Não perca a nossa BLACK FRIDAY, descontos REAIS e VITALÍCIOS de 50% OFF SAIBA MAIS!

Melhores dicas para manter seu site seguro

Melhores dicas para manter seu site seguro

27/08/2017 às 16:50Loja Virtual

Associar um site, um blog ou uma loja virtual à sua marca é uma maneira assertiva de ter sucesso online. Com muitos pontos positivos, especialmente, aqueles engatilhados por uma boa estratégia de marketing digital: como fidelização de clientes, engajamento e disseminação rápida e positiva de conteúdo; é preciso pensar na segurança de seu e-commerce no mundo virtual. Para tanto, a manutenção de ações que assegurem a rotina de seu site é algo fundamental.

Veja também nosso post: segurança e velocidade do servidor com Varnish e Nginx?

Com a atenção sempre redobrada, não se trata apenas de cuidar dos dados de sua empresa, mas das informações dos clientes que sempre navegam por lá. A máxima de que prevenir é melhor do que remediar é essencial na internet, isso não somente por que há mecanismos cada vez mais eficientes para essa finalidade, mas por que a dor de cabeça gerada por incidentes em sites não seguros não vale mesmo à pena. Conheça nossas dicas de como manter o seu site seguro:

1 – Atualize os softwares usados: essas atualizações são predominantemente realizadas a fim de que as suscetibilidades do sistema sejam minimizadas; logo, elas precisam sim ser feitas. A verificação da existência dos plugins, por exemplo, deve ser realizada, já que se relaciona diretamente ao funcionamento de sua loja virtual;

2 – Prefira senhas seguras e constantemente atualizadas: embora a combinação de números, letras e caracteres demandem esforço da memória e criatividade dos usuários, essa ideia é a mais indicada. Informações que sejam de fácil dedução, como datas de nascimento ou nomes próprios destituem suas senhas de segurança;

3 – Realize um backupfrequentemente: esse é um dos casos em que a prevenção é necessária. Pois, caso haja alguma violação de segurança em seu site, ele terá de ser todo refeito. Programas voltados prioritariamente para esse fim podem ser acionados, de modo que tanto o backup de conteúdo, como o do banco de dados e sua restauração podem ser feitos com facilidade;

4 – Cuide de um detector de malware: o malware é um tipo de vírus muito comum, pois, ele é capaz de invadir o computador e infectá-lo na loja virtual e se estender aos seus visitantes e clientes. Ter um detector desse vírus é a melhor dica, pois esses programas não apenas identificam sua presença na máquina, como também a elimina antes mesmo que os danos sejam causados;

5 – Atente-se para a permissão de usuários: saber e controlar quantas e quais pessoas acessam seu site a fim de realizar as alterações necessárias é fundamental para se diminuir o risco de que ele esteja inseguro. Isso por que quanto mais pessoas têm controle do site, maiores as chances de o site ser invadido, já que a sua movimentação é bem maior. É possível dar níveis de acesso diferentes para os usuários do site, ou seja, quando permissões específicas são dadas a perfis específicos, o trabalho fica mais direcionado e também seguro;

6 – Obtenha um certificado SSL (HTTPS): essa compra é fundamental, pois é isso que atesta aos seus visitantes e clientes a segurança do acesso ao site, podendo confiar a ele suas informações confidenciais de cadastro. Visualmente, antes do endereço do site, aparece um cadeado verde na barra de navegação, o que garante aos usuários que o site é seguro;

7 – Fique longe dos riscos: o risco na segurança de seu site é um prato cheio para os hackers, pois é a partir dessas lacunas que ele pode agir. Vários níveis de ataques virtuais podem ser realizados, todavia, todos eles têm algo em comum: o prejuízo a seu site – na modificação do site, por exemplo - e a seus visitantes – expondo os dados de seu cartão de crédito que estão cadastrados na loja;

8 – Conheça e coloque em prática os três níveis de segurança obrigatórios em todos os sites: a certificação digital, a blindagem de sites e o bloqueio de ataques. No caso de sua certificação digital é aquela mesma SSL que assegura que o site seja autentico e que as informações trocadas entre os visitantes e a loja sejam criptografadas, de modo que o seu conteúdo não seja acessível a outras pessoas.

Vale lembrar, por exemplo, que esse procedimento é obrigatório para empresas que façam pagamento online. Já a blindagem de sites consiste em uma varredura do site e do servidor em que se hospeda com relação a todas as vulnerabilidades ali existentes, bem como os métodos de correção. Para complementar essa técnica, o bloqueio de ataques é capaz de paralisar qualquer ameaça detectada em tempo real, sem contar que monitora os acessos reais, o lugar de acesso ao site pelos visitantes e o navegador mais usado e o mais eficiente. Esse procedimento evita que o site por ventura saia do ar. Estar sempre por dentro das ameaças virtuais que comprometem a segurança de seu site é essencial para quem quer aceder ao mundo online, isso Deixe o Seu Site Ainda Mais Seguro!, exigindo sempre mais de seus critérios de segurança. Saiba mais sobre o mundo virtual, acessando o ISBrasil!

 

Gostou de nosso post? Compartilhe: