4 erros que acabam prejudicando o nosso funil de vendas

13/01/2020 às 10:45 Marketing

4 erros que acabam prejudicando o nosso funil de vendas

O funil de vendas é um fator primordial para aumentar as taxas de vendas e conversão de um negócio. Muitas empresas acabam cometendo erros que prejudicam o desempenho do seu funil, sem nem perceberem.

Neste artigo, viemos apontar os erros mais comuns de funil de vendas que impedem que as empresas gerem melhores resultados.

Antes de tudo, é preciso saber que o funil depende de uma estratégia bem definida para funcionar corretamente, sem isso não adianta chorar por não atingir os resultados esperados.

Sua equipe de marketing deve saber o que fazer em cada etapa do funil para otimizar as conversões e as vendas.

E isso começa por dar fim aos erros mais comuns que prejudicam o funil de vendas, como mostraremos abaixo:

Esquematizar a jornada do cliente e estudar a persona

O primeiro passo para montar o seu funil de vendas é montar a sua estrutura. E isso não depende apenas da lógica de topo, meio e fundo, apenas afunilando os níveis por etapa.

Cada parte do funil de vendas deve ter uma estratégia bem definida. Assim, você conseguirá levar mais pessoas para a próxima etapa do funil com mais facilidade. Muitas empresas não conseguem bons resultados porque não montam sua estrutura.

Isso depende do estudo sobre as personas e de uma esquematização completa do funil de vendas. Basicamente, é preciso entender como o cliente se comporta e o que mais o atrai, para esquematizar ações etapa a etapa do funil que possam levá-lo a compra.

O estudo detalhado sobre a persona é fundamental para estruturar o seu funil de vendas. Assim, você pode definir questões importantes para a conversão como: abordagem, linguagem, canais de comunicação, principais formatos de conteúdo, entre outros elementos de sua estratégia.

Para corrigir esse erro, basta estudar o cliente! E se a sua empresa já tem um tempo no mercado, com certeza, você tem um bom histórico de consumidores.

Esse é o ponto de partida para avaliar os motivos que levam as conversões e desistências.

Vale também usar as redes sociais e o e-mail para colher dados que possam lhe ajudar no estudo sobre a persona.

Otimização a qualificação de leads

O processo de funil de vendas começa no setor de marketing e termina no setor de vendas. E ambos os setores vivem em “pé de guerra” simplesmente porque não chegam ao denominador comum em relação a qualificação dos leads.

Geralmente, os marqueteiros taxam os vendedores de preguiçosos e vice-versa. Sem saber classificar os leads, o marketing manda para as vendas, leads pouco qualificados.

Da mesma forma, as vendas desperdiçam leads qualificados, perdendo oportunidades de venda.

A melhor maneira de corrigir esse erro é promover a integração entre marketing e vendas. E isso pode ser feito através de um acordo de SLA (Acordo de Nível de Serviço, em português).

Esse acordo é desenvolvido com a participação de ambos os setores e busca definir funções e métodos para a classificação de leads.

Assim, você otimiza o seu funil de vendas garantindo mais leads qualificados, trabalhando melhor leads pouco qualificados e aumentando as suas chances de vendas.

Confira também: O que você precisa saber antes de contratar uma Revenda de Hospedagem.

Considerar alguns elementos e características de cada segmento

Outro erro bem comum de funil de vendas é deixar de considerar certos elementos e características do seu segmento de negócio. Isso influencia bastante a sua definição de metas e taxas de conversão.

Fatores como a sazonalidade, por exemplo, influenciam muito no funil de vendas. Lojas de departamento, por exemplo, devem se preparar para uma maior demanda nos dois últimos meses do ano.

Já, lojas especializadas em chocolates, por exemplo, devem se preparar para os meses de março e abril (período de Páscoa). E assim por diante.

Existem outras características também devem ser consideradas. Empresas que vendem para outras empresas, por exemplo, devem saber que seu pico de vendas, geralmente é no início do ano.

Assim, elas podem se preparar para uma menor demanda no fim do ano, quando seus clientes estão definindo orçamento para o ano seguinte.

Esses fatores impactam diretamente em suas metas e refletem em suas principais métricas, portanto eles não podem passar em branco.

Ignorar o histórico dos clientes

Outro erro bem comum no funil de vendas é o fato de ignorar o histórico dos clientes. Uma das principais vantagens dos meios virtuais é conseguir acumular dados sobre os usuários e muitas vezes deixamos isso de lado.

Todos os dias, leads e clientes entram em contato com o seu negócio, seja para contratação, para reclamação, sugestão ou para pedir ajudar.

Acompanhar diariamente o histórico dos clientes é a melhor maneira de otimizar o seu funil de venda, e de quebra, o seu processo comercial

A receita para reparar este erro é acompanhar diariamente os contatos e analisá-los periodicamente. A ideia é que você consegue melhorar todo o seu fluxo de trabalho, identificando os principais fatores que influenciam o comportamento de seus clientes.

Como vimos no texto, erros comuns prejudicam bastante o funil de vendas das empresas. E não há como ter melhores resultados se realizarmos sempre as mesmas ações. A nossa dica é buscar corrigir todos os erros citados neste texto.

Assim, você consegue otimizar o seu funil de vendas, melhorando todas as principais métricas de conversão e vendas.

Dessa forma, você pode planejar alcançar metas e objetivos mais audaciosos, alavancando o crescimento da sua empresa no mercado digital.

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog. Conheça o nosso serviço de Revenda de Hospedagem.  

Gostou de nosso post? Compartilhe: