Certificado de segurança: quais os riscos de não ter um

29/08/2019 às 09:41 Hospedagem de Sites

Certificado de segurança: quais os riscos de não ter um

A segurança é um dos principais tópicos quando falamos de internet. E não para menos, tê-la como prioridade em seu negócio é essencial para o sucesso no mercado digital.

Uma das maneiras de aumentar o nível de segurança do seu site é o uso de certificados de segurança.

Neste artigo, vamos falar sobre a sua importância e sobre os riscos que você corre ao não adotar um.

E isso serve para garantir qualquer pessoa na internet, independente se você tem um site de notícias, uma loja virtual, qualquer tipo de negócio, é fundamental adotar certificados de segurança, lembre-se disso!

Estes certificados são bastante eficientes para garantir uma navegação livre de problemas para você e seus clientes. A experiência de compra de seus produção nunca mais será a mesma de antes.

O certificado de segurança garante a autenticidade, a proteção, a privacidade dos dados compartilhados por um site, elevando a sua credibilidade.

Mesmo com todos os benefícios, muitos empreendedores ainda estão correndo riscos na web por não quererem possuir um certificado de segurança. Isso acaba sendo prejudicial aos seus negócios, por gerar desconfiança em potenciais clientes e sites mais instáveis e inseguros.

Para te convencer a contar com um certificado de segurança, listamos abaixo os principais riscos que você corre ao não ter nenhum em seu site, confira:

Invasão de hackers e roubo de informações importantes

Sem a ajuda de um certificado de segurança, o seu site está mais suscetível a ataques de cibercriminosos que culminam com a invasão e queda do seu servidor e com o roubo de informações importantes de sua empresa e de seus clientes.

Principalmente no e-commerce, o certificado de segurança se faz necessário para a proteção de dados.

Isso porque os clientes fazem cadastro nas lojas virtuais e nos sistemas de checkout colocando seus dados pessoais e bancários.

Estes dados devem estar superprotegidos, afinal o roubo das informações pode resultar em fraudes e vazamentos de informações bem graves.

O certificado de segurança consegue elevar o nível de segurança por trabalhar com tecnologias de proteção de dados como a criptografia.

Essas técnicas são importantíssimas para resguardar os dados e diminuir os riscos de roubos de informações e de ataques de hackers.

Dessa forma, criminosos virtuais dificilmente terão acesso aos dados de seus clientes e de sua empresa.

Confira também: Vantagens do Cloud Server.

Dificuldades em alguns meios de pagamento

Qualquer loja virtual para oferecer alguns meios de pagamento como cartões de crédito de várias redes precisam ter certificados digitais.

As operadoras dos cartões cobram fortemente o uso dessa ferramenta para garantir a criptografia e diminuir as chances de fraudes nas transações eletrônicas.

Essa cobrança acontece porque ao introduzir as informações sobre o cartão como número, código de segurança e validade, o cliente e a operadora podem sofrer com a fraude, tendo as informações copiadas por hackers.

Uma pesquisa da Serasa Experian, mostra que em 2017, u a cada cinco pedidos feitos por e-commerce foi feito através de cartões clonados.

Criminosos tem o costume de roubar estas informações para realizar comprar em outros sites de produtos e serviços com alto valor.

Isso gera uma “dor de cabeça” grande para o cliente, e consequentemente, para o lojista e para a operadora do cartão. Por isso, as empresas cobram o uso de certificados de segurança no e-commerce como premissa básica para as vendas.

Perda de tráfego e de vendas

Os certificados de segurança passam mais confiança para o cliente e aumentam a credibilidade da sua empresa no mercado digital.

Sem eles, o seu site tende a ser considerado inseguro por muitos consumidores. Isso gera perda de tráfego e perda de vendas, o que é extremamente ruim para qualquer negócio.

Atualmente, os próprios navegadores avisam aos clientes quando sites não são seguros. Isso acontece quando, pela falta de certificados de segurança, os programas não conseguem confirmar a identidade do site. Logo, eles não podem afirmar que os arquivos da página foram postados pelos donos.

E com os consumidores atuais são bem mais exigentes, eles reparam em todos esses detalhes. O primeiro é o certificado SSL, que garante que o site seja seguro e aparece na URL da página através do protocolo HTTPS e do ícone do cadeado verde.

No e-commerce, os clientes também buscam por outros certificados como o Site Blindado, por exemplo, que consegue através de varreduras frequentes identificar e mostrar a solução para possíveis vulnerabilidades em servidores.

Com isso, os sites ficam bem mais seguros e passam a gozar de mais credibilidade no mercado digital.

Perda de posicionamento no ranqueamento do Google

O próprio Google já afirmou que sites sem certificado SSL, por exemplo, perdem relevância e acabam caindo no ranqueamento.

O maior buscador do mundo preza pela segurança dos seus usuários, por isso contar com certificados de segurança é importante, para mostrar a empresa que o seu site cumpre as boas práticas do e-commerce e garante a proteção dos dados.

Sem ter nenhum certificado de segurança em sua página, o seu site nunca chegará ao topo do Google. Isso não vai acontecer por mais que a sua estratégia de SEO esteja bem montada.

O fator segurança é importantíssimo na internet, principalmente quando a prioridade é a experiência de navegação dos usuários.

É por isso que o Google cobra fortemente a adoção de certificados de segurança em todas as páginas ranqueadas pela plataforma.

E assim acaba elevando o posicionamento das que cumprem as regras e derrubando páginas que não adotam certificados.

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog. Conheça o nosso serviço de Cloud Gerenciado.  

Gostou de nosso post? Compartilhe: