4 tecnologias server-side que você precisa conhecer!

08/08/2018 às 14:26 Ajuda

4 tecnologias server-side que você precisa conhecer!

No meio da programação existem o lado do cliente e do servidor e apesar de parecer ser difícil entender, é bem mais simples do que se imagina.

O primeiro ponto é que nem tudo em uma aplicação web roda diretamente do servidor.

No client-side ou lado do cliente, a aplicação roda diretamente do PC do usuário que a utiliza, ou seja, neste o lado do cliente responde por qualquer interação feita, basta que haja uma conexão de internet.

Para que um desenvolvedor crie aplicações e funcionalidades com base no lado do cliente, ele precisa usar linguagens próprias dessa tecnologia como o JavaScript, o HTML, o CSS, ou seja, as linguagens matrizes da programação.

Mas neste texto, vamos falar mais sobre o Server-Side, que significa o lado do servidor em português.

Neste caso, as aplicações web necessitam de tecnologias que façam elas funcionarem como o PHP, por exemplo.

Tendo um site comum como exemplo, é preciso contar com as linguagens server-side para que o servidor consiga executar comandos, sem necessidade do usuário.

Então, é preciso do uso de códigos PHP, por exemplo, para que você consiga abrir uma página web no navegador do seu computador.

Em outro exemplo, para realizar uma pesquisa em um site seria necessário o uso de um banco de dados como o MySQL, por exemplo.

Apenas com linguagens client-side não seria possível realizar uma consulta.

Confira abaixo um pouco mais sobre quatro tecnologias server-side que você precisa conhecer para otimizar seus projetos:

ASP - Active Server Pages

A sigla ASP (Active Server Pages) significa Páginas do Servidor Ativo em português.

Basicamente, essa linguagem serve para que um programador possa geração páginas dinâmicas em HTML.

A linguagem foi criada para que os desenvolvedores possam criar páginas mais dinâmicas e interativas e executá-las em qualquer navegador.

E por que o ASP é uma tecnologia Server-Side? É simples! A execução de uma página ASP depende do servidor.

Dessa maneira, é possível criar páginas em HTML que contém banco de dados, entre outras funcionalidades, armazenando registros diversos.

Quem trabalha com informações como endereços, telefones, entre outros dados utiliza bastante o ASP para construir páginas web.

O site dos Correios, por exemplo, utiliza essa tecnologia para possibilitar aos usuários fazerem uma pesquisa por CEP, dividindo os registros de dados em cidades, bairros, etc.

Qualquer pessoa que faça uma pesquisa através do site, estará consultando dados guardados no servidor dos Correios.

Porém, a linguagem ASP não serve unicamente para a realização de consultas, mas também para o envio e recebimento de correio eletrônico, servido que cresceu nos últimos anos.

Saiba também qual é a melhor hospedagem de site.

ASP.net

Depois de falarmos da tecnologia ASP, vamos falar um pouco mais sobre o seu sucessor: o ASP.net.

Essa plataforma foi criada pela Microsoft para o desenvolvimento de aplicações web e pode ser rodada tanto em Windows como em Linux.

Assim como o ASP, o ASP.net serve para gerar páginas dinâmicas em consultas a bancos de dados, sejam eles SQL Server ou de um provedor específico.

Como sucessora do ASP, essa linguagem se destaca por permitir o uso de outras linguagens como o C# e o C++.

Através dessa tecnologia é possível usar ferramentas profissionais e gratuitas como o Visual Web Developer, também criado pela Microsoft.

O ASP.net é muito utilizado na criação de lojas virtuais, ERPs e portais de notícias.

MySQL

O MySQL é um dos bancos de dados mais populares do mundo da programação.

Ele pode usado em diversos sistemas operacionais como Mac, Windows e Linux.

Ele é gratuito e possui um excelente desempenho, além um alto nível de segurança, o que é essencial para qualquer desenvolvedor web.

A tecnologia é baseada na linguagem SQL, sendo um SGBD (Sistema de Gerenciamento de Banco de Dados).

Isso significa que os dados são tabulados em tabelas e se relacionam entre si, o que facilita na hora da realização de consultas.

Esse tipo de banco de dados é bastante utilizado em sites e aplicativos móveis que utilizam JavaScript, PHP e Python, entre outras linguagens de programação.

PHP

O PHP é uma das linguagens de programação mais utilizados por desenvolvedores web no mundo.

A tecnologia foi criada para que pudesse acompanhar o número de visitas em um site.

Com um grande desenvolvimento nos primeiros anos, o PHP passou a ter um conjunto amplo de ferramentas no fim dos anos 90, o que tornou a linguagem famosa no meio.

A linguagem é muito utilizada por desenvolvedores back-end, sendo importante na construção de aplicações web e praticamente invisível para os usuários comuns.

Assim como as demais linguagens para back-end, o uso do PHP é voltado na implementação de soluções do lado do servidor ou Server-Side.

Uma página com código PHP facilita os usuários a buscarem e encontrarem informações na web.

Basicamente, essa linguagem faz parte da arquitetura básica das aplicações web, sendo importante para o envio e o recebimento das requisições feitas por navegadores a servidores.

Sim, é graças ao PHP que isso é possível! Essa tecnologia que faz a comunicação do navegador com o banco de dados de um site para que as informações possam ser exibidas para os usuários.

Além de ser usado em sites, o PHP também é bastante utilizado na parte de back-end de aplicativos móveis.

Mesmo não sendo uma linguagem própria para isso, o PHP pode ajudar o programador a alcançar os resultados desejados, fazendo com que comandos sejam executadas sem demorar pelo servidor da aplicação.

Para se ter uma ideia da importância e da fama do PHP no mercado, o Facebook, a maior rede social do mundo, no começo utiliza muitas páginas com códigos PHP e ainda hoje fazem uso frequente dessa tecnologia.

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog. Conheça o nosso serviço de Hospedagem de Site.

Gostou de nosso post? Compartilhe: