O que é e como implementar Inside Sales em minha Empresa

23/10/2018 às 17:20 Ajuda

O que é e como implementar Inside Sales em minha Empresa

A estratégia de inside sales está cada vez mais presente nas empresas brasileiras. Com as técnicas é possível unir expertise em vendas e tecnologia para fechar grandes oportunidades de negócio.

O inside sales estimula um novo conceito de vendas internas e antes que você pense nisso, não, não é telemarketing! Com certeza, você já se deparou com colaboradores da sua equipe de vendas reclamando que clientes não cumpriram horários de reunião, faltando ou atrasando e comprometeram todo o trabalho.

Também é comum ouvirmos que o trânsito atrapalhou o trabalho dos nossos representantes comerciais ou então ter a capacidade de atendimento limitada pela falta de recursos para arcar com os custos de deslocamento, entre outros motivos.

Se você fizer uma pequena retrospectiva, com certeza, você verá que esses casos são comuns dentro de várias empresas, inclusive da sua.

Todos esses problemas acabam criando barreiras que podem resultar em perdas de vendas garantidas e contratos bastante promissores.

O investimento em inside sales então se justifica por ser uma forma de otimizar as vendas e fazer com que seus funcionários fechem vendas dentro do escritório da sua empresa ou mesmo em trabalho remoto, fechando vendas em casa.

Como já é uma realidade no marketing, automatizar serviços e apostar no uso das tecnologias é essencial para promover sua empresa, reduzir custos e aumentar a produtividade de suas equipes de marketing e de vendas.

O que é inside sales?

A primeira coisa que muitos pensam quando falamos em inside sales é que estamos fazendo, na verdade, um trabalho de telemarketing.

Porém, existem muitas diferenças no modelo de trabalho, o que difere bastante de apenas fazer ligações ou mandar mensagens para clientes oferecendo serviços.

Esse modelo permite fazer vendas complexas, direto do escritório da empresa ou de casa, basta ter acesso a internet e ter todo o sistema montado, o que é bem mais barato do que marcar diversas reuniões para tirar todas as dúvidas do cliente e só depois fechar uma venda.

No telemarketing tradicional, que ainda é bastante usado por grandes e pequenas empresas no Brasil, o modelo de vendas se resume a ligações com assuntos pré-definidos para fechar vendas. E esse método, hoje em dia, esbarra na capacitação dos profissionais de atendimento e na limitação na proposição de argumentos e serviços que ajudem a fechar as vendas.

No inside sales, é preciso montar um modelo bem mais complexo. Para isso, é preciso primeiro capacitar o vendedor.

Ele precisa se tornar um especialista sobre todos os produtos e serviços que a sua empresa oferece.

Também é preciso montar toda uma estrutura tecnológica para atendimento. Escolhendo e utilizando serviços que facilitem reuniões virtuais, promovendo um diálogo mais fluído e fazendo com que se passe toda a complexidade do produto, se discuta ponto a ponto e isso facilita, principalmente no fechamento de grandes vendas.

Tudo pela internet com apoio de novas tecnologias, sem que seus representantes comerciais precisem ir até o cliente para convencê-lo.

Entendeu o que é inside sales?

Confira também: Como fidelizar clientes através de E-mail Marketing?

Como aproveitar os benefícios do inside sales?

Muitos empreendedores, geralmente de negócios menores, acabam por não optar por uma estratégia de inside sales por que não vem necessidade para tal.

Porém, mesmo em empresas pequenas e sem grande volume de clientes, investir em inside sales também é necessário.

É preciso pensar em alguns fatores para medir a necessidade desse investimento em sua empresa. O primeiro fator é calcular o ROI de sua empresa, pegue todos os custos atuais para fechar uma venda e veja o quanto seu negócio está lucrando com isso.

Agora, estime os custos de uma estratégia de inside sales substituindo alguns custos, como por exemplo, trocar o custo de deslocamento pelo custo de um software que proporcione a possibilidade de fazer reuniões virtuais com qualidade.

Com certeza, você verá que os custos são bem menores e isso pesará na hora de fechar uma venda, aumentando o seu ROI, ou seja, fazendo você lucrar mais com isso, sem ter de desperdiçar mão de obra, apenas facilitando todo o trabalho de seus colaboradores.

Outro fator a se pensar é o nível de complexidade para a venda de seus produtos e serviços.

Quem trabalha com serviços de assinatura ou no mercado B2B (comércio entre empresas), por exemplo, tem numa estratégia de inside sales uma boa vantagem para facilitar as vendas.

Empresas dos mercados citamos acima costumam ter vários concorrentes e para batê-los é preciso tornar seus produtos e serviços mais fáceis de serem contratados.

O que você quer dizer com isso? É preciso, por exemplo, quando você vai oferecer uma assinatura de um produto é preciso deixar claro para o cliente quais são os benefícios que ele está pagando.

Da mesma forma que vende para outras empresas, é preciso deixar claro o valor das remessas, como será feito a entrega, entre outros pontos cruciais para fechar mais vendas.

Conclusão

O inside sales pode ser a estratégia principal para incentivar a sua empresa a crescer no mercado.

Para implementar a estratégia é preciso criar uma rede de atendimento qualificando funcionários e fazendo com que sua empresa feche negócios mais rápido.

Aproveitar os benefícios do inside sales pode proporcionar ao seu negócio, as qualidades essenciais para o crescimento, retirando burocracias e a necessidade de custos já ultrapassados ou em desuso no mercado atual.

A sua equipe poderá fazer um trabalho de venda interna com mais qualidade do que o telemarketing tradicional, apresentando diferenciais competitivos e fazendo com que seus clientes queiram adquirir seus produtos e serviços.

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog. Conheça o nosso serviço de E-mail Marketing.

Gostou de nosso post? Compartilhe: