Como o Google Ad Manager pode otimizar a gestão de anúncios?

28/04/2019 às 08:19 AdWords

Como o Google Ad Manager pode otimizar a gestão de anúncios?

O Google está lançando uma nova ferramenta para a gestão de anúncios: o Google Ad Manager.

Esse serviço prometer facilitar a criação de anúncios, otimizar a experiência dos usuários e ampliar o alcance de audiência de um site através de mídia paga.

O investimento em mídia paga já é normal para as empresas que possuem uma forte presença na internet.

Boa parte do orçamento destes negócios é alocada em campanhas de anúncios com o objetivo de atrair mais clientes, aumentar as vendas e gerar mais audiência para uma marca.

O que é Google Ad Manager?

O Google Ad Manager é a nossa plataforma de gerenciamento de anúncios do Google.

O intuito da empresa é otimizar as campanhas de anúncios de seus clientes e gerar mais retorno para os anunciantes, e obviamente, uma experiência otimizada para o público.

Muitos profissionais de marketing reclamam que outras ferramentas como o Google Ads e o Google AdSense são mais complexas e geram poucos resultados.

Pensando nisso e observando o crescimento do marketing de conteúdo e do inbound marketing, o Google vem tentando trazer de volta a atenção para os anúncios, uma das principais fontes de receita da empresa.

Com isso, o Google Ad Manager chega ao mercado para simplificar a gestão de anúncios, centralizando todos os dados e campanhas da empresa, oferecendo uma visão geral e a possibilidade de manter os investimentos em mídia paga sob controle e sem grandes dificuldades.

Como o Google Ad Manager funciona?

O Google Ad Manager foi projetado para ser uma verdadeira central dos anúncios de uma empresa.

Além de agilizar o uso com uma visão geral dos anúncios de um negócio, a ferramenta foi projetada para otimizar ainda mais a experiência do cliente, por isso ele traz sugestões valiosas para a montagem dos anúncios.

A ferramenta conta com recursos de direcionamento de anúncios, indicando para os usuários quais são os formatos mais adequados para cada campanha e objetivo, otimizando métricas como o CAC, e principalmente, o ROI da campanha.

Junto as sugestões, o serviço ainda mostra uma previsão de quantos cliques, impressões uma campanha deve ter ao ser veiculada.

A integração com outras plataformas do Google como o Google AdSense e o Google Exchange também são de grande valia para quem deseja gerar o máximo de receita com os anúncios.

Confira abaixo os principais recursos do Google Ad Manager:

Formato:

Esse recurso auxilia os usuários a escolherem os melhores formatos de anúncios para suas campanhas.

Isso ajuda, principalmente, na escolha de formatos responsivos, já que as pessoas atualmente acessam a internet mais por smartphones do que por desktops.

Com isso, o Google Ad Manager consegue otimizar a experiência do usuário, permitindo que um anúncio seja veiculado em vários tipos de dispositivos, com os mais variados tipos de tela.

Gestão de rendimento:

Para simplificar o controle sobre os investimentos de uma empresa com anúncios.

Esse recurso do Google Ad Manager utiliza o Machine Learning para otimizar a experiência do usuário e dar dicas de direcionamento mais rentável para os investimentos.

Confira também: Como anunciar no Google AdWords.

Insights de vendas:

Este recurso do Google Ad Manager tem um objetivo claro – fazer uma empresa gerar mais vendas através de mídia paga.

Através da compilação de dados das últimas campanhas, o Google otimiza relatórios que acabam por gerar insights valiosos para novas campanhas mais assertivas e rentáveis.

Anúncio em vídeo:

O vídeo é o formato de conteúdo do momento, mas nem os anúncios conseguem ter formatos adaptados para exibição de vídeos em diferentes dispositivos.

Por isso, o Google Ad Manager oferece diversos formatos e auxilia na escolha do tipo para o próximo anúncio em vídeo.

Os anúncios em vídeos possuem uma força de monetização mais intensa e geram mais resultados. E com a ferramenta, não será mais preciso descartar os anúncios em vídeo em suas próximas campanhas.

Proteção de dados: Um dos benefícios do Google Ad Manager é que a plataforma redobra o cuidado sobre a segurança dos dados de anúncios. Com isso, todas as suas campanhas, informações sobre seu site, informações pessoais e bancárias estão mais seguras.

O recurso Brand Safety consegue evitar malwares e outros tipos de vírus, assim evitando o ataque de hackers e prevenindo os furtos de informações, as fraudes, suspeitas de pirataria, etc.

A centralização dos anúncios em uma única plataforma facilita bastante o controle das informações e do rendimento das campanhas.

Quem pode (e deve) utilizar o Google Ad Manager?

A nova ferramenta não está disponível para todos os usuários. Para começar a utilizar o Google Ad Manager é preciso ser convidado e ter a aprovação dos editores da plataforma.

Para ter acesso a plataforma, é preciso possui o certificado de Publishing Partner (Parceiro de publicação, em português) do Google.

As empresas que não possuírem nenhum desenvolvedor web com a certificação devem contratar algum que tenha ou então fazer uma parceira com agências que possuam o selo.

Como vimos durante todo o texto, o Google Ad Manager é uma ferramenta que veio simplificar a gestão de anúncios e deve ser muito útil para empresas de todos os segmentos.

Avalie as necessidades que a sua empresa possui no momento e veja quais são os principais benefícios que o Google Ad Manager pode trazer para o seu negócio.

Isso é muito importante para conseguir o acesso ao programa e garantir o uso da ferramenta.

Mesmo que possua algumas restrições de público, o Google Ad Manager tende a ser espalhar rápido pelo mercado corporativo e fazer frente a outros serviços do Google como o Google AdSense e o Google Ads.

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog. Conheça o nosso serviço de Google AdWords.

Gostou de nosso post? Compartilhe: