Como descobrir bons vendedores nos processos seletivos da sua empresa

11/03/2019 às 09:21 Ajuda

Como descobrir bons vendedores nos processos seletivos da sua empresa

A contratação de novos vendedores nunca é um processo fácil. Geralmente, os processos seletivos das empresas possuem uma grande concorrência e pela falta de definições acaba ficando bem difícil pinçar os bons vendedores e contratá-los.

Não cansamos de ver no mercado de vendas, vagas para a venda de produtos e serviços específicos abertas a um bom tempo por que as empresas não conseguem encontrar um profissional com as competências necessárias para o trabalho.

Essa falta de mão de obra qualificada acontece recorrentemente, mas às vezes as falhas estão dentro do processo seletivo das empresas e não nos profissionais.

Já imaginou que você pode ter deixado bons vendedores passarem sem ter percebido? Provavelmente isto já aconteceu.

O que é um bom vendedor?

Definir um bom vendedor não é fácil. Nós diríamos simplesmente que um bom vendedor é aquele que consegue se inteirar rapidamente dos processos e assim vender qualquer produto ou serviço.

Um bom vendedor deve estar sempre trabalhando argumentos e ser um bom ouvinte. A junção destas duas características é essencial para convencer clientes em menos tempo.

Isso não só garante mais vendas, como aumenta as chances de fidelização dos clientes.

Estas são somente as características básicas de um bom vendedor. Falaremos mais sobre as habilidades necessárias ao longo do texto.

Porém, em resumo estas características devem fazer parte de um profissional de vendas, independente do tamanho ou segmento do negócio no mercado digital.

Confira abaixo nossas dicas para otimizar o processo seletivo de sua empresa e garantir a contratação de bons vendedores:

Estruturação Comercial

Esse é o passo básico e vem muito antes de se pensar em abrir um processo seletivo. Essa estruturação comercial basicamente é a definição de processos e características de cada cargo do seu negócio.

E nisto, você deve pensar além, então se sua empresa hoje tem três profissionais, pense em quando ela terá 30, 50, 100.

Monte um planejamento de longo prazo que possa não só estimar o crescimento e definir objetivos, como também definir o organograma futuro do seu negócio.

Assim, você pode ter uma noção inicial do que você precisa para que sua empresa chegue onde você espera.

Isso ajuda bastante na hora de montar um processo seletivo. A definição das habilidades e também do tipo de vaga oferecida pela sua empresa é essencial para montar um perfil do vendedor perfeito para sua empresa.

Principais habilidades de um vendedor

Como já falamos acima, um bom vendedor tem inúmeras características, muitas delas são específicas do setor onde sua empresa está inserida.

Teste 30 dias de Loja Virtual.  

Então, para tentar exemplificar as principais habilidades de um vendedor, vamos dividi-las em categorias. Veja abaixo:

Habilidades técnica

A primeira categoria é a habilidade técnica, aquela se refere as habilidades de qualificação profissional. Essas habilidades são técnicas e possível mensurar e comprovar.

Digamos que elas sejam o requisito básico para a contratação de um novo vendedor para sua empresa.

Num exemplo básico, digamos que o seu vendedor tenha que certificação de certos softwares, graduação em determinado curso e ter um domínio avançado de inglês.

Como é possível comprovar e comparar essas habilidades? Isso mesmo! Por certificados e diplomas.

E na hora de decidir quais profissionais seguirão o processo e quais serão eliminados, você deve se voltar primeiro para as habilidades técnicas.

Isso facilita a escolha em algumas partes, como por exemplo, os profissionais que não apresentarem as certificações e diplomas pedidos não avançam no processo.

Também será possível comparar as instituições e as notas que cada profissional obteve nas graduações e certificações.

Assim, será possível ter uma noção mais precisa da real proficiência dos candidatos em relação as habilidades necessárias da função.

Confira também: 5 passos para montar sua loja virtual.  

Habilidades emocionais

A segunda categoria é a habilidade emocional, que se refere a comportamentos importantes que cada candidato deve possuir para o trabalho.

Essas habilidades costumam ser testadas em processos seletivos por meio de dinâmicas de grupo.

E claro, aliado a habilidade técnica necessária, a habilidade emocional não só é complementar como também fundamental para a execução do trabalho.

Dessa forma, é preciso encontrar o equilíbrio para fazer a mesclagem necessária de habilidades e escolher o melhor profissional de vendas.

Entre as mais comuns habilidades emocionais podemos citar a facilidade para o trabalho em equipe, a resiliência, a proatividade, a ética, a honestidade, a apresentação, a rápida aprendizagem, etc.

E pelo fato dessas habilidades não poderem ser comprovadas tecnicamente que as dinâmicas de grupos são amplamente utilizadas.

Assim é possível dividir tarefas entre vários candidatos e notar quais são as características de seus comportamentos.

Outra forma de buscar comprovações sobre as habilidades emocionais dos candidatos é a busca de referência. Busque contato com os antigos empregadores de cada um e tente o maior número de informações possíveis sobre o comportamento durante o trabalho e o motivo de desligamento da empresa.

E como definir uma única vaga quando há vários profissionais interesses?

Bom, na hora de fechar uma contratação, muitas vezes nos deparamos com diversos bons profissionais e isso dificulta a nossa escolha.

Para tentar resolver este problema, o mais recomendado é que você estruture um processo que teste o profissional de diversas maneiras.

Nada de um processo seletivo de uma única fase. É preciso dividir o processo em algumas fases, que pode ser feito da seguinte maneira: avaliação de currículo, entrevista, dinâmica de grupo, entrevista com o gestor, contratação. Uma sucede a outra.

Isso fará com que o profissional tenha as habilidades técnicas e emocionais bastante testadas durante o processo e isso tende a diferenciar os candidatos.

Por isso, a nossa última dica é nunca realize um processo seletivo repentino, sempre busque planejá-lo com antecedência.

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog. Conheça o nosso serviço de Loja Virtual.  

Gostou de nosso post? Compartilhe: