Aprenda a preparar seu site para a Black Friday em 11 passos

Aprenda a preparar seu site para a Black Friday em 11 passos

12/09/2017 às 11:58Marketing

Como grande parte das tradições americanas, a Black Friday tem ganhado cada vez mais espaço no Brasil desde que chegou aqui em 2010. De lá para cá, hoje essa é uma das grandes datas para o comércio nacional. Atualmente tanto as lojas físicas como as lojas virtuais estão muito bem preparadas para esse evento, raramente havendo problemas na navegação dos sites ou na lida com as operadoras de crédito mediante o grande fluxo de acesso e de compras. O sucesso da Black Friday no mundo virtual também conta com algumas estratégias do marketing digital, pois, tudo se refere às práticas de fidelização e engajamento de clientes visando o lucro constante. E, para que o seu e-commerce se prepare e se destaque na Black Friday, siga os nossos 11 passos:

1 – A Black Friday é para todos. Independentemente de seu nicho ou do tamanho de sua loja, ela está apta à data. Assim, pensar nas dimensões e no alcance de seu negócio é primordial para se planejar nessa participação, ou seja, a elaboração de ofertas e promoções nos produtos e serviços associado a um frete barato ou gratuito e à qualidade da entrega final aos consumidores perpassa esse planejamento, por exemplo;

2 – Organize o estoque de sua loja. Seja seu e-commerce direcionado para um nicho muito restrito, seja ele reconhecido pela oferta de produtos variados, é preciso cuidar da disponibilidade de seu estoque. É claro que a maior quantidade de opções agrega mais público, pois, ele se sente mais à vontade para comprar mais coisas em um só lugar e de uma só vez. Para se planejar bem nesse quesito, pesquise entre as lojas da concorrência, a variedade de seu estoque e as supere. Essa análise também passa por outro ponto: se há mercadoria parada há mais tempo, a compra de novas coisas para o Black Friday deve ser bem ponderada, o evento deve ser uma oportunidade de vender o que não foi vendido, uma boa dica é associar os produtos mais vendidos aos menos vendidos e oferecê-los em conjunto em uma promoção, chamada de compra relacionada, essa é um artifício muito válido nessa data;

3 – Não estenda seu Black Friday. Fazer uma semana do evento, em vez de um dia só dele pode dar certo, desde que a data não fique banalizada, de modo que a excepcionalidade de um só dia para uma compra imperdível para o seu cliente perderá o sentido. Se tudo está na promoção quer dizer que nada está na promoção;

4 – Foque na oferta. Os clientes compram coisas de que não precisam ou só sabem que precisam por causa de uma oferta incrível. Na elaboração dessa oferta, inclua um frete fixo grátis em compras a partir de um certo valor, dê descontos e cupons para quem indicar a promoção aos amigos e possibilite que o seu cliente tenha acesso a diferentes formas de pagamento e de parcelamentos;

5 – Cuide da experiência de entrega dos seus produtos e serviços. Quando o consumidor recebe aquilo que comprou na Black Friday também faz parte de todo o ciclo de compras. Uma logística bem articulada nesse sentido, de modo que não haja imprevistos e desgosto por conta do cliente é essencial para que ele retorne à sua loja em outra época e que faça uma publicidade positiva de seu e-commerce;

6 – Ofereça formas de pagamento e parcelamentos vantajosos. Reduzir as taxas e retirar os juros nas compras que podem ser feitas em mais parcelas não apenas faz com que o cliente compre vários produtos em sua loja, mas que ele a veja com bons olhos. Dica: prefira não usar o pagamento por boleto na Black Friday, já que esse método pode travar o seu estoque, já que, embora a compra esteja fechada, o consumidor ainda não fez seu pagamento, pois, ele não é imediato. Muitas vezes, o produto fica reservado, mas não é efetivamente vendido. Em estoques mais limitados, isso é mais prejudicial, uma vez que o produto indisponível não é acessível ao público, reduzindo ainda mais esse estoque;

7 – Faça campanhas de captura de leads. Aproveitando a quantidade de clientes que trafegarão em sua loja virtual na Black Friday para capturar leads, ou seja, o planejamento de ações futuras para fidelizar esses clientes e torna-los frequentes dependerá dessa data. A construção de um mailling nesse evento é primordial;

8- Frise em canais exclusivos para suas ofertas exclusivas. Estimule o seu usuário a baixar o aplicativo de sua loja ou a visitar seu blog ou sua página no Instagram, ofertando a ele um cupom de desconto, por exemplo. Incentive ainda que ele faça parte de sua página no Facebook e interaja naquela rede social, já que curtidas, compartilhamentos e comentários agregam à publicidade da marca;

9 – Elabore campanhas imperdíveis para aqueles que já são seus clientes desde antes da Black Friday, pois, assim eles se sentirão privilegiados e tenderão a comprar mais nessa data e nas próximas;
10 – Foque nas estratégias visuais. Um layout de destaque, enfatizando as ofertas da Black Friday na página inicial de sua loja e facilitando o acesso de seus clientes parece corriqueiro, mas é essencial. Se o cliente perde muito tempo para encontrar exatamente o que ele procura, por causa de uma página visualmente poluída ou confusa, a tendência é que ele saia de seu e-commerce e procure outro mais responsivo;

11 – Antecipe-se. Compre uma mídia para seu e-commerce bem antes da data da Black Friday, pois, quanto mais próxima estiver, mais cara e inviável ela será. Além disso, organize-se com sua equipe, de modo que o e-commerce tenha alguém à disposição em tempo real (via chat, por exemplo) durante toda a duração do evento, pois, isso é essencial para os consumidores.

 

Gostou de nosso post? Compartilhe: