O que é Banco de Dados?

O que é Banco de Dados?

13/03/2017 às 17:22Hospedagem de Sites

O que é Banco de Dados?

Não precisa ser profissional de TI (tecnologia da informação) para entender o que é banco de dados. Hoje em dia, com o uso de sistemas e a informatização de diversos setores, várias pessoas devem estar preparadas para conhecer e lidar com esse serviço tão essencial. O nome já diz muita coisa, mas mesmo em parâmetros básicos, ainda não há aquele conhecimento essencial de suas funcionalidades. Que tal saber mais? Para isso, basta acompanhar o post e ficar por dentro!

Veja também nosso post: Passo a Passo para criar um blog

Conheça o nosso serviço de Hospedagem de Site

Banco de dados: definição

Banco de dados é, teoricamente, uma coleção sistemática de dados que suporta o armazenamento e manipulação de dados que podem ser gerenciados de diversas formas, com adições, exclusões, atualizações, entre outros recursos. Conhecido como Database (DB), permite guardar os dados de modo estruturado e com a mínima redundância possível para serem acessados por uma série de programas. Não é à toa que é inerente a qualquer empresa e para diversos serviços que lidam com pessoas. Vamos citar alguns exemplos práticos: 

Seu provedor de serviços de energia elétrica ou água usa um banco de dados para gerenciar faturamento, problemas relacionados com o cliente, para lidar com dados de falha e registrar diversas ocorrências que ocorre com frequência. Já uma rede social, como o Facebook, por exemplo, precisa armazenar, manipular e apresentar dados relacionados a membros, atividades, mensagens, anúncios e muito mais. 

Ou seja, sem banco de dados, não há sistema. Esse método forma os mais diversos meios necessários para guardar, gerar e transmitir informação de modo organizado e funcional. Imagine ter que anotar tudo em um caderno, fica trabalhoso e você perde um tempão com isso, não é? Logo, esse parâmetro é essencial para facilitar as coisas e integrar diversos recursos de forma moderna, simples e prática. 

Quando se trata de tecnologia, há uma série de ações correspondente a esse núcleo. Em um site, por exemplo, o banco funciona como um armazenador de tudo que o permeia, desde a plataforma até o conteúdo que está disponível para o acesso. Sempre que você instala um plugin ou sobe um post novo em sua página com diversas imagens, tudo isso fica guardado em um servidor que conta com um banco de dados de capacidades e performances variadas. 

Essa definição básica, porém, é apenas para você entender que, embora o banco de dados não seja específico do setor tecnológico, é parte essencial dele, justamente para informatização e organização de diversos locais e meios. Já que é para usufruir de recursos cada vez mais modernos e necessários, sistemas assim fazem sucesso e são fundamentais para sites e sistemas de todos os tipos e portes, da multinacional até a loja da esquina, da página amadora que surgiu há pouco tempo até aquele portal que é referência e já está há tempos na web. 

Gestão de banco de dados

Quem pensa que fazer o gerenciamento de determinados tipos de banco de dados é simples, está equivocado. Não é qualquer um que está apto para realizar eventuais manipulações e configurações, por isso existem cursos essenciais para formar o profissional ideal para isso, seja específico ou parte da graduação de análise de sistemas, sistemas de informação, entre outros. 

No caso do sistema de gestão de banco de dados (SGBD), conhecido comodatabase managment system(DBMS), possibilita aos usuários finais criar, ler, atualizar e excluir dados em um banco de dados. O DBMS serve essencialmente como uma interface entre o banco de dados e os usuários finais ou programas de aplicação, garantindo que os dados sejam consistentemente organizados e permaneçam facilmente acessíveis.

O DBMS gerencia três coisas importantes: os dados, o mecanismo que permite que os dados sejam acessados, bloqueados e modificados – e o esquema de banco de dados, que define a estrutura lógica do sistema. Esses três elementos fundamentais ajudam a fornecer simultaneidade, segurança, integridade de dados e procedimentos de administração uniformes. 

As tarefas típicas de administração de banco de dados suportadas pelo DBMS incluem gerenciamento de alterações, monitoramento / ajuste de desempenho e backup e recuperação. Muitos sistemas de gerenciamento de banco de dados também são responsáveis por reversões automáticas, reinícios e recuperação, bem como o registro e auditoria de atividade.

O SGBD talvez seja mais útil para fornecer uma visão centralizada de dados que podem ser acessados por vários usuários, de vários locais, de forma controlada. Um SGBD pode limitar os dados que o usuário final vê, bem como esse usuário final pode visualizar os dados, fornecendo muitas visualizações de um único esquema de banco de dados. Os usuários finais e programas de software são livres de ter que entender onde os dados estão fisicamente localizados ou em que tipo de mídia de armazenamento que reside porque o DBMS lida com todas as solicitações.

O SGBD pode oferecer independência de dados lógicos e físicos. Isso significa que ele pode proteger os usuários e aplicativos da necessidade de saber onde os dados estão armazenados ou ter que estar preocupado com as mudanças na estrutura física dos dados (armazenamento e hardware). Enquanto os programas usam a interface de programação de aplicativos (API) para o banco de dados fornecido pelo SGBD, os desenvolvedores não precisarão modificar os programas apenas porque foram feitas alterações no banco de dados.

Tipos de banco de dados

Há vários tipos de banco de dados existentes, alguns mais usuais e famosos e outros mais novos. Dentre eles, estão o MySQL, Oracle, Sybase, Microsoft Acess, Ingres, Filemaker, Interbase, entre outros. 

É interessante deixar claro a essencialidade de um banco de dados para diversos sistemas de todos os portes e o quanto pode informatizar e ajudar na organização de muitos sites e métodos. Logo, se você quiser aprender mais, há uma série de ferramentas para isso. Assim, quem sabe, dá até para fazer a gestão por si mesmo e ajudar seu negócio online. 

Esperamos que tenha gostado de saber mais sobre o que é banco de dados e seus conceitos. Se tiver alguma dúvida, deixe um comentário ou entre em contato com a ISBrasil, ficaremos felizes em ajudar. Até a próxima! 

Gostou de nosso post? Compartilhe: