O que é e como aplicar uma estratégia de Marketing de Permissão?

03/01/2019 às 15:40 Marketing

O que é e como aplicar uma estratégia de Marketing de Permissão?

O marketing de permissão é uma estratégia que surgiu junto com a era digital com o intuito de modernizar a comunicação das marcas com seus clientes.

Para entender um pouco melhor, vamos a um exemplo prático um anúncio pago antes que você pense não é uma ação de marketing de permissão.

E por que? Simplesmente por que o usuário não escolheu ver a propaganda. Vamos pegar como exemplo os banners do Google espalhados por sites aleatórios ou melhor os vídeos publicitários que rodam antes do começo de vídeos no Youtube.

Estas são ações de marketing, mas as pessoas a assistem obrigatoriamente a isso, independente da permissão.

E de início esse estilo de marketing digital dava muito certo, mas com o tempo houve a percepção de que quase ninguém quer ver ou assistir anúncios na web e daí começaram a surgir várias ferramentas para bloquear este tipo de anúncio.

Abaixo, você vai entender melhor o que é marketing de permissão e como ele veio resolver este problema.

O que é Marketing de Permissão?

E foi pensando nisso que surgiu o conceito de Marketing de Permissão. A ideia desse tipo de marketing tem como objetivo conseguir o consentimento do consumidor para fazer propaganda.

Como o nome já diz, o marketing de permissão se baseia em estratégias onde as peças de marketing são visualizadas apenas com a autorização dos clientes.

E claro, além de pedir permissão, as ações desse tipo de marketing focam não só em conseguir a autorização, mas também atrair as pessoas para o consumo único desse tipo de propaganda.

Porém, apesar de parecer novo, o marketing de permissão é um conceito antigo, formulado no fim do século passado pelo marqueteiro americano Seth Godin.

Ainda na época analógica, esse tipo de marketing surgiu como uma maneira de conter o bombardeio de propagandas, colocando o marketing de permissão como alternativa viável para as marcas.

Confira também: O que é E-mail Marketing e como criar o seu?

Godin percebeu que a grande maioria dos anúncios veiculados na época era não só intrusivo como também irrelevante para a maior parte do público.

E ele foi além, o marketing de permissão continuou ativo, mesmo após a era digital.

Tipos de anúncios

Como já citamos nos exemplos acima, ainda existem muitas formas de anúncios intrusivas e irrelevantes para os usuários.

O problema é que o Marketing de Permissão não pode ser aplicado em todos os meios de comunicação.

Em vídeos de TV ou na internet, por exemplo, ainda não existem ferramentas que permitem aos usuários escolherem se querem ou não ouvir o anúncio.

Da mesma forma acontece em sites, revistas, programas de rádio, podcasts, etc.

Então, quais são os meios onde o marketing de permissão pode ser usado? As ações desse tipo de marketing são focadas em meios de comunicação mais pessoais, como por exemplo, e-mails, SMS, chat de redes sociais, aplicativos de mensagens instantâneas e até chamadas telefônicas.

Em exemplos práticos, podemos falar sobre a estratégia atual das operadoras.

Geralmente, os usuários recebem SMS em seus telefones com chamadas para promoções e podem enviar uma mensagem de volta se quiserem conhecer mais a fundo.

Num outro exemplo, mais puxado para a internet em muitos sites na hora de se cadastrar em uma newsletter, o usuário se depara com perguntas de permissão, podendo marcar quais tipos de e-mail ele quer receber e até com qual frequência.

E é por isso também que cada e-mail enviado possui um botão para quem quiser cancelar a inscrição.

Baixe o Ebook 9 Dicas para ter sucesso no E-mail Marketing.

Como implementar uma estratégia de marketing de permissão na minha empresa?

Bom, vamos lá! Primeiro vamos falar um pouco mais sobre os principais benefícios do Marketing de Permissão para a sua empresa.  

As duas maiores vantagens são que as chances de conversão aumentam, já que os usuários querem ver os anúncios, e a economia é maior, já que o anúncio chega apenas a pessoas que permitiram sua veiculação.

Agora, vamos as dicas. A primeira dica é que você busque aumentar a sua autoridade na internet criando um relacionamento mais forte com seus clientes na internet.

Como a meta é conseguir a permissão do consumidor, ele precisa confiar na sua empresa.

E por isso você deve focar em uma estratégia de marketing que engaje o seu público para depois ofertar esse tipo de publicidade, conseguindo com que mais pessoas autorizem a veiculação das propagandas da sua empresa nos meios digitais e analógicos.

Você precisa também, obviamente, criar formulários opt-in, que são focados em conseguir a permissão dos clientes.

Esse tipo de formulário é usado, por exemplo, em landing pages na hora que os usuários querem baixar um material rico.

Finalizando a sua estratégia

E para acertar na criação desse tipo de formulários, será preciso ter um foco bem claro. Então, se você está oferecendo um ebook em troca do cadastro, você deve focar nisso.

Por isso, não tente enviar outros anúncios junto com o ebook, não tente vender outros produtos, deixe isto para outro momento.

Outra maneira bacana de conseguir a permissão do cliente é deixar que ele personalize o formato de comunicação que ele terá com a sua empresa.

Você pode colocar opções para que eles marquem apenas os assuntos que desejam falar, quais são os melhores horários de envio e qual é a frequência ideal de envio das mensagens.

E como já dissemos acima rapidamente, deixe um botão opt-out. Esse tipo de botão dá a opção de cancelar a inscrição a seus clientes.

Isso é muito importante por que mostra aos consumidores que ele tem liberdade de escolha e não precisa continuar vendo seu conteúdo, caso ele não queira.

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog. Conheça o nosso serviço de E-mail Marketing.

Gostou de nosso post? Compartilhe: