Métricas Essenciais de E-mail Marketing

14/03/2018 às 20:44 Email Marketing

Métricas Essenciais de E-mail Marketing
Não é mais novidade para ninguém que o e-mail marketing é uma das ferramentas de conversão mais eficientes numa estratégia de marketing digital. E a melhor parte das plataformas do serviço oferecem relatórios para que seja possível acompanhar o desempenho de todas as campanhas em tempo real.

Entender o que cada KPI (indicador chave de performance) significa, pode ajudar bastante a identificar os pontos positivos e negativos e saber se a campanha está ou não atingindo as expectativas desejadas. Sabendo como avaliar cada métrica será possível melhorar suas campanhas de e-mail marketing, e claro, converter mais leads, gerando mais vendas para o seu negócio.

Confira quais são as principais métrica e saiba como avalia-las:

Taxa de Abertura

Essa métrica indica o número de pessoas que abriram seu e-mail, em relação ao número total de pessoas que o receberam. A taxa de abertura é uma métrica um pouco variável, já que algumas ferramentas de e-mail marketing contam como e-mail aberto, já quando um destinatário autoriza a exibição de imagens.

Outra dúvida que fica ao analisar essa marca é se o seu lead leu todo o e-mail ou apenas passou o olho nele. Mas calam, essa métrica está longe de ser inútil. Ela é boa para ser usada como parâmetro para avaliar a recepção de suas campanhas por seu público, com o uso de testes A/B, por exemplo.

Através da taxa de abertura é possível criar e-mails mais relevantes e saber melhor os horários e a linguagem mais aceita pelos seus clientes para entrar em contato com eles de maneira correta.

Taxa de Cliques

A taxa de cliques mostra quantas pessoas clicaram em seu e-mail. Se uma campanha foi enviada para 1.000 emails e foi clicada por 100 usuários, a taxa de cliques será de 10%. Essa métrica é melhor avaliada em conjunta com outras também importantes. Uma campanha com uma baixa taxa de abertura, por exemplo, tende a ser menos clicado.

Taxa de descadastro e marcação de spam

Essa taxa, como o próprio nome já diz, indica quantas pessoas taxaram seu e-mail como spam e quantas cancelaram a inscrição em sua ferramenta de e-mail marketing. Em uma campanha onde o índice de descadastros seja multo alto, sua empresa deve ficar bastante preocupada e analisar mais profundamente para reformular sua estratégia de e-mail marketing.

O número de reclamações de spam também deve ser avaliado, já que um uma taxa maior do que 0,1% pode indicar que tem algo errado. A taxa de descadastro deve atingir no máximo 1% para ser razoável.

Taxa de Rejeição

Essa métrica se refere ao número de e-mails enviados que acabaram não chegando ao seu destino. Existem alguns motivos para o erro em entrega de e-mails, como por exemplo, a caixa de e-mail cheia.

O que representa um problema neste caso é no caso de existirem muitos e-mails que estejam desativados ou mesmo errado, o que acaba sendo um problema. Uma taxa de rejeição muita alta significa a necessidade de fazer uma “limpa” em sua base de e-mails.

Taxa de Crescimento de base

Como o nome já especifica, essa métrica serve para avaliar o quanto sua base de e-mails tem crescido, sem contar os descadastros e a rejeição de e-mails. Quando essa taxa é baixa significa que sua empresa não está criando tantas ações para a conversão de leads, o que é um problema.

Neste caso, será preciso a criação de landing pages mais atrativas, com o fornecimento de materiais ricos e em troca o cliente deve preencher o formulário, se cadastrando em sua lista de e-mails.

O ideal é que as páginas de conversão estejam presentes em todo o seu site. Essa taxa também serve para avaliar os motivos de uma possível diminuição em sua base de e-mails.

Taxa de Entrega

A taxa de entrega se refere ao número de e-mails que chegaram ao seu destino, ou seja, foram entregues aos destinatários. O ideal é que essa taxa sempre fique por volta de pelo menos 95%.

Uma porcentagem menor indica que é preciso dar uma renovada em sua lista de e-mails, além de julgar necessário mudanças na formatação dos e-mails de suas próximas campanhas. Uma boa dica é evitar ser taxado como spam, por isso não caracterize muito um e-mail promocional, colocando chamadas de efeito como “Somente Hoje”, “Hoje tem promoção!”, entre outras.

Confira também o que é e-mail marketing.

Taxa de Conversão

Essa métrica é muito importante. A taxa de conversão representa o percentual de usuários que receberam uma campanha de e-mail marketing de sua empresa, abriram e leram a mensagem, clicaram no CTA (call to action) e finalizaram exercendo a ação que você esperava.

Numa campanha onde se visa a assinatura mensal de algum serviço, por exemplo, é possível formatar um e-mail que convença aos usuários, fazendo com que eles espontaneamente, cliquem no link para realizar a assinatura.

Quando essa métrica está com um percentual baixo é sinal que existem problemas em suas campanhas. Estes podem vir a ser até uma formatação errada de e-mail até erros na página de destino, por isso é muito importante otimizar todos os pontos necessários para que sua empresa consiga converter mais leads.

CTR

Essa métrica é a junção para análise de dois indicadores que citamos acima: a taxa de clique e a taxa de abertura. O CTR é o percentual de cliques em relação a porcentagem de abertura dos e-mails.

Numa campanha que teve 1.500 aberturas e 300 cliques, por exemplo, dividindo os valores, temos um CTR de 20%. Essa taxa é um dos principais indicadores de sucesso de uma campanha de e-mail marketing e o que pode guiar sua empresa para uma estratégia cada vez mais assertiva.

Geralmente, diferentes tipos de e-mail para cada perfil de cliente costumam ter um CTR único, por isso os valores variam bastante, por isso é muito importante analisar cada e-mail separadamente para não cometer erros.

Gostou das nossas dicas? Fique por dentro de tudo sobre e-mail marketing. Conheça os nossos planos de E-mail Marketing.

Gostou de nosso post? Compartilhe: