Como migrar seu sistema ERP para a nuvem

07/10/2018 às 08:46 Ajuda

Como migrar seu sistema ERP para a nuvem

Quando você possui um negócio online, há diversos pontos a serem pensados para que sua empresa dê certo. Desde o designer do layout até o setor de marketing e vendas, passando pela produção de conteúdo e, é claro, o TI, existem muitas questões que precisam ser analisadas, decisões que precisam ser tomadas e isso pode acabar tomando muito tempo.

Ao mesmo tempo, a tecnologia vem avançando cada vez mais e criando mecanismos que buscam facilitar a vida de quem possui negócios desse tipo, como o sistema ERP, por exemplo, e, mais recentemente, como a computação em nuvem.

E se esses tipos de softwares e plataformas aparecem para ajudar e facilitar a vida de empreendedores do mundo digital, por que não juntar os dois? É o que muitos vem fazendo e algo que tem dado certo para diversas empresas.

Exatamente por isso vamos falar hoje sobre como migrar seu sistema ERP para a nuvem. Mas antes, é necessário explicar exatamente o que é um sistema ERP.

Você também pode se interessar: Vantagens do Cloud Server

O que é um sistema ERP?

ERP é uma sigla que vem do inglês (Enterprise Resource Plannig), que significa nada mais do que planejamento dos recursos da empresa. Isso parece um termo muito amplo para você? Calma! Vamos explicar melhor o que esse tipo de software faz.

Para entender exatamente o que é um sistema ERP, você precisa olhar para trás e pensar em todos os vários aspectos que são essenciais para administrar um negócio, incluindo gerenciamento de inventário e pedidos, contabilidade, recursos humanos, gerenciamento de relacionamento com o cliente e todas as outras coisas que citamos aqui.

Em seu nível mais básico, o software ERP integra essas várias dessas funções em um sistema completo para agilizar processos e informações em toda a organização.

O recurso central de todos os sistemas ERP é um banco de dados compartilhado que suporta várias funções usadas por diferentes unidades de negócios.

Na prática, isso significa que os funcionários em diferentes setores como, por exemplo, marketing e TI, podem confiar nas mesmas informações para suas necessidades específicas.

Na prática, isso acaba facilitando a vida de quem possui esse negócio e resolvendo o problema sobre o qual falamos mais cedo, que é o número gigante de tarefas que você precisa dar conta.

Mas esse tipo de sistema não é exatamente uma novidade no mundo dos negócios e já é usado há um bom tempo, principalmente em sistemas de intranet de uma empresa.

Porém, o mundo dos negócios está mudando cada vez mais hoje em dia e, a forma como se trabalha também. Existem muitas empresas onde nem todos os funcionários trabalham no mesmo local físico, possibilidade que ficou cada vez mais evidente com o crescimento da computação em nuvem.

E é exatamente por isso que cada vez mais empresas procuram saber como migrar seu sistema ERP para a nuvem. Será que é um processo complexo?

Conheça nosso serviço de Cloud Gerenciado. Os planos do Cloud Privado possuem preços a partir de R$250,00 e conta com diferenciais como o Monitoramento, Gerenciamento Preventivo, Backup e a Licença do cPanel incluso. Confira!

Migrando para a Nuvem

Uma das questões mais importantes de tomar a decisão de migrar o sistema ERP para a nuvem é calcular o retorno sobre o investimento (ROI) que você terá.

À medida que as empresas começam a adotar a navegação em nuvem (ou cloud computing), elas se esforçam para encontrar a abordagem que oferecerá a melhor recompensa a partir desse ponto.

A primeira coisa que você precisa fazer é encontrar um serviço confiável e que te ofereça as melhores condições para que a migração aconteça.

O seu sistema ERP é uma das ferramentas mais valiosas para a organização do seu trabalho e nenhuma informação pode ser perdida, por isso pense muito antes de escolher com qual serviço irá realizar a imigração.

Vale lembrar aqui que, com melhores condições, queremos dizer o que se encaixa melhor para o seu tipo de negócio e não necessariamente o que o mercado considera melhor.

Também é importante ter uma equipe de TI bem preparada para essa ocasião. Se os profissionais desse setor na sua empresa ainda não têm muito conhecimento sobre esse tipo de imigração, é essencial que aconteça um treinamento prévio para que tudo dê certo.

Calcular a relação entre custo e benefício não é só importante, mas essencial para você saber se a migração realmente vai valer a pena.

Na maioria dos casos, a resposta vai ser sim, mas, como já dissemos anteriormente, cada empresa possui necessidades diferentes.

Quais são os benefícios?

Uma vez que você tenha migrado seu sistema ERP para a nuvem com segurança, existem diversos benefícios que sua empresa pode ter. Entre eles estão:

  • Redução dos custos
  • Atualização frequente do sistema
  • Possibilidade de trabalho remoto
  •  Acesso de diversos pontos diferentes

Esses são os principais benefícios de aprender como migrar seu sistema ERP para a nuvem. Com redução de custos e um sistema que pode funcionar até melhor do que funcionava anteriormente, você pode ter mais tempo para pensar em questões mais importantes e tornar a organização do seu negócio mais tranquila.

E aí, conseguiu entender como migrar seu sistema ERP para a nuvem? Esse é um movimento que vem crescendo com o passar dos anos e que, ao que parece, não vai parar tão cedo.

E esse crescimento não tem a ver apenas com os sistemas ERP, mas com praticamente todos os tipos de programas e também com a nossa forma de trabalhar.

O que estamos vivenciando é uma verdadeira revolução na maneira como encaramos empreender e trabalhar.

Saber como migrar seu sistema ERP para a nuvem, nesse sentido, não é só um benefício para a organização da sua empresa, mas um passo que você dá para acompanhar essa evolução e não ficar para trás.

Gostou de nosso post? Compartilhe: