Gerenciar TI em uma PME: como fazer

25/01/2019 às 09:30 Ajuda

Gerenciar TI em uma PME: como fazer

Não basta ter conhecimento estritamente técnico para assumir um papel de gestor na liderança, para essa atividade a capacidade de lidar com a especificidade de pessoas e de processos dentro de uma PME é fundamental.

A gestão de TI requer conhecimento de gestão de negócios de um modo geral em favor de uma gestão eficiente, levando em consideração a iminência da atualização das novas tecnologias e capacidade de lidar com uma variedade de sistemas.

A aplicação correta dos princípios de gerenciamento e um bom software de gestão facilitam o trabalho do gestor, fazendo com que ele mantenha o foco no negócio da marca, aperfeiçoe os serviços internos e externos e esteja atento à equipe de sua PME.

Os planos básicos de hospedagem de site são essenciais para quem está começando na internet, os planos são a partir de R$ 9,90 (pagamento mínimo trimestral para esse plano). Confira já.

Razões para que a PME tenha uma gestão de TI, estão:

a) As empresas que concorrem no mercado são totalmente dependentes de TI: para operar, diferenciar-se, ganhar e reter negócios.

Serviços de TI são projetados, entregues, gerenciados e otimizados, sendo entregues por um preço bom e em alta qualidade.

b) A gestão de TI ajuda a estruturação nas formas de trabalho da PME. Priorizam-se as questões mais relevantes, otimiza-se o fluxo de trabalho, os processos são automatizados e o gerenciamento de conhecimentos é realizado.

c) Aperfeiçoa o gerenciamento de mudanças: equilíbrio dos riscos de mudanças, envolvimento das partes interessadas nas decisões de mudança em caso de riscos elevados, identificação da melhor maneira de priorizar e agendar as mudanças e emprego de modelos de mudança para facilitação geral.

d) Assegura maior produtividade e níveis de serviço mais adequados: O desempenho individual e da equipe podem ser medidos e acompanhados de perto, métrica a partir da qual as mudanças podem ser elaboradas.

Softwares e sistemas de gestão de TI podem simplificar processos comerciais com a automação, reduzindo custos e erros, economizando tempo e dinheiro.

Conheça o nosso serviço de Hospedagem de Sites

Teoricamente, a boa gestão de TI promove a garantia de sua utilização de forma eficiente, alinhando-se aos objetivos da PME e fazendo com que seus objetivos sejam alcançados.

Ações devem ser levadas em consideração:

A articulação entre as atividades da TI e os princípios globais da marca.

Para tanto, essa deve ser uma gestão totalmente inserida no dia a dia da empresa e em constante comunicação com sua equipe.

O que a TI promete, ela cumpre.

Os resultados entregues devem estar sintonizados com as propostas feitas inicialmente, o que requer acompanhamento e monitoramento em todas as etapas de sua execução.

Se em algum ponto algo está em desacordo com o prometido, essas ações devem ser averiguadas e refeitas, o erro deve ser eliminado.

A atividade de gestão de TI deve ser sábia, inclusive a lida com os funcionários.

Os pontos fortes devem ser aproveitados e estimulados, já os fracos devem ser excluídos. De uma equipe, o melhor deve ser extraído, para que ela esteja cada vez mais integrada em favor do trabalho.

Conhecer e gerenciar os riscos e os possíveis riscos na empresa.

Cada uma das operações praticadas tem sua carga de risco, eles devem ser explícitos para que possam ser eliminados, minimizados.

A atualização sobre ameaças virtuais e sobre novos regulamentos de segurança são essenciais.

A TI deve se monitorar.

É preciso que o desempenho da TI seja medido com métricas específicas, pois, essa é uma maneira de mostrar a sua necessidade dentro da empresa em que atua, bem como, a necessidade de sua maior atuação em áreas que dela precisarem.

O melhor software deve ser escolhido.

Levando em consideração as soluções que existem no mercado para as PMEs, há várias possibilidades. O ideal é que critérios sejam adotados para o melhor gerenciamento de TI.

Por exemplo, entre os mais simples, há desde ferramentas gratuitas capazes de rentabilizar através de propagandas dentro do software a opções pagas que excluem a publicidade.

Contam ainda com recursos de monitoramento de rede, inventário de hardware e software.

Entre as soluções mais elaboradas, a plataforma é em cloud e o preço pago é por dispositivo, atendendo às demandas de sua marca, tem recursos padrão e outros mais sofisticados.

Gostou de nosso post? Compartilhe: