Como calcular o valor de venda da minha empresa

06/12/2018 às 10:23 Ajuda

Como calcular o valor de venda da minha empresa

Muitos empresários estão querendo vender suas empresas no Brasil.

Com a crise econômica vivida pelo país nos últimos anos, é difícil manter um negócio, são poucos os negócios que conseguem captar e manter uma boa base de clientes para manter a sua empresa rentável.

Com pouco recurso para investimentos, muitos gastos mensais para manutenção da estrutura dependendo do setor e tentar preparar o mercado para a venda do seu negócio.

Para isso, é preciso entender como é possível calcular com base na estrutura, o valor de venda do seu negócio.

Sem a realização de cálculos é bastante difícil acertar no valor de venda e gerar bastante interesses de possíveis compradores no mercado.

O cálculo de valor de venda é importantíssimo para tornar sua empresa uma alternativa de venda para muitos investidores no mercado atual.

A venda de uma empresa é um processo complicado e por isso é preciso ter total cautela, tanto na hora dos cálculos quanto na hora das negociações de venda é preciso se possível contar com advogados e contadores para fazer ajudar nessa transição.

Bom abaixo, vamos lhe explicar melhor como fazer o seu cálculo de venda e ter uma percepção do valor real que seu negócio possui, confira:

Tenha a percepção do valor real da sua empresa

Antes de fazer o cálculo de venda, existe um primeiro passo que é importantíssimo para montar toda a estratégia de venda da sua empresa no mercado atual, esse passo é a percepção de valor do seu negócio.

É importante ter uma ideia do valor que sua empresa tem no mercado.

Saiba o quanto o posicionamento da sua empresa tem credibilidade e a confiança por parte de empresas concorrentes e principalmente por parte dos clientes do seu segmento de mercado.

Isso é importantíssimo em vários momentos, mesmo quando você nem pensa em vender a sua empresa.

Ter uma percepção real do valor de mercado do seu negócio facilita processos de marketing, de vendas, etc.

Para ter essa percepção será preciso pesquisar as reações do mercado em relação a sua empresa.

É preciso responder a certas perguntas como: Sua empresa é considerada pequena, média ou grande? O negócio tem capacidade de crescimento? O valor de venda da sua empresa está na faixa de mercado que os investidores geralmente costumam pagar?

Esses e outros detalhes são essenciais para que você possa definir a percepção de valor do seu negócio, podendo assim ter um posicionamento claro em negociações, evitando que depreciem a imagem da sua empresa para abaixar o valor de venda, e claro, apresentando argumentos que validem o valor de venda do seu negócio.

Confira também: O mito da hospedagem ilimitada – por que isso é impossível?

Além disso, ter um conhecimento de tempo de mercado e experiência de negociações também é fundamental no processo de venda, a percepção de valor pode lhe ajudar a chegar num valor de viável possível para o mercado e que não rebaixe a credibilidade do seu negócio no mercado.

Ter essa percepção de valor é necessário para evitar vender seu negócio por um valor mais baixo e obter lucro com a venda e um processo de transição tranquilo com o novo proprietário do negócio.

O que entra no cálculo de venda?

Calcular o valor de venda é uma operação um pouco complicada, mas não impossível de ser feita.

O cálculo de venda é importante para que o valor definido seja um parâmetro correto e evitar um preço alto demais ou abaixo do esperado por você.

Para quem pretende realizar esse processo é recomendado que você contrate um contador ou uma consultoria para evitar erros na hora do cálculo.

Nessa avaliação entra não só o fator que falamos acima, a percepção de valor da sua empresa, mas também toda as bases necessárias para tornar o seu negócio numa possibilidade de investimento para investidores.

É importante frisar que o cálculo do valor de venda não deve apenas considerar o presente da sua empresa, um dos fatores mais importantes que entram nessa conta é o potencial do crescimento de sua empresa.

Avalie o fluxo de caixa

O primeiro passo do cálculo é avaliar o fluxo de caixa da empresa. Essa avaliação busca fazer uma previsão do fluxo de caixa do seu negócio com um certo percentual de desconto, que retira da avaliação fatores como a depreciação, por exemplo.

O fluxo de caixa descontado se baseia no crescimento da sua empresa em média pelos próximos dez anos após a venda do negócio.

Essa é uma base fundamental para o cálculo de venda ajudar você a definir um valor de venda assertivo para o seu negócio.

Monte um plano de avaliação

Montar esse plano de avaliação é essencial após o cálculo do fluxo de caixa descontado por que essa é uma maneira de abordar argumentos para convencer mais facilmente investidores a comprarem o seu negócio.

Liste todos os ativos que a sua empresa possui no momento e estabeleça um termômetro de valores para a venda do seu negócio.

É preciso que o valor dos ativos e do fluxo de caixa estejam presentes na conta para que o seu negócio seja posto a venda num valor tangível.

É preciso entender que esse cálculo não é simples e por isso se vê indica a contratação de um contador ou de uma consultoria contábil para facilitar todo esse levantamento do negócio para que se ache um valor que torna o seu negócio uma alternativa viável de venda para que sua empresa possa chamar a atenção e atrair investidores.

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog. Conheça o nosso serviço de Hospedagem de Site.

Gostou de nosso post? Compartilhe: