Como utilizar o Super Cache no WordPress?

Como utilizar o Super Cache no WordPress?

Categoria: Blog

06/10/2016 às 08:51

Como utilizar o Super Cache no WordPress?

 

WP Super Cache: já ouviu falar nesse recurso? Se o seu site usa plataforma WordPress, é essencial contar com esse plugin para otimizar as funções e garantir a melhor experiência para o usuário, afinal, ninguém gosta daquela página cheia de problemas, não é?

Quanto mais o tráfego de um site aumenta, é preciso contar com uma série de alternativas para seu funcionamento. Todo mundo odeia acessar uma página lenta, que demora demais para carregar e não tem um design responsivo. A boa notícia é que não precisa fazer grandes mudanças para proporcionar esse ambiente ideal a todos os internautas, com ferramentas práticas e de fácil manipulação.

Se você usa WordPress, já deve ter notado que há muitos plugins disponíveis para instalação. São tantas opções e variedade que, com certeza, deixam qualquer um confuso, sobretudo se funcionam mesmo.

Mas, não precisa ficar horas pesquisando a melhor alternativa para deixar seu site nas alturas. É só apostar no WP Super Cache que não tem erro. Esse recurso é usado e indicado para praticamente todas as páginas que usam essa plataforma, com melhorias visíveis e resultados eficientes. Quer saber mais?

Saiba também o Passo a Passo para Criar um Blog

 

Vantagens do WP Super Cache

Para entender a importância do uso desse plugin em seu site, primeiramente é bom deixar claro como é o funcionamento do sistema WordPress. Como meio dinâmico, ele junta todos seus recursos (tudo que ‘forma’ o site) para carregá-lo ao usuário. É uma junção de ficheiros, plugins, conteúdo, layout, aquilo que fica presente na base de dados e é pertinente para a página.

Esse carregamento acontece em um tempo geralmente imperceptível ao usuário, sobretudo quando o site é novo e não tem tanto conteúdo, ou, então, em questão de poucos acessos. Já no caso de uma grande publicação, geralmente conta-se com uma otimização do servidor de hospedagem, para não gerar demora e lentidão.

Mas, e quando isso não acontece? Como você já deve saber, muitas empresas que oferecem serviços de hospedagem não estão realmente preparadas para esse serviço, o que gera muito incômodo aos clientes na hora de gerenciar sua plataforma. Bom, mas o foco não é esse, embora seja algo a se preocupar – se acontece com você, é interessante buscar uma alternativa, como a ISBrasil, por exemplo.

Voltando ao fato do WordPress, o Super Cache é um recurso feito justamente para criar um ficheiro estático, aquele que precisa ser acessado apenas uma vez pelo sistema. Ou seja, a cada nova visita, não será necessário abrir tudo de novo, consulta a página estática e consulta o conteúdo rapidamente, sem problemas.

Assim, as vantagens são, além da rapidez e eficiência, menos load no servidor e otimização do tráfego, aumentando visivelmente a experiência dos usuários e levando a números realmente impressionantes. Se sua página tem 10 pessoas online, poderá ter mais de 100 tranquilamente.

A única coisa que você precisará se atentar é na configuração do WP Super Cache, testando até que ele esteja funcionando normalmente e de acordo com as necessidades de seu site. Mas, não é algo tão burocrático, basta ter um pouco de paciência para que tudo fique perfeito!

 

Instalando e configurando o WP Super Cache passo a passo

 

Instalação

 

- O primeiro passo é instalar o plugin. No painel do WordPress, vá em Plugins > Adicionar Novo > e procure por WP Super Cache. Faça a instalação normalmente e ative o recurso.

 

Configuração básica

 

- Agora, é preciso começar a configuração. Vá em Opções > WP Super Cache. Marque Caching On.

- Depois, vá na aba Advanced e marque as opções básicas antes de clicar em update:

 

CACHING

Cache hits to this website for quick acess / Use mod_rewrite to serve cache files

 

MISCELLANEOUS

Compress pages so they’re served more quickly to visitors / 304 not modified browser caching / Don’t cache pages for unknown users / Cache rebuild.

Depois disso, a cache fica ativa em seu site. Importante: caso a hospedagem não suporte a operação mod_rewrite, ative Use PHP to serve cache files.

Já se aparecer uma mensagem Mod Rewrite Rules, clique em Update Mod_Rewrite Rules.

 

Configuração avançada

Essa configuração é opcional e podem otimizar o trabalho do plugin. Lembre-se de salvar sempre que fizer uma nova ação:

 

- Para escolher o tempo que o cache ficará disponível em cada página ou para definir como o WordPress fará a limpeza desse cache, vá em Expiry Time & Garbage Collection.

- Se você fez uma configuração que não devia e não lembra mais, ou caso esteja com algum problema que está prejudicando todo o trabalho, use o Fix Configuration para ‘resetar’ o plugin e deixá-lo novo. A parte ruim é que você terá que voltar desde o início para deixá-lo funcionando.

- Para evitar que determinada página do site não fique em cache, basta selecionar a opção Accepted Filenames & Rejected URIs.

- Já Lock Down é uma boa alternativa para quando seu site recebe muito tráfego e gera muitos comentários simultaneamente. Assim, o plugin não limpa o cache da página quando um novo comentário aparece.

- Em casos de pico de tráfego, é possível criar manualmente o cache de determinada página. Isso acontece geralmente quando uma matéria é divulgada em uma rede social e gera muitas visitas – e quando a hospedagem não dá conta do recado. Assim, para configurar e não ter problemas, basta selecionar a opção Directly Cached Files.

- Em Mobile Device Suport, você configura o cache para que funcione em dispositivos móveis, proporcionando uma boa experiência para usuários que acessam o site por meios além do PC. Deixe sempre marcado caso sua página tenha design responsivo para esses aparelhos.

 

Depois de configurar, faça o teste para ver o resultado. Há ainda muitas outras formas de aperfeiçoar o uso do WP Super Cache, mas, nesse caso, é melhor contar com a ajuda de um programador/desenvolvedor.

Em todo caso, essas configurações que mostramos já farão muita diferença em seu site, mostrando os recursos de um plugin versátil, poderoso e que realmente cumpre o que promete. Faça o teste! Se tiver alguma dúvida, deixe um comentário.

Até mais!

 

Talvez você goste

Top