mostramos nos exemplos acima, mesclar o marketing offline com o marketing online é o ideal para vender mais e gerar credibilidade para sua empresa no mercado.

Quando vale a pena investir em marketing offline?

As empresas que mais usam o marketing offline como parte de suas estratégias hoje em dia são as gigantes do mercado.

Os comerciais de TV e anúncios de jornais mostram que as grandes lojas de departamentos, multinacionais, entre outros, e apesar de serem caros, para estas empresas que já uma marca reconhecida no mercado é bastante válido.

Mas não são apenas estas empresas que tem benefícios ao adotar uma estratégia de marketing offline. Esse tipo de marketing também traz muitos resultados para negócios locais.

Quem tem uma pizzaria, uma loja de roupas, um consultório médico, por exemplo, pode atrair mais clientes para seu negócio do que com o marketing online.

Isso acontece por que negócios de bairro tem como principal público pessoas do bairro. Então, a divulgação de panfletos na região pode alcançar potenciais clientes em ruas próximas, condomínios e até funcionários de empresas próximas.

É claro, que também é preciso montar uma estratégia de marketing digital para negócios locais. Usar o Google Meu Negócio é uma boa saída, por exemplo.

Conclusão

Como vimos durante todo o texto, ao contrário do que muitos imaginavam, mesmo com a transformação digital dos últimos anos, o marketing offline não morreu.

Ele está mais vivo do que nunca e apesar de ter perdido espaço, em certos casos pode gerar excelentes resultados para os negócios.

Tudo depende do tipo de negócio, dos objetivos do momento e é o ideal é que independente disso sempre haja uma mesclagem com o marketing online para potencializar os resultados de uma estratégia de marketing.

O mais recomendado é que você planeje as ações de marketing online e offline para que elas se integrem e possam juntas gerar resultados.

É essencial que o marketing offline tenha espaço nas ações de marketing que a sua empresa faz no mercado.

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog. Conheça o nosso serviço de Loja Virtual.

Gostou de nosso post? Compartilhe: