5 dicas para manter o seu site WordPress seguro em 2019

10/04/2019 às 21:23 WordPress

5 dicas para manter o seu site WordPress seguro em 2019

A segurança cibernética é uma das maiores prioridades de 2019. E ter um site seguro no WordPress, maior plataforma de gerenciamento de conteúdo do mundo, é essencial para atrair mais tráfego e a confiança de clientes.

E claro, com a alta popularidade, os sites no WordPress passam a ser alvos de hackers e precisam saber como se prevenir.

O próprio WordPress já admitiu que a plataforma sofre ataques recorrentes de criminosos virtuais.

Os hackers aproveitam brechas em temas e plugins ou mesmo tentam burlar o sistema de formas inesperadas para surpreendedores os desenvolvedores e proprietários de sites upados na plataforma.

É lógico que o WordPress é uma plataforma segura para o gerenciamento de conteúdo, senão a ferramenta não seria tão popular, o que queremos dizer é que é preciso sempre estar de olho.

Muitas vezes, o erro que permite com que hackers invadam nossos sites não é do sistema e sim nosso.

Nós usuários do WordPress, precisamos criar um sistema de hábitos para estar sempre buscando proteger o nosso próprio site e ajudar a plataforma na questão de segurança.

Nesse texto, vamos dar dicas bem simples, que qualquer pessoa pode fazer e que tornam o seu site menos vulnerável aos ataques virtuais. Confira abaixo:

Mude o nome de login

Como padrão, o WordPress tem como nome de login de todos os usuários, o famoso “admin”, que também é bastante usado na configuração padrão dos principais modens e roteadores, por exemplo.

Os hackers têm como uma das primeiras estratégias para invasão de sites, o uso de programas para a identificação de login e senha dos usuários.

Confira também: Vantagens do Cloud Server.

Por isso, a primeira dica de segurança é bem simples: mude o seu nome de login. Dessa forma, ele não será tão simples de ser identificado.

Outra dica é não utilizar o nome do seu site como login, afinal isto seria previsível.

Busque adotar um nome diferente de login que assim como uma senha misture, pelo menos, letras e números. Isso dificultará a identificação do seu login para os hackers.

Crie senhas complexas e mude-as frequentemente

Como já falamos acima, os hackers costumam utilizar sistemas para identificação de login e senha.

Então, ter uma senha simples e não a trocar periodicamente irá facilitar essa identificação e a invasão no seu site.

O ideal é que você crie senhas complexas e não sequenciais, misturando letras maiúsculas e minúsculas, além de números e caracteres especiais.

Dessa maneira, os identificadores utilizados pelos hackers não terão a mesma facilidade em comparação se você utilizasse uma senha como 123456abc, por exemplo, que por mais que seja extensa é fácil e previsível.

Além disso, você pode utilizar ferramentas para a criação de senhas complexas. Estes serviços podem lhe ajudar não só a criar a senha do seu primeiro login como lhe ajudar a trocar de senha periodicamente.

O ideal é que você faça uma troca de senha de todos os profissionais autorizados, pelo menos, a cada três meses.

Limite o número de tentativas de logins

Essa é uma excelente maneira de brecar a entrada de hackers no seu site por meio de programas de identificação de login e senha.

Ao fazer isso, os hackers utilizam uma estratégia chamada de Brute Force Atack ou Ataque de Força Bruta.

Sem limitações para tentativas de logins, eles podem utilizar os programas durante um dia inteiro e testar centenas de combinações para entrar no seu servidor.

O alto número de tentativas é um grande convite para que eles aumentem as chances de ter sucesso com essa estratégia.

Existem plugins no WordPress que permitem aos proprietários de website fazer a restrição das tentativas de login.

Basicamente, é possível colocar um limite para a tentativa de logins no seu sistema e após colocar um bloqueio de algumas horas para uma nova tentativa.

O ideal é que você coloque um limite de no máximo cinco tentativas de login. Esse número já é mais do que suficiente para que você e outras pessoas autorizadas, se lembrem de senhas e logins corretos ou mesmo busquem em anotações.

Além disso, o ataque de força bruta cai por terra, já que ele tem apenas poucas chances de acertar.

Remova temas e plugins que você não utilize

Como vimos lá em cima, uma das maneiras mais aproveitadas pelos hackers para invadir sites no WordPress são as brechas encontradas nos códigos de plugins e temas.

Por isso, além de deixar os plugins e temas que você utiliza sempre atualizados, outra recomendação é retirar do seu site todos os que você não utiliza mais.

Além de deixarem o seu site mais pesado sem necessidades, os hackers podem utilizá-los para invadir o seu site.

Nunca se sabe quais plugins ou temas possuem brechas e não pode deixar isso passar na hora de proteger o nosso site WordPress.

Não instale temas e plugins de fontes desconhecidas

O ideal é que você baixe os plugins e temas do próprio diretório do WordPress.

Instalar algum tema ou plugin de fontes desconhecidas é um dos meios de deixar o seu site vulnerável a ataques hackers. Isso por que o WordPress não chancela estes temas e plugins, então não há nada que garanta que eles sejam seguros para o seu site.

Instalar temas e plugins desconhecidos pode ajudar os hackers em suas estratégias de invasão.

Por isso, se resguarde e instale apenas temas e plugins do diretório do WordPress, que são mais seguros e passam por atualizações para que suas brechas sejam eliminadas, de acordo com a necessidade.

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog. Conheça o nosso serviço de Cloud Gerenciado.

Gostou de nosso post? Compartilhe: