E-mail Marketing: O que é e como fazer a micro segmentação de e-mails?

17/02/2019 às 17:21 Email Marketing

E-mail Marketing: O que é e como fazer a micro segmentação de e-mails?

Uma das maneiras de otimizar a estratégia de e-mail marketing da sua empresa e gerar mais resultados com as suas campanhas é a micro segmentação de e-mails.

Para trabalhar com uma lista de e-mails, é preciso dar mais atenção a valores e informações específicas, que são imperceptíveis a uma segmentação simples dos leads.

Micro segmentar e-mails indica que você irá aprofundar a divisão os leads em sua base de e-mails. Isso acontece quando você divide os usuários por interesses específicos através de dados que você já possui sobre eles.

Essa segmentação por interesse está relacionada a jornada do seu cliente com a sua empresa.

E para especificar os interesses, você pode utilizar as personas da sua empresa para conseguir criar novas categorias de segmentação de seus e-mails através de informações como objetivos, desafios, cargo, etc.

O intuito da micro segmentação é otimizar as campanhas de e-mail marketing, fazendo com que as pessoas recebem apenas mensagens relacionadas ao seu real interesse junto a um negócio.

Fazendo isto, você estará recomendando o conteúdo certo para a pessoa certa com mais assertividade. Isso tende a otimizar os resultados com a taxa de abertura e de conversão de suas campanhas de e-mail marketing.

Baixe já o ebook 9 Dicas para ter sucesso no E-mail Marketing.

Quais são as diferenças entre a micro segmentação e a segmentação de e-mails?

Como já falamos acima, a micro segmentação é a divisão da sua base de e-mails por interesses mais específicos.

Num exemplo básico, digamos que você seja um web designer que trabalhe com criação de sites, nós poderíamos fazer uma lista micro segmentada com conteúdos sobre o tema e ofertar serviços relacionados como hospedagem de site e registro de domínio. Entendeu?

O marketing digital é feito de dados e disso todos nós sabemos, por isso a ideia da micro segmentação é justamente fazer uma análise profunda das informações obtidas dos clientes para lhes entregar mensagens valiosas.

Em outras palavras, a micro segmentação, de certa maneira, já começa na obtenção de informações dos usuários em landing pages, formulários do Google, etc.

E qual é a diferença entre a segmentação e a micro segmentação? É bem simples, a segmentação não se preocupa como deveria com os interesses do usuário. Como assim? Numa segmentação de e-mail, o usuário é geralmente dividido pelo funil de vendas.

Então, ele é dividido em lead qualificado ou não, visitante, etc.

Na micro segmentação, como vamos a fundo nas informações obtidas sobre cada usuário, é possível montar novas categorias de leads em comum que tenham interesse sobre tal assunto, produto ou serviço.

Assim, as campanhas de e-mail marketing tendem a ser mais assertivas, melhorando as principais métricas e gerando mais oportunidades de negócio.

Em resumo, a segmentação é mais ampla e a micro segmentação é mais específica. E conforme a micro segmentação é introduzida em sua estratégia de e-mail marketing, mais é possível perceber que os leads se tornam mais qualificados.

Isso acontece simplesmente por que os usuários recebem mensagens que realmente lhes interessam.

Como botar em prática uma estratégia de micro segmentação?

O primeiro passo para estruturar uma micro segmentação de e-mails é ter uma boa segmentação de e-mails. Parece contraditório? Na verdade, não.

Para conseguir segmentar usuários por interesses específicos, é preciso saber se eles são leads, são visitantes, etc.

A segmentação funciona como o mapa que dá o norte para as definições de um micro segmentação. Isso que trará mais assertividade a essa estratégia de micro segmentação.

Sem a segmentação de e-mails fica praticamente impossível colocar a estratégia em prática. Assim, será preciso realizar a segmentação, para montar uma estratégia de micro segmentação posteriormente.

Feita a segmentação de e-mails, você deve puxar todas as informações cedidas pelo próprio usuário para sua empresa. Então, puxe as informações de landing page, formulários, histórico de compras, histórico de e-mail marketing, etc.

Em complemento a isto, a dica é gerar mais dados para uma micro segmentação ainda mais específica. Pergunte aos usuários por e-mail, quais são os seus principais interesses em relação com a sua empresa.

Confira também: Dicas rápidas para fazer um e-mail marketing de sucesso.

E para estruturar a micro segmentação, os resultados devem explicitar os questionamentos por interesses diversos. Crie CTAs para facilitar o entendimento do pensamento dos usuários, os cliques a um e-mail são mensuráveis.

Com isso, você pode mapear os principais interesses e começar a micro segmentar os usuários de sua base de e-mails.

A continuação do processo também passa por mais pesquisa. É hora de ir a fundo nesses temas específicos, levantando novas pesquisas sobre subtemas do tema principal.

Para dar um exemplo, digamos que existem muitos usuários em nossa base de e-mails com interesse em hospedagem de site.

Porém, este tema é bem amplo, existem vários tipos de hospedagem de sites e outros serviços relacionados. Nessa segunda fase, devemos encaminhar novos e-mails para dividir os usuários por subtemas.

Como equilibrar a segmentação e a micro segmentação de e-mails?

É preciso saber que estruturar uma micro segmentação de sua base de e-mails não está ligado ao fim da segmentação.

Ambas são necessárias e unidas geram excelentes resultados.

As listas micro segmentadas são menores que as segmentadas, mas também preciso manter as listas segmentadas que são mais amplas, possuem mais usuários e pode ser usadas em campanhas mais genéricas.

A segmentação deve ser usada, por exemplo, em e-mails de sua newsletter e em recados que atingem a maior parte dos perfis dos seus leads.

Já a micro segmentação, deve ser usada para potencializar os resultados em campanhas de produtos ou serviços específicos.

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog. Conheça o nosso serviço de E-mail Marketing.

Gostou de nosso post? Compartilhe: