Dicas para criar um aplicativo para Android

02/09/2018 às 16:56 Ajuda

Dicas para criar um aplicativo para Android

O mercado de desenvolvimento mobile está em pleno crescimento nos últimos anos. Com isso, além de programadores já experientes, temos uma nova gama de profissionais que visam se especializar para atuar na área.

Entre os temas mais recorrentes entre os candidatos a vaga de desenvolvedor mobile está o aprendizado sobre a criação de aplicativos para Android, a maior e mais popular plataforma mobile do mundo.

Criar um aplicativo próprio para Android, por exemplo, virou a salvação para muitos num mercado onde pouco se consegue um emprego fixo. Ter um aplicativo de sucesso também é o sonho de todo jovem empreendedor brasileiro.

É por isso, que nesse texto, vamos dar algumas dicas e tirar a limpo as principais dúvidas para que você possa criar um aplicativo Android sem grandes dificuldades, confira abaixo:

O que é e como funciona o Android?

O primeiro passo para desenvolver um aplicativo é entender o que é e como funciona uma plataforma. No nosso caso, estamos falando especificamente do Android, então vamos lá!

Como já dissemos acima, o Android é o sistema operacional mobile mais popular do mundo. Ele está presente na grande maioria dos aparelhos móveis disponíveis no planeta.

Apenas produtos da Apple e Nokia, entre outras marcas menores, utilizam outras plataformas.

Por esse motivo, o Android virou referência para quem visa trabalhar com desenvolvimento mobile.

Através da plataforma é possível criar aplicativos de diferentes tipos e disponibilizá-lo de forma gratuita ou paga para os clientes dentro da Google Play Store, loja de aplicativos do sistema.

E como você já percebeu, o Android é controlado pelo Google, o que pode ser tido como um referencial de qualidade para a plataforma. Lançado em 2003, desde então a plataforma já está em sua oitava versão.

E o que é melhor para os desenvolvedores é que o sistema operacional é um projeto open source (código aberto), por isso existem tantos formatos de Android diferentes, de acordo com a marca de um dispositivo móvel.

Isso facilita bastante a vida dos profissionais da área, já que com código aberto é possível ter mais autonomia na criação de um aplicativo, dando sua cara a aplicação sem muitas dificuldades.

Saiba também qual é a melhor hospedagem de site.

Os aplicativos Android são desenvolvidos em quais linguagens de programação?

O Java é a linguagem mais popular entre os aplicativos Android. Para ajudar os desenvolvedores, o Google ainda fornece o NDK, um kit de desenvolvimento nativo da plataforma.

Isso facilita o trabalho, já que nele é possível escrever códigos importantes de seus aplicativos baseados nas linguagens C e C++, nativas do sistema.

Criar um aplicativo dentro das linguagens nativas do Android é o mais aconselhável, já que o desempenho da aplicação tende a ser melhor, porém também é possível criar aplicativos híbridos para a plataforma.

Existem algumas ferramentas que permitem criar aplicativos híbridos, que servem para todas as plataformas, utilizando linguagens básicas como o tripé JavaScript, HTML e CSS.

O problema é que neste caso, o aplicativo tende a perder um pouco da qualidade no geral, incluindo numa perda relativa em sua performance.

Por isso, o ideal é usar as linguagens próprias do Android na hora de criar um aplicativo para a plataforma. Então, se você ainda não conhece as linguagens citadas acima, é a hora de aprender.

Criar um aplicativo para Android é muito caro?

Desenvolver um aplicativo para Android é algo totalmente gratuito. Como já dissemos, o sistema operacional tem código aberto e o próprio Google estimula os desenvolvedores na criação de novas soluções para a plataforma.

O único custo que um desenvolvedor tem é que ele precisa pagar uma taxa referente a licença do aplicativo para publicá-lo na Google Play Store. Essa taxa custa atualmente cerca de US$ 25, trazendo para os parâmetros nacionais um pouco mais de R$ 100.

Teste 30 dias grátis da Hospedagem de Site.

Conhecimentos práticos para criar um aplicativo Android

Falando em relação a linguagem, desenvolvedores que já tiverem realizado outros projetos baseados em Java, linguagem mais usada no Android, ou que usassem alguns conceitos dessa linguagem podem começar a desenvolver um aplicativo Android.

Quem não teve nenhum contato com a linguagem precisa ter uma noção básica reforçada da linguagem antes de se aventurar na criação de um aplicativo.

Em relação a criação do aplicativo em si, é preciso ter uma ideia bem formulada em mente antes de começar a trabalhar no desenvolvimento da aplicação.

Quem já montou todo o projeto e sabe quais são as finalidades e a construção visual que deseja, já pode partir para o Android Studio, ferramenta do Google que auxilia desenvolvedores iniciantes nesse processo.

Primeiro é preciso realizar toda a construção gráfica do aplicativo para depois ir implementando funções na aplicação web.

Ao finalizar essa etapa de adicionamento de recursos, você já poderá ter uma versão básica do seu aplicativo, que obviamente deve ser aperfeiçoada.

Então, vamos resumir o que aprendemos até agora. Você precisa do seguinte para criar um aplicativo Android:

  • Android SDK: emulador do Google que permite a criação de um aplicativo por meio das linguagens nativas da plataforma.

  • Android Studio: Estação de desenvolvimento usada para construção do aplicativo em si.

  • Conhecimento em Java e outras linguagens nativas da plataforma.

Além destes, você deve ter um computador potente para conseguir rodar e trabalhar como toda a capacidade possível, evitando que erros possam atrapalhar na criação do seu aplicativo.

Quem quiser criar um aplicativo híbrido pode também utilizar de outras ferramentas que se assemelham as citadas acima, mas não trabalham diretamente ligadas ao Google.

Criar um aplicativo Android pode ser a saída para novos desenvolvedores web que estão com dificuldades em encontrar trabalho fixo ou Jobs freelancers no mercado.

Gostou? Confira mais dicas no nosso blog. Conheça o nosso serviço de Hospedagem de Site.

Gostou de nosso post? Compartilhe: